Arbitragem



Recebi na semana passada o livro “Treino Mental _Arbitragem no Futebol: Rendimento e Bem-Estar” do psicólogo Gustavo Korte.

É uma espécie de manual de autoajuda para os árbitros, que trata desde o controle de suas habilidades psicológicas até a administração do tempo durante a semana. Aborda o trabalho em equipe, a linguagem corporal, a motivação, traz exercícios de respiração e dicas para lidar com treinadores e jogadores considerados difíceis, entre outros pontos mais.

O comportamento dos árbitros é um dos tópicos que mais me fascinam no futebol. Sinto falta de estudos sociológicos sobre eles e acho que uma série de teses podem ser desenvolvidos a partir disso.

A atitude de um juiz muda diante de um atleta de renome? E quando apita costuma ser influenciado pela torcida? De qual forma? Pois cada árbitro é único…

Outro dia vi um jornalista estrangeiro no Sportv, salvo engano, dizendo que na Libertadores, mais do que na Liga dos Campeões da Europa, os times que jogam fora têm mais chances de perder. Porque as viagens são maiores. E o cansaço, também. Mas será só por isso? Não será pelo fato de o futebol sul-americano estar mais nivelado do que o europeu? E está mesmo mais nivelado? E a influência da torcida? E do apito, mesmo que seja inconscientemente? O árbitro não tende a apitar a favor do time da casa? Do de maior torcida? Do que tem mais exposição à mídia?

Perguntas, perguntas… Sinto falta de ver a academia mais voltada ao esporte e ao futebol, porque, de uma forma, eles representam o que se passa na sociedade. A brasileira e a mundial.



  • tricoleco

    Arbitragem é favorável ao Corinthians. Pressão da torcida? Pressão da mídia? Nada disso. Influência política, caro Janca. Aquele pênalti contra o Inter em 2005 e aquela lambança do Edílson mostram tudo. Tudo pró-Corinthians. Foi acaso o Andres na CBF? O Ronaldo? O Mano Menezes? Pra bom entendedor basta.

    • janca

      Há divergências. No Brasileiro do ano passado, que o Corinthians venceu, a arbitragem errou a favor e contra o Corinthians nas últimas rodadas. Talvez até mais contra… Mas tudo isso tem que ser discutido. Influência política, de torcida, mídia… Pois tudo influi o árbitro, o que não quer dizer que ele não esteja com boas intenções ou seja “vendido”, de jeito nenhum. Ser árbitro não é mole, não.

      • Marcelo

        Tem muita teoria da conspiração nisso tudo. O que tem de ser apurado é o crescimento das apostas ilegais no mundo do futebol, Janca, isso que eu acho. O resto é clubismo.

        • Aleksandro Gouvêa

          Exatamente Marcelo, disse tudo!

          Por mais que eu concorde com o Janca (que tais estudos sobre arbitragem seriam muito interessantes), o que tem que ser imediatamente apurado são as apostas ilegais no futebol (e em vários outros esportes pelo mundo). Pois são elas que deturpam toda a magia do esporte. E me corrija se eu estiver errado, mas não foi justamente esta a questão principal do caso de 2005 (Edílson)?

          • janca

            É, as apostas ilegais (e acho que até há as legais) têm de ser apuradas, como você bem diz, e essa é uma luta do Platini na Europa, porque lá principalmente a coisa tem ficado feia, denúncias de manipualão de resultado aqui e acolá, Aleksandro. Abs. Janca

  • tricoleco

    Com o Marin espero que os clubes sejam tratados igualmente.

    • janca

      O que você quer dizer com “sejam tratados igualmente”? Porque nem sempre se trata igualmente os desiguais. E não vejo problema nisso. Cada caso, afinal, é um caso.

      • Marcelo

        Não dá pra tratar igual o Oeste e o Corinthians.

        • janca

          Tem toda razão, Marcelo, o que não quer dizer que a arbitragem tenha que beneficiar um (por ser mais forte) ou outro (por ser mais fraco). Abs.

  • Marcelo

    Por que editora foi lançado o livro dos árbitros, Janca?

    • Marcelo

      Quis dizer “por qual editora”.

      • janca

        O nome da editora é Annapurna.

  • Ademir Santino de Lima

    Em matéria de influencia de arbitragem, Flamengo e Corinthians são especialistas… E o pior de tudo isso e ver homologados por comentaristas de arbitragens (ex árbitros) as lambanças por eles praticadas.
    Eu só vou acreditar na lisura dos árbitros com raras exceções quando eles errarem a favor dos dois clubes que estão jogando, fora isso vou sempre achar que o apito é tendencioso principalmente ao Flamengo e ao Corinthians

    • janca

      Eu acredito, em princípio, na lisura dos árbitros, mas acho que inconscientemente uma série de fatores pode atrapalhar as decisões deles. E é muito fácil analisar com a imagem vista por vários ângulos diferentes quando o juiz tem muitas vezes uma fração de segundos para tomar sua decisão.

      • Ademir Santino de Lima

        Sim, mas para determinados clubes, principalmente Flamengo e Corinthians, eles tem reflexo e certeza do que esta vendo, enquanto para o adversário ele normalmente é míope…

        • janca

          Não vejo assim, Ademir. Mas que inconscientemente o árbitro em alguns momentos pode pender para o time da casa ou o de maior torcida ou o que tenha mais cobertura da mídia, enfim, pode.

  • Emerson Luiz Fonseca

    O futebol ou qualquer outro esporte pode ser visto como uma ciência exata, pois existe o resultado, vitoria derrota e empate.
    A arbitragem pode ser considerada o fator imperfeito desta “ciência”.
    Quando o árbitro erra, o exato vira humano, e assim caminha a humanidade.

    • janca

      Mas mesmo sem o árbitro, Emerson, não sei como o futebol poderia ser visto como uma ciência exata. Porque tem tantos fatores humanos e “inexatos” interferindo no processo. Os técnicos, os próprios jogadores, a torcida… Sem falar em outros pontos, como o estado do gramado, as dimensões dos campos, o morrinho artilheiro e daí em diante…

  • Marlon Martins

    Em relacao a arbitragem é muito claro o que acontece. o Corinthians é o grande beneficiado. Desde que voltou pra série A e vendeu a alma a CBF, sempre acaba o campeonato com o maior numero de penaltis marcados a favor dentre todos os 20 clubes que disputam o campeonato. Sempre tem o maior numero de expulsoes de jogadores dos times com os quais joga contra. Alem de faltinhas ridiculas marcadas a favor deles. O Corinthians vendeu sua alma a CBF e está se dando muito bem com isso. É um golpe sujo, mas corintiano nao liga pra isso, querem eh vencer, independente de toda essa corrupcao que precisam pra isso. Um clube que jah vendeu sua alma a mafia russa, nao tem mais nada a perder. Jah nao tem dignidade faz tempo.

    • janca

      Desconheço esses dados sobre número de pênaltis e número de expulsões de jogadores adversários, com todo respeito duvido que batam com o que você está escrevendo.

  • Felipe Lima

    Muito da “falta de estudos” dos árbitros se deve, no meu ponto de vista, ao amadorismo dos mesmos. Fica complicado você avaliar uma pessoa que tem uma espécie de “vida dupla”, entre o ofício de ser juiz e os afazeres do dia-a-dia. Sei que é impossível não misturar as coisas, mas árbitros focados APENAS no ofício de arbitrar podem ser melhor analisados, estudados e até mais facilmente corrigidos. Até pra montar uma estrutura de suporte ficaria mais viável, creio eu.

    (Espero não estar falando abobrinha!)

    • janca

      Eu não acho que seja abobrinha, muito pelo contrário. Acho que o amadorismo afeta demais o nível das arbitragens. Por isso defendo que elas passem a ser profissionais e a profissão de árbitro regulamentada. Ontem mesmo estava vendo um programa na TV, se não me engano na Gazeta, que tratava um pouco deste assunto, lembrando que enquanto os jogadores às vezes passam a semana inteira focados num clássico, treinando, preparando-se, concentrando, o árbitro não. E davam o exemplo de um árbitro que é taxista. Trabalha no táxi a semana toda, ainda tem que arrumar um tempinho para cuidar do físico e estar preparado para correr, fica com pouco tempo, enfim, para chegar 100% ao jogo. E se falha é crítica pesada nele. Acho que o que você colocou, Felipe, faz muito sentido sim e está no cerne do problema. Abs. e boa terça, Janca

  • andre dias

    joao, abaixo link mostrando a realidade do barcelona comandado por sandro rossell, muito material mostrando as ligaçoes com teixeira, agentes fifa, lavagem de dinheiro, entre outras coisas.
    aparentemente feito por pessoas corretas ao contrario dos jornais sport e mundo deportivo de barcelona.
    material para voces do lance publicarem no lance:
    http://latrasparenciadesandrorosell.blogspot.com.br/2011/11/parte-i-de-brasil-romania-pasando-por.html
    http://latrasparenciadesandrorosell.blogspot.com.br/2011/11/bayran-tutumlu-embajador-de-sandro-en.html
    http://latrasparenciadesandrorosell.blogspot.com.br/

  • César

    Arbitragem dá muitos trabalhos sociológicos. É assunto de faculdade de psicologia. Dá bom assunto mesmo, Janca

    • César

      Quando você fala em academia você quer dizer universidade, é isso?

      • janca

        Isso mesmo, César. Abs. Ah! E concordo sobre o tema como tópico de trabalhos de psicologia e psicologia social, não só sociologia. Está certo você. Abs. de novo, Janca

  • BETAO

    A minha opinião é a mesma do Ademir Santino, os juízes são muitos mais benevolentes com o Flamengo e Corinthians, na dúvida os juízes apitam sempre em favor desses 2 clubes, basta recordar os dois jogos entre Vasco e Flamengo no campeonato Brasileiro do ano passado que um mesmo juiz deixou de dar 2 penais contra o Flamengo 1 em cada jogo e que se fossem convertidos, seriam mais 4 pontos obtidos pelo clube cruzmaltino e a diferença para o Corinthians foi de 2 pontos, sem contar que o Flamengo somou mais 2 pontos que serviram para aumentar a sua pontuação ajudando a se classificar para a libertadores. Então, na minha opinião, trocaram a conquista do título do CRVG. favorecendo de quebra ao Corinthians pela classificação do CRF. para a libertadores, param fazerem esta campanha ridícula e serem eliminados prematuramente nesta competição.

    • janca

      Até pode ser que isso aconteça, mas precisaríamos de estudos que mostrassem isso. E se acontecer não quer dizer que seja algo proposital, Betão. Pode ser influência de torcida, medo de errar contra o time mais popular, entre outros pontos mais.

  • BETAO

    Corrigindo: Onde se lê param fazerem leia-se para fazer

    • janca

      Ok.

MaisRecentes

Apoio a Jô



Continue Lendo

Os preços da Seleção



Continue Lendo

O título do Timão



Continue Lendo