Homenagens a Marin



Antes escanteado no PTB e esquecido na política nacional, José Maria Marin passou a ser badalado aqui e acolá desde que a presidência da CBF lhe caiu no colo.

O deputado Campos Machado (PTB-SP) resolveu fazer homenagem ao dirigente, que é filiado ao PTB, dizendo que é o nome forte do partido quando o assunto é esporte… Então tá.

O pior é que tem sido seguido por representantes do PSDB, DEM e PP, de Paulo Maluf, de quem Marin já foi vice, que pretendem oferecer comendas ao novo presidente da CBF. Que, não podemos esquecer, é chegado a uma medalhinha.



  • Tadeu

    Sabe o que isso mostra? Que os políticos são um bando de oportunistas. Esse tal de Campos Machado homenageando o Marin? Bando de puxa-saco. O que era o Marin para o esporte? O que fez de bom? Só me falta agora dar palestra sobre como dirigir a CBF.

    • janca

      Ou dar qualquer tipo de palestra sobre esporte, Tadeu. Foi um péssimo presidente da Federação Paulista de Futebol, é um péssimo político, péssimo dirigente, foi vice de Maluf, vice de Teixeira, precisa falar mais?

      • Luiz Marfetan

        Praticamente, com raras ecpções, os dirigentes esportivos são politicos fracasados e chegados a surrupiar medalhas e outras cositas mas!

        • Victor

          Esse Marin é assim. Político fracassado acusado de surrupiar medalha. Ele devolveu pro goleiro do Corinthians?

          • janca

            Não que eu saiba. E o presidente da FPF disse que a medalha tinha sido confeccionada para homenagear o Marin e que portanto ele nada surrupiou. Mas o atleta corintiano ficou sem a dele na cerimônia de premiação…

          • Luis Figueredo

            heheh

            Eu li no Lance que eles confeccionaram outra para o goleiro e ele já recebeu.

          • janca

            Mas não no dia da premiação. E teria mais direito à medalha do que o Marin, não? Abs.

          • Luis Figueredo

            hehe que isso?! Marín foi importantissimo na final =P

            abs.

  • Tadeu

    O Zé das Medalhas tá se mostrando pior que o antecessor. Fazedor de média, a CBF caiu no seu colo mesmo. Só no Brasil.

    • Tadeu

      País de merda.

    • janca

      Pior que o antecessor é difícil, mas como o Nuzman, que preside o COB, ele sabe lidar melhor com a imprensa, algo que o Teixeira não sabia. Sobre ser só no Brasil, como você coloca, infelizmente acho que essas coisas não acontecem só por aqui não. Antes fosse assim…

      • Felipe Lima

        Janca, concordo que esse tipo de coisa acontece em qualquer canto do mundo (planeta tem canto???), mas aqui no Brasil o pessoal se supera quando o assunto é MOSTRAR as lambanças!!

        • janca

          Talvez você tenha razão, Felipe. Aliás acho que tem. Veja o caso Demóstenes, por exemplo. Abração

        • Luis Figueredo

          Não Felipe, infelizmente não é privilégio do Brasil. Apesar de gostarmos tanto de falar “país de merda”. Vamos por parte, primeiro o caso Demonstenes que o Janca comentou:


          Além da relação do deputado com o bicheiro, deve-se tomar atenção a relação da VEJA (sim, aquela revista que adora falar que todo político é corrupto) com o Demonstenes e o Carlinhos Cachoeira. Há gravações do Cachoeira com o chefe de edição da revista, mostrando o Cachoeira dando ordens para a revista fazer grampos ilegais ou falsos (falar que foi dito um coisa que não existiu) em inimigos do bicheiro.
          HORRÍVEL ISSO NÃO? Pois, parece o escandalo do Rupert Murdoch, não? Pois é. Também acontece isso na Inglaterra.
          ——

          Sobre dirigentes esportivos. Sério? Alguém acredita que é ruim só no Brasil? Olha a FIFA, Berlusconi, Magnatas russos que são procurados por crimes em todos os países com excessão da Inglaterra. AHHH mas isso é só em futebol! SERÁ? E na Formula 1? O Ecclestone e o Mosley são exemplos de santidade né. O último só está onde está porque é sobrinho de um chefão nazista amigo do Hittler. Inclusive este não cansa de mostrar sua admiração ao ditador:
          http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u590662.shtml
          http://esportes.terra.com.br/automobilismo/formula12008/interna/0,,OI2719497-EI10882,00.html

          —–

          Pois é. Acho que o “país de merda”, não é muito diferente dos países SUPERDESENVOLVIDOS não é mesmo?

          Devemos sempre criticar o que existe de errado, mas criticar de olhos abertos é bom também.

          abs,

          Luis.

          • janca

            E se formos analisar bem e o escândalo das hipotecas nos Estados Unidos? E os bancos no Brasil e na Europa? E a fraude fiscal e contábil que ocorreu na Grécia e ajudou a gerar a situação caótica em que está o país? E em relação ao Demóstenes, não sei qual a relação que mantinha com a revista “Veja”, mas as acusações são pesadíssimas sobre um paladino da “moral e dos bons costumes”. Mas aqui raramente se vê político punido. Lá fora talvez sejam punidos com mais frequência. Enfim… Corrupção ou denúncias de não é “privilégio” do Brasil. Abs.

          • Luis Figueredo

            Fala Janca!

            A crise na Grécia não era para ser tão severa se não fosse os erros grotescos cometidos pelas agências de risco americanas (ainda não entendo o por quê das pessoas ainda acreditarem nelas) e a existência do Euro.
            A Grécia ao invés de ser ajudada pela UE, está sendo prejudicada. É só ver uma análise dos gráficos que o Krugmann disponibiliza para saber que as medidas que a Grécia está sendo FORÇADA a tomar só vão piorar a crise no país.

            Sobre as punições. Isso é outra doce ilusão. Me diz 3 nomes entre os mais de 100 executivos acusados de corrupção e fraude durante a crise que estão presos? A maioria ganhou aumentos e/ou bônus ou estão na secretária do tesouro americana. Isso é pior do impunidade, isso é premiar o roubo!
            Outro exemplo é portal da transparência (igual o nosso). O Obama assim que eleito criou um portal. Chegou a economizar U$ 3 bilhões. Mas isso provavelmente significa que tem gente que está perdendo esse dinheiro. Então, no ano seguinte o governo pediu U$35 milhões para manter o projeto. O senado aprovou U$ 2 milhões, de forma que o projeto faliu. Isso é país que combate a impunidade!
            http://www.federalnewsradio.com/?nid=741&sid=2327798

          • janca

            Aí é relativo. Quando você coloca que não há 3 entre 100 executivos acusados de fraude que estão presos, confesso que não sei dizer. No Brasil será que há 2 entre 100 presos? Também não sei. E no caso da Grécia ela não é tão inocente assim. Gastou muito mais do que podia e falseou balanços e as contas públicas. E entrou na zona do euro porque quis. A Grã-Bretanha, por exemplo, resolveu não entrar.

          • Felipe Lima

            Opa, Luis. Não fui eu quem chamou o Brasil de “país de merda”, pois eu discordo plenamente deste tipo de afirmação. Pois quem faz o país somos nós, o Povo, comigo incluso. Se eu digo que o país é “de merda”, por tabela eu me considero merda também – creio não ser este o caso.
            Posto isso, acho que você não entendeu minha colocação. Nunca questiono os escândalos dos outros países, que devem ser aos montes também, mas a impressão que chega é que só sabemos deles quando a bolha estoura de vez! Aqui não ocorre isso. Cada escândalo, cada “problema” (não tenho palavra melhor), sai pipocando na mídia como se fosse fogos de artifício, iluminando e estourando pra qualquer lado.
            Resumindo, aqui, o que o pessoal não sabe fazer é ESCONDER/ABAFAR escândalos, para que sejam tratados internamente.

          • Luis Figueredo

            Oi Felipe! Concordo em muitas coisas com você. Aqui, se eu aponto para você e digo que você é ladrão, e por acaso, alguma mídia vier e colocar sua foto como ladrão. Você já era! Culpado ou não, você se tornou um ladrão. Em outros lugares, existem diferentes mídias, elas não são tão respeitadas ou monopolicamente poderosas como são aqui. Todos os países possuem leis visando o melhor uso da mídia. Aqui isso é censura! sempre censura! Na França, eles possuem uma lei bastante interessante, ninguém pode ser filmado, fotografado, pintado, o que for, de algemas até que o tribunal o condene. Aqui isso seria censura! Vários países possuem tv públicas e proíbem o monopólio sobre o país (a globo, sbt, etc não poderiam estar em todas as cidades do país). Aqui no Brasil também proibimos isso, mas a globo chama a globo paraíba ou gaúcha de globo xxx ou xxy, e dizem que não são a mesma emissora.
            Esse poder incontrolável da mídia, gera aberrações. A mídia chama todos políticos de corruptos. Prova ou sem prova. E acreditamos. Igualamos todas ao Maluf. E este é reeleito porque a mídia diz que se todos são iguais ao Maluf, então vamos votar no Maluf porque este “rouba mas faz”. É engraçado ver como paladinos da acusação (como a VEJA) estão envolvidos em crimes. Há VEJA é acusada de vários grampos ilegais, acusações sem provas, e agora está ligada ao Cachoeira. É mais engraçado ver que agora a VEJA não acusa mais ninguém e faz capa sobre novela, sobre doença, sobre o que for, menos sobre ela, seu paladino no Congresso (Demostenes) ou Cachoeira. Mas é ainda mais engraçado ver que as pessoas ainda acreditam na VEJA e em outra mídias cegamente.

            A mídia tem um função social MUITOOO IMPORTANTE. E por isso, ela tem muito poder. Esse poder deve ser regulamentado. Como qualquer outro poder é. E as pessoas quando leem alguma notícia devem ter censo crítico de distinguir fatos e opiniões. E censo crítico para analisar estas opiniões.
            Ao meu ver este é um dos motivos para que lá fora não existam tantos fogos de artíficio por qualquer denúncia.

            abs, Luis

            Ahh Janca. O problema da crise Grega é basicamente um. A Grécia se endividou. Como os EUA fazem e como a Europa faz. A diferença é que com a crise mundial, todos os contratos foram reavaliados e quem havia emprestado para a Grécia achando que está teria condições de pagar, mudou de idéia. Fazendo isso, a Grécia passou a pagar juros mais caros. Só que a Grécia não conseguia mais pagar estes juros. E por isso, os juros sobre a dívida grega ficaram mais caros, e por ae podemos ir em ciclo. Isso está ocorrendo com Portugal, Espanha, Itália e pode chegar na França. O erro que a Grécia cometeu foi fazer o que os países europeus e os EUA sempre fizeram: ficar endividados porque os juros cobrados à eles são infinitamente menores que os juros cobrados aos outros (incluindo o Brasil).

          • janca

            Ou seja, a Grécia também errou. Não tem santinho na história, Luís. Abs.

  • Felipe Lima

    Sobre o post, com o Marin na presidência da CBF, veremos mais um cargo pra ser disputado a tapa pela classe política (não duvido a escolha passar a ser feita via plenário – assim que conseguirem estatizar a CBF [PARANOIA OFF]).

    • janca

      E de certa forma, apesar de não receber verba pública, ela está dominada pela classe política. Além do Marin temos lá Fernando Sarney, filho do presidente do Senado… Fora a bancada da bola em Brasília.

  • Krau

    E JANCA. O Secretario da fifa tem razão…esses politicos merecem mesmo um chute no “Rabo”…

    • janca

      Ops, como escrevi abaixo o Jérôme Valcke errou na forma, mas acertou no conteúdo. O Brasil nem planejamento fez pra Copa do Mundo e estamos a pouco mais de dois anos do evento e a um da Copa das Confederações. Inacreditável.

      • Dani

        Inacreditável seria se tivessem feito o planejamento, João (risos). Bj.

        • janca

          Risos também.

  • janca

    O secretário-geral da Fifa, como costumo dizer, a meu ver errou na forma, mas acertou no conteúdo. Abs. e um bom domingo pra você, Krau, Janca

    • Dani

      Oi João. Boa páscoa pra você. Quem vai discordar de você agora sou eu. Acho que o Valcke acertou na forma e no conteúdo, porque nossos políticos e dirigentes estão achando que a Copa é uma brincadeira. Uma brincadeira de luxo paga com dinheiro do contribuinte brasileiro. Bj. Dani (Heleno poderia ter sido melhor, não?)

      • janca

        Oi Dani. “Heleno”, acho que você fala do filme, poderia ter sido bem melhor sim, estava até falando disso com a Nilú. Faltou aprofundarem a história, que ficou bem superficial. Mas ainda assim acho que o filme tem qualidades. A trajetória do Heleno de Freitas é bonita e muito humana, a fotografia do filme também achei bacana e as atuações do Rodrigo Santoro e da Alinne Moraes estão muito boas. Mas que está longe de ser espetacular o filme de fato está. Boa Páscoa, João

  • Fogão sadio

    kkkkkkkkkkk boa janca, é isso aí. Eleitor: ferro nesses caras nas eleições, vamos analisar e votar consciente, chega desses caras nos ‘representando’. Eles só representam a eles mesmos, com aumentos de salários ridículos e imorais, eqto q o povo se ferra trabalhando p/ pagar mimos a esses canalhas….ferro neles nas eleições

    • janca

      O problema, Fogão, é que se formos depender dos eleitores com o nível de educação (e a falta de investimentos do governo no ensino público do país) estamos perdidos… Grande abraço e bom feriado, Janca

    • janca

      E o caso DEMóstenes foi só o último deles. Já, já outros virão e se esquecem dos anteriores. A mídia inclusive.

    • Felipe Lima

      Quanto à não votar nos “ditos cujos”, enquanto a eleição pro legislativo seguir o critério da proporcionalidade, não haverão mudanças. Pois mesmo que candidato X de uma legenda forte não receba muitos votos, contará com os votos dos outros candidatos para entrar. Isso sim teria que mudar!

  • willian ignacio

    Qdo eh que algum jogador vai ter atitude de tentar assumir o comando do futebol brasileiro?
    Pq não se espelham na europa??

    • janca

      Mas dependendo do jogador a coisa pode ficar ainda pior, Willian. Temos jogadores e jogadores… Ex-jogadores e ex-jogadores. Mas que eles deveriam ter mais voz, não tenho dúvidas. E há bons nomes para assumir o comando de uma CBF entre eles, por que não? Abs. e boa semana

      • willian ignacio

        Acho q o jogador brasileiro se esconde…. Vejo mt ex-jogador comentando nas tv`s e ate discordando e criticando mt coisa no futebol brasileiro, mas dar a cara pra bater e assumir alguma coisa, isso ninguem faz… concordo com o que vc disse que há ex- jogadores e ex-jogadores, mas eh impossivel que de todos os que ja passaram pelo futebol brasileiro nao exista um com coragem e vontade para mudar o que ocorre hoje… abraços, boa semana!

        • janca

          Acho que jogador pra assumir uma CBF, por exemplo, ou ex-jogador, no caso, até temos. Mas não é questão apenas de coragem. Os estatutos da CBF e a forma como são feitas as eleições, dominadas pela cartolagem, dificultam que isso aconteça. Abs. e boa semana também, Janca

  • Leandro Gomes

    Como diz o cachorro do Dick Vigarista?
    Medalha! Medalha! Medalha!

  • luiz paulo

    janca.o marin vai nomear um dirigente para ir a olimpiada,não seria melhor ele ir?aposto que o brasil voltava cheio de medalhas de ouro,pelo menos os bolsos cheios.que tal?kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • janca

      Risos. Acho que poderia acabar em confusão internacional, Luiz Paulo… Abs.

  • tricoleco

    O brasileiro é muito raso. Critica o Marin por causa de uma medalha. O Marin é muito mais do que isso.

    • janca

      E é esse o problema, Tricoleco… O Marin ser “muito mais” do que isso.

MaisRecentes

A mágoa de Ceni



Continue Lendo

Alerta a Raí



Continue Lendo

Os erros do Verdão



Continue Lendo