A Taça das Bolinhas



A briga pela Taça das Bolinhas continua. Patricia Amorim quer saber de José Maria Marin o que ele pensa do assunto. A presidente do Flamengo tem a intenção de pressioná-lo para dizer a todos os cantos que os cariocas são os legítimos campeões de 1987 e, com isso, os donos da taça em questão.

O novo presidente da CBF, como se sabe, é são-paulino e vinha evitando se posicionar a respeito. Quanto menos dor de cabeça, melhor. Mas fica em saia justa porque tem o apoio tanto do São Paulo quanto do próprio Flamengo. E pior: o São Paulo também quer que ele se manifeste. E favoravelmente ao clube do Morumbi.

Criada para premiar o campeão brasileiro, a Taça das Bolinhas seria dada ao primeiro clube que ganhasse três campeonatos nacionais consecutivos ou cinco intercalados. Com o título do Flamengo em 1987, que não era reconhecido pela CBF, o primeiro penta brasileiro foi o Fla, em 1992. Sem o título de 87, o primeiro penta foi o São Paulo, em 2007.

Detalhe: o São Paulo foi um dos idealizadores da Copa União, que funcionou como o Brasileiro de 87 e terminou vencida pelo Mengo. Mas como o clube se recusou a jogar com os de outro módulo, o Sport considera-se o legítimo campeão, tese que até o ano passado era endossada pela CBF.

Segundo o São Paulo só o Superior Tribunal de Justiça pode decidir a questão. Enquanto isso, o clube fica com a taça… E as bolinhas seguem dando problema…



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo