A média de Mano



Depois que Ricardo Teixeira deixou a CBF, Andrés Sanchez deu um conselho a Mano Menezes. E parece que o técnico da seleção resolveu segui-lo.

Seu intuito é se aproximar dos times brasileiros e dos técnicos que trabalham no país. Começou a fazê-lo com o São Paulo, time de José Maria Marin, o sucessor de Teixeira. Já conversou com Leão, procurou a diretoria tricolor, assistiu à vitória de ontem contra o Santos… Os próximos na fila são Internacional e Santos.

Mano, que não vem fazendo um bom trabalho, sabe que precisa de muito jogo de cintura para se manter no cargo, pois resultados depois de quase dois anos de trabalho não vem conseguindo. Mas sem resultados pode fazer a média que for que a casa cai. Como já caiu para Teixeira.



MaisRecentes

O escândalo de Platini



Continue Lendo

Fernando Diniz na berlinda



Continue Lendo

Deuses da Bola



Continue Lendo