Virado à paulista



Ao contrário do que muita gente tem apregoado e do que fazem crer certos presidentes de federações, os paulistas não têm voz única sobre a situação de Ricardo Teixeira e os rumos da CBF e do futebol brasileiro.

São Paulo e Palmeiras querem José Maria Marin como substituto de Teixeira, caso o dirigente deixe a confederação, com Marco Polo del Nero como secretário-geral. E gostariam de ver Andrés Sanchez e Mano Menezes fora da seleção.

O Corinthians já não. Prefere, como não poderia deixar de ser, Andrés Sanches como o novo comandante da entidade. Para isso, porém, precisaria de uma virada de mesa ou de Marin como fantoche e Andrés e não Del Nero como secretário-geral.

O Santos ainda não se manifestou, mas tem sido assediado pelas federações gaúcha e baiana, assim como a Lusa e a Ponte. A Portuguesa, porém, tem sido leal a Andrés, amigo de seu presidente, Manuel da Lupa e não deve fechar com os gaúchos e baianos nem com Del Nero. A Ponte já tende a ficar ao lado do presidente da Federação Paulista de Futebol. O que só mostra que mesmo os paulistas não se entendem e seguem divididos quando o assunto é o futuro da CBF.



  • Victor

    O Marco Polo não podemos aceitar, não fez nada para o futebol. O Andrés foi o melhor presidente do Corinthians e é o mais preparado para trabalhar na CBF e suceder o Teixeira. Também tem apoio do Teixeia que conta muito. Abrç.

    • janca

      Se dependesse de mim nem Teixeira, nem Del Nero, nem Marin, tampouco Andrés. Há nomes melhores, inclusive fora do mundo da bola, como o Lars Grael, por exemplo. Sobre o Andrés ser o mais preparado para suceder Teixeira, não vejo assim. Mesmo. Nem ele nem o Juvenal. Abs.

  • renato sa

    Seria bom é um enfraquecimento da CBF. Menos poder centralizado, pois mesmo com esses futuros Teixeiras que estão sendo sinalizados, o poder estaria diluído. CBF controlando seleção, uma liga de clubes controlando o campeonato, uma confederação de arbitragem controlando árbitros profissionais, e aí sim, um tribunal esportivo independente….

    Semana que vem veremos no que (não) vai dar…

    Abraços!

    • janca

      Oi Renato. Sabe que por mim a CBF também ficaria dedicada exclusivamente a tomar conta das seleções? E os campeonatos passariam a ser organizados e administrados por uma liga. Mas os clubes infelizmente dão a impressão de que não se entendem, cada um quer uma maior fatia do bolo para si e… Uma coisa que temos de reconhecer é que, pelo menos de uns tempos pra cá, com o campeonato de pontos corridos, a CBF melhorou o Brasileirão. Mas aguardemos os próximos acontecimentos. Grande abraço e bom final de semana, Janca

  • Peixe

    Pro Corinthians melhor cenário é Ricardo Teixeira presidente. Pro São Paulo principalmente é Marin, o Zé das Medalhas. Pro Santos é indiferente contanto que poder siga em SP.

    • janca

      Não acho que o poder tenha que se manter concentrado em SP. A FPF, aliás, em termos de organização voltou a mandar mal no Paulistão. O regulamento com 20 times disputando é péssimo, jogos na primeira fase que não valem praticamente nada, muitos de ataque contra defesa, como costumo dizer. Abs.

      • Vico

        Injusto com o Corinthians que é líder do Paulista, faz 19 jogos e entra praticamente em igualdade de condições nas quartas-de-final. De que vale ser o primeiro?

        • janca

          Mas o campeonato (a primeira fase) ainda não terminou, não sabemos quem ficará na ponta. Mas que é injusto com todo mundo não tenho dúvidas de que é. Mal feito o regulamento. Os clubes aceitam… Abs.

  • Alê

    Os campeonatos tão fracos mesmo e os regulamentos são ruins. O Santos ontem meteu 6 na Ponte e poderia ter feito 10. Os times do interior acabaram.

    • janca

      Acabaram também não, mas que andam muito mal das pernas, andam. Repito que é uma primeira fase longa demais, 19 jogos pra cada time, boa parte deles um treino sem graça nenhuma, caso do Corinthians ontem contra o Botafogo de Ribeirão. O Corinthians fez um gol com Adriano logo de cara e depois parou porque quis ou estava “sem saco” pra jogar. Fazer tantos jogos sem graça ou motivação nenhuma cansa os próprios jogadores. Abs.

  • Felix

    Virado à carioca. Falei que o Flu atropelava o Vasco? Mas o assunto aqui no Rio é o gol perdido do Deivid, ninguém vai esquecer aquilo tão cedo. Hoje quem perdeu um gol foi o Vasco, mas nada como o do Deivid.

    • janca

      Confesso que só vi os gols da final da Taça Guanabara, acabei acompanhando o clássico paulista. E imagino que o gol do Deivid siga dando o que falar. Teve gente que até reclamou no blog dizendo que a imprensa só fala em Flamengo e Corinthians, o que não é verdade, mas esse gol entrou para a história. Tinha que ser comentado mesmo. O bom _para o Deivid_ é saber que isso acontece, entra para o folclore do futebol, mas tudo passa. E dias melhores virão. Abs.

MaisRecentes

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo

Verdão aflito



Continue Lendo