Rosell, o Barça e a CBF



Enquanto muita gente por aí elogia o modelo do Barcelona, clube que pega garotada no exterior com 13, 14 anos para fazer a alegria da Catalunha, o presidente do clube espanhol vai ter que dar explicações no Brasil.

Ministério Público do Distrito Federal retomou as denúncias envolvendo operações da Ailanto, empresa acusada de lucrar com amistoso da seleção e que tem como um de seus sócios Sandro Rosell, amigo íntimo de Ricardo Teixeira e atual presidente do Barça.

A Ailanto organizou jogo do Brasil contra Portugal, no Distrito Federal, em evento que custou mais de 8 milhões de reais aos cofres públicos, e segundo membros do MP terá que devolver o dinheiro que recebeu do governo.

Há suspeita de superfaturamento nos custos atribuídos ao amistoso que atinge também a Federação Brasiliense, que arcou com parte dos gastos da organização.

As denúncias e a crise que envolvem a CBF, Ricardo Teixeira e Rosell ganharam hoje repercussão na imprensa espanhola.

Aliado de Teixeira, Rosell evita comentar o caso, respaldado pelo bom desempenho de sua equipe em campo. Como se jogar bom futebol e investir em craques fosse desculpa para tudo. Não é. Nem como cortina de fumaça deveria servir.



  • Fabricio

    Janca, sei que você não acha o modelo do Barça perfeito, mandei um e-mail quando você falou disso na final contra o Santos, não sei se vc. lembra, mas não dá pra negar que é o melhor time do mundo. A administração do Sandro Rosell é modelo pro Brasil. Pro Santos e pros outros. Todo torcedor queria um time como o Barça.

    • janca

      Oi Fabrício, não apenas não acho perfeito, como acho questionável e continuo achando. Quando o presidente do Santos voltou do Japão falando em copiar o estilo Barça bati na tecla de que temos que encontrar nosso modelo, que não tem de ser único _nossos modelos. Hoje pode ser o melhor time do mundo, como o Santos foi em outros tempos, a seleção, também, mas queria ver o que seria do Barcelona sem o Messi e os estrangeiros. E dizer que a administração do Rosell é modelo pro Brasil… Você está brincando. Não é, como a do Ricardo Teixeira nunca foi, com ou sem os títulos de 1994 e 2002. Abração, Janca

      • André

        Se o Teixeira fosse bom o Brasil não estaria em sétimo no ranking da Fifa. O Barcelona é tudo isso, mas no Espanhol está a dez pontos do Real.

        • janca

          É que a questão não é essa, André. Claro que o Barcelona é um timão, o melhor do mundo hoje, isso é indiscutível, o que não quer dizer que o Sandro Rosell seja o dirigente ideal. Para mim não é. Como o Teixeira não é nem nunca foi, sendo o Brasil o primeiro ou o sétimo, como você colocou, no ranking da Fifa. Abs.

          • renato sa

            O modelo Barcelona, assim como o modelo Real Madrid, são dos mais execráveis do mundo futebolístico (falemos da gestão e não da qualidade dos jogadores e dos times). São modelos que destroem o futebol como um todo. Basta ver a decadência que é o futebol espanhol. Decadente pois esses dois times, por anos a fio, forçaram a concentração das rendas em suas mãos. No atual campeonato, até as rádios são obrigadas a pagar pequenas fortunas de transmissão (claro, para os dois grandes). Os outros times todos estão a beira da falência. Ok, tem-se duas superpotências, mas que sugam todo o futebol de seu país. É mais fácil prever o campeão espanhol que o campeão mineiro….

          • janca

            Não acho nenhum dos dois modelos saudáveis, a história do Real, aliás, não é nada bonita. A Espanha é a atual campeã do mundo, mas de fato só há dois times disputando o Espanhol. E o Real agora deu uma disparada na frente, embora sem dúvida o Barcelona seja melhor. Abs.

          • Guilherme

            Modelo por modelo, é melhor copiar o dos alemães, não estou falando do futebol jogado em campo (embora o da seleção deles seja interessante), mas na Alemanha não se permite esses disparates financeiros, clube que tem uma despesa maior do que o valor que arrecada, recebe punição, como ficar fora dos campeonatos de lá.

          • janca

            Também acho, Guilherme. E inclusive o modelo que eles usaram para receber a Copa. Conseguiram unir o país em torno do Mundial, resgatar a autoestima, atrair investimentos, desenvolver o futebol e as categorias de base locais, que ficaram menos dependentes do exterior. Enfim, sugestão boa a sua. Abs.

  • Fabricio

    E vc. que critica o Andres do Corinthians ele também criticou o modelo do Barcelona. Como fica?

    • janca

      Fica que neste ponto, então, estamos de acordo. Também não acho o modelo do Barça perfeito. Em 2006 perdeu para o Inter. E essa fase vai passar… Abs.

  • renato sa

    Nunca vi provas, nunca ninguém viu, mas as evidências qualquer um vê: O futebol é a maior lavação de dinheiro do mundo.
    Principalmente o europeu, lava-se dinheiro de petróleo russo, de petróleo árabe, de fraudes em bancos, de apostas ilegais, e de empresas como essa do Rossel e a antiga ISL…..

    Amo futebol, mas não deixo de pensar nos podres que existem por debaixo dos escudos dos times.

    • Ricardo Araujo

      Então não pense muito nisso Renato. Vá ao estádio, torça por seu clube, aplauda ou vaie, conforme se apresente, e encare-o como um bom e simples entretenimento. Se ficar pensando em todas essas “elucubrações”, vc acaba tendo um AVC.
      Infelizmente o esporte profissional convive com todas essas mazelas ( e muitas outras ), assim como a política, a relação das pessoas com o meio-ambiente, a relação difícil das pessoas com outras pessoas, enfim, com quase tudo que nos cerca. Mas vc continua amando o futebol, a família, os amigos, e é assim que deve ser. Compreender e fazer o que estiver ao alcance para melhorar, mas sem desesperança. Se cada um contribuir pessoalmente de forma a não piorar o que está ruim, já será um grande ganho. Abs

      • janca

        Tem razão, Ricardo. Mas às vezes é bom se preocupar também com o que acontece do lado de fora dos gramados, especialmente quando envolve nosso dinheiro, caso da Copa. Mas sem AVC, sem AVC, sempre com moderação. Abs.

        • Ricardo Araujo

          Isso, sem perder “la ternura” jamais !!! Abs

MaisRecentes

Flamengo e CBF



Continue Lendo

Oposição santista



Continue Lendo

Santos em SP



Continue Lendo