E a Fifa já sabia…



Desde outubro do ano passado a Fifa já sabia que não teria mais como interlocutores para assuntos de Copa Orlando Silva, que ocupava a pasta de Esporte, e Mário Negromonte, que comandava o Ministério das Cidades.

Conforme publicado na ocasião por este próprio blog, Jérôme Valcke, secretário-geral da entidade, havia sido informado de que o ministro do Esporte não seria o único ligado à Copa a sair. E que assuntos ligados à mobilidade urbana teriam outro interlocutor que não Negromonte a partir de 2012.

Deu no que deu. Negromonte caiu atolado por denúncias de corrupção, denúncias que têm ligação com a organização da própria Copa, caso de fraude para encarecer projeto em Cuiabá.

Pena que o novo ministro também seja do PP, que se tornou dono do ministério. Como o PCdoB loteou o Esporte, o PDT, o Trabalho, e assim por diante. Seis por meia dúzia, seis por meia dúzia, mas isso é assunto para outro post. Ou até já foi, então deixa pra lá. Protestar também cansa.



  • Claudia

    Nome técnico, sinal de meritocracia e capacidade de trabalho e conhecimento da área, não, mas nome político sim. Importa a força do governo no Congresso. Surpresa nenhuma, João. Abs. Claudia

    • janca

      É, nome técnico, não, nome político, sim, e o Congresso, o Executivo e o Judiciário também cada vez mais longe da sociedade. Vamos ver aonde isso vai acabar, porque há limite para tudo e há pontos de virada, veja no mundo árabe, por exemplo. Não dá mais para um ministro após o outro sair por suspeita de corrupção. Então que não fosse colocado lá. Sinto muito. Abs. e boa sexta pra você, João

  • ANDERSON

    Política é assim… não só no governo federal, como nos estados e municípios…

    É assim no Brasil e em todos os outros países do mundo. Talvez a diferença seja a China…. mas vc quer viver como o pessoal vive na China? Sem liberdade?

    Acho engraçado as pessoas quererem que as coisas sejam diferentes nos governos, qdo isso é o que acontece em tudo.

    No meu trabalho tem gente q aceita o q for, cala o bico, pra ter a promoção que tanto quer, é um tal de gente que se conhece avaliar projetos, quando isto nao deveria ser feito… há os grupos, cada um com seu interesse e eles se juntam pra fazer valer o que querem (e olha q nem envolve tanta grana qto a política mesmo, hein?), é um toma lá dá cá danado… É assim no atual, no anterior que era uma empresa grande… vejo isso com meus amigos e conhecidos. E tenho certeza q isso acontece nas redaçoes tb… entao nao sei pq as pessoas querem q nos governos, que envolvem MUITO mais poder e dinheiro, tinha que ser diferente… nas empresas e associacoes as pessoas so treinam e qdo tem a oportunidade de ter mais poder, pronto, colocam tudo em pratica…

    Desculpa, nao é do politico brasileiro, é pior, é do brasileiro, é pior, é do ser humano!!! O ser humano que é o errado da história. Pra aliviar, só com justiça, coisa que o Brasil nao tem!!!

    • Vinicius

      Concordo…

      A meu ver, o problema é mais estrutural do que nós consideramos… Infelizmente, quem compra um cd pirata faz o mesmo, só a escala que muda..

      Vc falou tudo quando disse: “é pior, é do brasileiro”.

      Não acho que seja do ser humano. Aliás, talvez seja, mas como você disse no final, justiça amenizaria. Onde se tem justiça e educação, se mitiga o grau e a capilaridade da corrupção. Fica mais difícil aceitar e se calar… Mas os políticos aqui sabem disso, e dificilmente alguém me convencerá de que esta talvez não seja a maior causa do descaso com a educação no país… E isso se perpetua…

      GRande abs

      • janca

        É, Vinicius, acho que você tocou num ponto importantíssimo: educação. Mesmo com educação não garantimos necessariamente bons resultados, na Europa vemos isso, mas uma sociedade que pensa tem mais condições de se posicionar. Pelo menos eu acho. Abs.

      • Edvaldo

        Outro dia comentei um assunto parecido com um amigo e quando disse para ele que para mim o brasileiro é de uma forma geral vagabundo e corrupto ele se indignou, mas eu lhe expliquei dando o exemplo dos cd’s piratas e das “vontades” que o trabalhador chega em seu emprego querendo que os equipamentos quebrem para ficarem parados (recebendo sem fazer nada), sem falar da enorme quantidade de feriados que temos que atrapalham a produtividade das empresas. Enfim, o Brasil deveria ser “redescoberto” e começar do zero. Para mim, o Brasil nunca mudará, pois isso tudo já faz parte da “cultura” brasileira, uma pena.

    • janca

      Mas um erro não justifica o outro, um problema não justifica o outro. Abs.

      • Vinicius

        Fato. Aliás, muito pelo contrário: um problema implica no outro. Na minha opinião, o fato das pessoas adotarem essa postura de tentar levar vantagem só cria o ambiente um ambiente mais permissivo.. Abs

  • Sergio

    O projeto de Cuiabá é mais caro de implantação, mas é muito melhor o VLT do que o BRT.
    São projetos diferentes e não super faturamento. É preciso explicar isso.

    • janca

      A acusação é de fraude em parecer de um projeto da Copa do Mundo que poderia ficar mais em conta. Entre outras. Até de ter direcionado emendas pra favorecer a mulher na Bahia está entre as acusações, que ele nega, claro.

  • De Rosis

    Oi Janca…
    Qual é novidade no texto acima? Isto, infelizmente já é um fato “normal” em nosso meio político.
    As negociatas, as elevações (e que elevações) de valores das obras, os desvios de verbas, o alto custo Brasil em tudo, tudo isto é “normal”, na realidade a corrupção está tão intríseca no país que nada mais surpreende, daqui a pouco descobrem que a Dilma está envolvida.
    E a FIFA? O sr. Jérôme Valcke já sabia de tudo isto e que poderia acontecer a qualquer momento, agora a entidade é investigada em “n” países por corrupção.
    Creio que esta será a pior Copa do Mundo já vista, temos sérios problemas de infra em todos os estados, até nos mais desenvolvidos, nem com 300 PACS daria jeito, pois sempre desviam as verbas para outras coisas.
    Então Janca, onde está a novidade? Será que eu estou pessimista demais?
    Abraços…

    • janca

      Pessimista também ando… O interessante é que a Fifa e seu secretário-geral já davam como certas duas saídas de ministro quando o governo brasileiro insistia que eles ficariam lá. Mas dava pra sentir que não teriam muito fôlego. Não sei se teremos a pior Copa, não, mas certamente uma Copa com alto custo e um legado muito pequeno perto daquele que poderíamos ter. Grande abs. Janca

  • Johannes

    Bom Dia João Carlos,
    é a costurocracia ganhanda da meritocracia, e o país perdendo com essa maneira de fazer política e com a postura dessas pesssoas que assumem essas pastas.
    Mudando um pouco de tema, creio que a decisão do STF em favor do CNJ foi favorável a sociedade e uma vitória da cidadania, placar bem apertado é verdade 6 x 5…Espero que a Sra. Eliana Calmon e a instituição CNJ recebam apoio da sociedade, pois muita gente quer ver o CNJ esvaziado ou desmoralizado….

    • janca

      Oi Johannes. Bom dia pra você, boa tarde já. É, a decisão foi aperdada, mas pelo menos foi favorável à sociedade, também achei e fiquei contente com o resultado. Tenho gostado do trabalho da Eliana Calmon. Grande abraço, João Carlos

    • janca

      E tenho achado a Eliana Calmon muito corajosa, Johannes. Abs. de novo, João Carlos

      • Johannes

        Pois é João carlos,
        e é importante que a instituição seja abraçada, incentivada e conhecida pela sociedade , pois quando a Eliana Calmon não estiver a frente do CNJ é preciso que o fortalecimento da instituição continue, e que quem estiver no seu lugar também cumpra com o seu papel. Imaginemos se fosse um individuo sem compromentimento que estivesse a frente do CNJ ?
        Infelizmente se fizermos uma pesquisa no centro das grandes cidades, constataremos que a maior parte dos cidadãos nem sabe do que se trata o CNJ.
        PS. Desculpe fugir do tema central da postagem.

        • janca

          Não fugiu, não, Johannes, está dentro do tema, sim. Abração, João Carlos. PS. Concordo que lamentavelmente poucos sabem mesmo o que é o CNJ e a importância que ele tem. Ou deve ter.

  • WALDEMAR CRUZ

    E O ROMÁRIO? DERAM UM CALABOCA NO BAIXINHO. O PEIXE FOI FISGADO. SERÁ QUE ESTE PEIXE CUSTOU QUANTO? ERA UMA ESPERANÇA, MAS PARECE QUE COMO TANTOS OUTROS ERA FOGO DE PALHA. E O GAROTINHO QUE DISSE QUE IA DETONAR O RICARDO TEIXEIRA? O GAROTINHO É O POLITICO TÁ.

    • janca

      Ah! Garotinho é Garotinho… E Romário, agora que o Ronaldo virou escudo do Teixeira, parece que mudou um pouco, não? Talvez seja apenas impressão, não sei, vamos esperar mais um pouco… Abs. Janca

  • ANDERSON
    • janca

      Mal. Abs.

  • Vinicius

    Janca,

    Outro dia debati com você a questão dos haitianos, discordando, e hoje venho pra falar que concordo 110% com seu post.

    O que me enoja e inconforma, mais do que a própria perpetuidade da corrupção e a continuidade discarada, é a demissão dos ministros motivada por corrupção ser dada como o encerramento dos casos.

    Te entendo, mas fico triste em ouvir que protestar também cansa. Faltou o “sozinho” na frase… Acredito que se a imprensa se unisse mais, da esportiva às colunas de fofoca, talvez chegássemos a uma mobilização social…

    Sou no geral contra badernas generalizadas, como as que são feitas na USP, onde estudo. No entanto, pra tudo aquilo que é justificável, como seriam protestos grandes e organizados, que surtissem algum efeito contra essa política absurda do país – que visa única e exclusivamente a perpetuidade no poder, desde a aceitação da corrupção generalizada até “políticas sociais” que só distribuem e não cobram nada (não me entenda errado, estou criticando o modelo e não a ação em si!!!) – seria totalmente a favor.

    A imprensa precisa se unir pra que a população faça o mesmo. Infelizmente, dada a perpetuidade da péssima qualidade da educação no país, o povo é incapaz de fazê-lo com suas próprias forças, e quem seria capaz se sente impotente em termos de disseminação de suas idéias.

    Belo texto… E não perca a esperança… nós não temos esse direito, rs…

    Grande abs

    • janca

      Oi Vinicius, valeu pelo comentário. Sabe que acho que a imprensa até que protesta bastante? Se não fossem alguns veículos de comunicação haveria ministro que saiu atolado por denúncias de corrupção que ainda estaria lá. Mas tenho a mesma impressão que você. Sai o ministro e a gente não sabe a quantas andam as investigações, se é que andam, como se a “simples” saída fosse uma solução. Também sou totalmente contra a baderna generalizada, mas em alguns casos, ainda mais com as novas tecnologias de comunicação, perde-se o controle _para o bem ou para o mal. Veja o caos em que está o Egito. Houve a revolução, a revolução da revolução e agora? E a Síria? Enfim, valeu pelo comentário, grande abraço, Janca

  • Oliveira

    alô corinthianos Douglas está voltando ao lugar que nunca deveria ter saido ok. Abraço.

MaisRecentes

Os preços da Seleção



Continue Lendo

O título do Timão



Continue Lendo

Tricolor acuado



Continue Lendo