Nuzman e as loterias



A divisão dos recursos da Lei Piva tem causado polêmica entre presidentes de confederações esportivas, boa parte insatisfeita com a gestão Carlos Arthur Nuzman, que usaria a verba como forma de manipulá-los e mostrar poder.

Pelo menos seis confederações têm batalhado para marcar uma assembleia e discutir a divisão da grana, criando critérios que especifiquem qual porcentagem caberá a cada entidade.

Questionam também a parte que cabe ao Comitê Olímpico Brasileiro, definida arbitrariamente por Nuzman, presidente do próprio COB, e a que vai para um fundo de reserva.

Idealizada pelo ex-senador Pedro Piva, a lei das loterias destina uma parte de sua arrecadação para o esporte olímpico brasileiro.

Quando Agnelo Queiroz assumiu o Ministério do Esporte no primeiro governo Lula, o COB passou a chamar a lei de Agnelo/Piva, o que descontentou o ex-senador mas ganhou pontos com o então ministro.

Nuzman tornou-se muito próximo de Agnelo e Orlando Silva, que sucedeu o primeiro na pasta de Esporte, mas se afastou dos dois depois que começaram as denúncias de corrupção no ministério.

Também se afastou de João Havelange, que vivia homenageando sempre que tinha oportunidade, já que o ex-presidente da Fifa, abalado por denúncias de corrupção, saiu de cena pedindo desligamento do COI.

As relações de Nuzman, que acumula a presidência do COB com a do Comitê Organizador Local para os Jogos de 2016, com a Rede Globo não são as mesmas desde que a Record ganhou a disputa para transmitir a Olimpíada de Londres, que acontece ainda em 2012, e dos Pans de 2011 e de 2015.



  • Cláudio

    Divisão normalmente tem um quê de subjetivo. Um ano confederação X precisa mais, no outro a Y, sempre vamos ter contentes e descontentes só que o critério ficar nas mãos do COB dá muito poder ao seu presidente. Sou a favor de um plano C, porque se ficar para as confederações decidirem vai ter bagunça e nunca vão chegar a um consenso.

    • janca

      Você tem razão, tem um quê de subjetividade mesmo, mas não entendi qual seria o tal plano C. Abs.

      • Cláudio

        Seria alguém externo às confederações e ao COB, até podia ser alguém do governo que definisse isso. Não o COB, cujo presidente é eleito com o voto dos presidentes de confederações.

        • janca

          Do jeito que o governo vai, Cláudio, não sei se seria a melhor opção. Ainda assim acho melhor do que ficar com o COB, até porque o governo não depende diretamente das confederações, o COB sim, tem uma relação intrínseca com elas. E lembrando que se trata de verba pública. Dinheiro da loteria é dinheiro público. Então o próprio governo criar uma instância que legislasse sobre a distribuição da verba pode ser uma alternativa. Ou de repente encontremos um plano D, um plano E. Só não dá pra continuar do jeito que está. Abs.

  • Maurovski

    Há um vírus que está entranhado nesse povo todo: dirigentes esportivos, políticos, “líderes” de qualquer entidade, chefes de estado, de empresas, qualquer chefe, etc… (Nuzmans, Havelanges, Teixeiras, Malufs, Lulas, FHCs, Sarneys, etc…a lista é longa). Esse vírus, mistura a busca por poder e riqueza e torna essas pessoas intragáveis, inúteis ao país, ao povo (claro! que vai ter uma exceçãozinha de ações aqui e acolá, mas não justifica todo o resto). Esse vírus se chama falta de caráter. E sem caráter, não se tem a retidão dos atos, a justiça das intenções, muito menos, a vergonha de ser desonesto.

    • janca

      Eu iria para outro viés. A questão do poder e do ego. A vaidade. Repare que no caso dos dirigentes esportivos eles têm um apego ao poder muito grande e não largam o osso. Rotatividade no poder quase não existe, veja o caso do Ricardo Teixeira que preside a CBF desde 1989. E não é o único. Nas confederações esportivas há dirigentes que simplesmente não saem e os colégios eleitorais são facilmente manipulados porque dependem de quem está no poder. É o caso da Lei Piva, cuja distribuição das verbas cabe ao próprio COB. Abs.

      • Maurovski

        É verdade. Você tem razão nessa questão do “eu”. No fundo todos querem ser Reis. Ter tudo que um reinado possui. Querem ser soberanos, com direito à arrogância e dominação que são conferidas aos abosolutistas. Sem esquecer os puxa-sacos de plantão, vide o presidente da ABF (Academia Brasileira de Filosofia), que nem merere ter seu nome publicado aqui, de tão “moderno” que é. E como Reis, só querem sair depois de mortos, pelo visto. Mas o assunto é a Lei Piva, e sobre ela penso que o melhor talvez fosse um critério técnico-histórico, utilizando um ranking de todos os jogos olímpicos, para-olímpicos, pan, mundias, etc…algo assim. Que se fizesse uma revisão a cada ciclo olímpico. Para sair da subjetividade e ir para valores mensuráveis e claros.

        • janca

          Essa ideia é boa. Levar em conta uma série de critérios, inclusive o potencial de desenvolvimento olímpico e a exigência de projetos bem fundamentados para cada modalidade e cada confederação. A Confederação Brasileira de Lutas, por exemplo, com as lutas livre e greco-romana, por exemplo, poderia ser mais explorada e melhor aproveitada. Desde que com projetos sérios. São lutas olímpicas, não MMA. Abs.

  • Paulo Cezar

    Esse site / jornal Lance insiste em desrespeitar totalmente a quinta maior torcida do país.

    Faz uma campanha sórdida e repetitiva para desestabilizar o cruzeiro e facilitar a vida do Corinthians em toda sua falta de ética.

    Montillo é ídolo no Cruzeiro e não há nada que vocês possam falar que mude isso. A torcida não ficará contra ele. O cruzeiro nunca teve 10 % dos problemas de atrasos de salários de clubes do RJ ou mesmo de SP, inclusive Corinthians.

    Se há um clube que cumpre seus compromissos é o Cruzeiro, junto com São Paulo e inter. Vocês sabem disso, e mesmo assim fazem terrorismo.

    Vocês são uma vergonha para o jornalismo desportivo. Se querem cuspir na cara de uma das maiores torcidas do Brasil, fiquem a vontade, com certeza será ótimo para o negócio de vocês !

    • janca

      Tá aí seu desabafo, mas nunca cuspi na cara de ninguém, muito menos da torcida do Cruzeiro. Abs.

      • amendogabaa

        Protesto justo , porém feito no lugar errado. Parece um missionario gritando na rodoviária, ninguém prestará atenção.
        Não se esqueça da campanha Lance contra o fla, com o thiago neves

    • Rafael Enes

      Meu amigo Paulo Cesar, como torcedor do Cruzeiro compartilho de sua revolta, sinto a mesma coisa que vc, que a um desrespeito e uma campanha sordida por tras dessas reportagens.
      Mais acho que aqui não e lugar de protestar, pois acesso o site por conta do Janca, do Perdigão e do André que são colunista respeitados, e tem credibilidade, quanto as matérias faça como eu não leia.
      Um abraço

      • janca

        Fala Rafael, vocês têm o direito de protestar, sim. Confesso que tenho acompanhado o noticiário sobre o Montillo, acho que é a ele que você se refere, não?, mas lendo um pouco em cada jornal (e em jornais paulistas). O foco é o Corinthians, por isso talvez a impressão de que haja uma campanha contra o Cruzeiro, uma campanha para tirar o jogador de lá e trazê-lo para São Paulo. Não sei se de fato existe isso, talvez inconscientemente, até gostaria de entender melhor o porquê de vocês estarem com essa reclamação. Porque já vi muito rubro-negro reclamando que a imprensa está criando crise no Flamengo, quando a crise é evidente, não é campanha contra, o técnico brigando com o vice de finanças, os jogadores reclamando da diretoria, faltando à reapresentação… Que a coisa não anda muito boa pro lado da Gávea não anda. Abração, Janca

        • Rafael Enes

          Janca boa tarde! Me refiro as noticias sim, entendo seu ponto de vista, somente acho que a impressa deva ser imparcial, somente isso e o tom das reportagens não demonstram isso.
          Mais obrigado por responder, otimo trabalho o seu, Um abraço é fica com Deus.

          • janca

            Valeu Rafael. E sempre que quiser colocar seu ponto de vista aqui, passar informações do Cruzeiro ou do clube que você achar que está sendo injustiçado, fique à vontade. Abração e fique em paz, João

  • Emerson

    O Ary da Graça, do vôlei, tá de olho no lugar do Nuzman. O Juca tinha dito que o Nuzman vai sair porque o COI não quer que ele continue no COB. Vai ter que fazer o sucessor.

    • janca

      Oi Emerson, que eu saiba não foi bem isso o que o Juca disse (ou escreveu) não. O COI estaria fazendo pressão para o Nuzman ficar apenas com o comando do Comitê Organizador Local dos Jogos de 2016, não com acúmulo de função presidindo também o COB. Não afirmou, que eu saiba, categoricamente que o Nuzman vai sair do COB. Em relação ao Ary Graça ele também tem outra função internacional no vôlei além de presidir a CBV. Mas de fato não é de hoje que está de olho na presidência do COB. Tanto que, quando as relações do Nuzman com a Globo estremeceram, tentou se aproximar da emissora e montar projetos para outras confederações que pudessem formar um movimento de oposição ao atual presidente do COB. Abs.

  • Johannes

    Boa Tarde João Carlos,
    Como disseram você e o Maurovski, egoísmo, desonestidade, vaidade, cobiça são elementos presentes na nossa política, nas nossas autoridades e no nosso esporte. Receita para o fracasso de um país, que segundo uma ONG mexicana têm 14 das 50 cidades mais violentas do mundo. Um abraço.

    • janca

      Essa informação eu não tinha _sobre termos 14 das 50 cidades mais violentas do mundo… O Marcos, goleiro do Palmeiras, que disse numa entrevista que no interior o pessoal tem medo de assombração, nas cidades grandes, medo de gente viva mesmo. Os vivos de fato assustam mais… Abração procê, João Carlos

      • Johannes

        A ONG mexicana se chama Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal , e Colômbia, México e Brasil ganham esse destaque negativo no levantamento que leva em conta o número homicidios por habitante, …embora o estudo seja contestado por algumas autoridades, alguns estudiosos da violência apontam coerência nos dados levantados…Grande abraço.

        • janca

          Valeu pela informação, vivendo e aprendendo, Johannes. Imaginei que o México estivesse entre as mais perigosas, Colômbia também e o Brasil não me surpreende. São três países ligados, direta ou indiretamente, às drogas _traficantes. Uma questão de Estado. Abração e bom dia pra você, João Carlos

  • sandrofla

    Acreditemos que os caras se sentarão a mesa de negociações despidos de maiores interesses e negociarão uma divisão justa e satisfatória a todos.
    Como dizia Paulo, o apóstolo: crês isso?
    Abraço Janca.

    • janca

      Não, Sandro, definitivamente não creio nisso. E sei que você também não _rs. Nossos dirigentes, nossos dirigentes… Abração, Janca

  • ricardo manchester

    Bme vejo,um certa birra,dele ,que primeiro o NUzmann,ama o poder enão larga o osso,e temer nãoa ndar com Havelange,ele tem esqueletos no ármario taão grandes quando o sr,Ffa,menos nuzmann,vi o nascimento do voley,,desde onte se hospedavam, no hotel argentina proximo ao aterro.vi jogos vi acaompanhei a história.e muitas histórias.

  • Fogão sadio

    nuzmann é o ‘ricardo teixeira do cob’………

    • janca

      Mas o Nuzman sabe lidar melhor com a imprensa, tem mais carisma do que o Ricardo Teixeira e é menos alvo da mídia, que foca as atenções no futebol e na CBF quando se trata de bastidores. Nada tenho de pessoal contra Nuzman ou Teixeira, pelo contrário, em relação ao Nuzman sempre me tratou muito bem, o que não quer dizer que eu considere que ele deva continuar no COB. Acho que deveria ter saído faz tempo, defendo a rotatividade do poder, ele sentou no trono e não sai, assim como Teixeira na CBF. E não acho que deveria comandar o Comitê Organizador Local dos Jogos de 2016 depois do fiasco do Pan em termos de legado e estouro de orçamento. Abs. e bom dia pra você, Fogão

  • Guto Nejaim

    Grande Janca! Q bom poder falar com vc por aqui, amigo! Deixei meu e-mail aí pra vc poder, quando tiver um tempo, escrever e contar as novidades! Saudade de vc, irmão! De qualquer maneira, ainda tenho aquele e-mail do canal, ok? Abração!

    • janca

      Grande Guto! Parabéns pelo seu brilhante trabalho na TV. Volta e meio escuto o amigo em alguma transmissão do Sportv, exibindo os gols da rodada, passando informações, o Sportv está cada vez melhor. E ficou melhor ainda após minha saída _rs. O pior é que é verdade. Ou o melhor, já que sou telespectador assíduo do canal. Abração e vou te escrever sim, Janca

MaisRecentes

Santos em SP



Continue Lendo

Fuga de patrocínio



Continue Lendo

Verdão vai às compras



Continue Lendo