Rinha



Já que hoje é dia de MMA no Rio e eu sigo contra a atividade, um internauta que também é contrário à sua prática sugeriu que eu visse o filme “Rinha”, que trata do submundo do antigo vale-tudo. No filme literalmente vale tudo.

Confesso que não vi porque não tenho estômago, mas na troca de e-mails com quem defende o MMA e com quem é contra o esporte aprendi alguma coisa. De uns recebi só agressões, mas de outros não. E mesmo com posições divergentes as pessoas podem se entender, o que é ótimo. Desde que se tratem com respeito.

Ainda quero compreender melhor o universo das artes marciais mistas, saber o que pode levar alguém a praticá-las, pois não é só por dinheiro que os lutadores sobem ao octógono, não, observar o papel da mídia que já entrou com tudo no jogo pois há público, patrocinadores e muita grana rolando, as mensagens que o “esporte”, que sigo colocando entre aspas, passa à sociedade, enfim, assunto não falta.

Conversei com lutadores, jornalistas, médicos _neurologistas têm alertado para os danos que o MMA, assim como o boxe, costuma provocar_, sociólogos e psicanalistas sobre a modalidade e minha impressão segue a mesma. A de que evoluímos muito pouco da Antiga Roma para cá. E a de que boa parte dos lutadores é vítima. Deles próprios, dos organizadores, da plateia, da TV, dos  jornais e da sede de sangue que move a humanidade. Para onde, não sei.



  • nilú

    Bom dia João

    Eu li na Folha de São Paulo, que o Eike Batista vai formar os “galos” para o MMA, não da para entender, ou tem algo que não estamos realmente vendo por trás disso. Comentário infantil, mas sempre achei que ele tem cara de pessoa ruim, impressão minha, só minha. Um bom dia.

    • André

      Não é ser bom ou ser mau. MMA é violência pura e agora tem a Globo por trás porque dá audiência. Reparem que a transmissão do UFC começa às 2h da manhã. É porque até a Globo sabe que não é exemplo pra ninguém.

      • janca

        Ah! André, esqueci de responder pra você, desculpe. De fato o “Globo Esporte” não exibiu de um dos UFCs as cenas mais impressionantes pois poderiam chocar quem estivesse vendo TV à tarde, mas o MMA tem aparecido direto na programação da Globo, Ana Maria Braga entrevistando atletas, novela das 21hs com lutadores, enfim, é uma tendência sem volta por alguns anos, assim vejo eu. Mas sites e jornais não são diferentes. Páginas e páginas sobre os atletas, as rivalidades, o treinamento, as competições… Abs. Janca

    • janca

      Nilú, bom dia pra você, já quase boa tarde. Pelo jeito não é só o Eike Batista que vai investir, li que o Nizan Guanaes também, são empresários, acho legítimo. O que questiono ainda é a essência do “esporte”. Conversei com alguns lutadores, por exemplo, o que eles têm que fazer para competir _e começam por baixo, em torneios amadores_ é impressionante. Lesões a curto, médio e longo prazo parecem inevitáveis, lamento por eles. Fico até com pena, porque eles viram os galos da rinha, fico contente que alguns consigam ganhar bem, respeito os lutadores, mas é um universo _o do MMA_ que tende a seguir crescendo muito. Como o BBB. Tempos modernos, tempos antigos.

    • Boa noite amigos, seguem sugestões de leitura postadas em meu blog

      São Paulo anuncia contratação de Jadson, o novo camisa 10. tec-saopaulo.blogspot.com/2012/01/sao-pa…

      Campeonato Espanhol – Valencia vacila em casa e perde para a Real Sociedad. http://torcidaec.blogspot.com/2012/01/valencia-vacila-em-casa-e-perde-para.html

      Campeonato Português – Colombiano resolve e Porto vence Rio Ave no Dragão. torcidaec.blogspot.com/2012/01/colomb…

      Campeonato Italiano – Com jogo empatado e sob forte chuva, arbitragem suspende Catania x Roma pelo Italiano torcidaec.blogspot.com/2012/01/com-jo…

      ampeonato Francês – Montpellier vence Olympique de Lyon e segue na perseguição ao líder PSG. torcidaec.blogspot.com/2012/01/montpe…

      Campeonato Francês – Brasileiro Nenê marca duas vezes e PSG se mantém na liderança. torcidaec.blogspot.com/2012/01/brasil…

      Campeonato Português – Benfica leva susto, mas com dois gols de Cardozo vira e goleia Vitória de Setúbal. torcidaec.blogspot.com/2012/01/benfic…

      Campeonato Espanhol – Real Madrid sofre, mas vira pra cima do Mallorca e mantém vantagem na liderança da Liga BBVA. torcidaec.blogspot.com/2012/01/real-m…

      Campeonato Espanhol – Espanyol arranca empate no Ramon Sanchez Pizjuan e aumenta crise no Sevilla. torcidaec.blogspot.com/2012/01/espany…

      Campeonato Inglês – Mesmo com um a menos, Blackburn passa por Fulham e deixa zona da degola na Premier League. torcidaec.blogspot.com/2012/01/mesmo-…

      Campeonato Inglês – Aston Villa sai na frente na estreia Robin Keane, mas cede empate ao Everton no Villa Park. torcidaec.blogspot.com/2012/01/aston-…

      Campeonato Inglês – Com gol do artilheiro Steve Morison, Norwich bate West Brom fora de casa. torcidaec.blogspot.com/2012/01/com-go…

      Campeonato Inglês – Liverpool empata com Stoke City e se distancia das vagas na Liga dos Campeões. torcidaec.blogspot.com/2012/01/liverp…

      Campeonato Inglês – Tottenham empata com ameaçado Wolverhampton e aborta chegada à liderança. torcidaec.blogspot.com/2012/01/totten…

      Campeonato Inglês – Lampard faz gol ‘sem querer’ e Chelsea vence Sunderland no sufoco. torcidaec.blogspot.com/2012/01/lampar…

      Campeonato Inglês – Manchester United vence Bolton e empata na liderança com rival City. torcidaec.blogspot.com/2012/01/manche…

      • Fabrício

        Que mala! Seu blog é muito chato, Lucas Luís. Aproveitar o blog de outro pra fazer propaganda é feio. Porque o blog do Janca tem reflexão, o seu não tem nada. Recomento que não leiam seu blog pois é péssimo, recorta e cola, recorta e cola. Mala, mala, mala.

  • Fábio

    Bom ver que alguém está disposto a estudar o assunto, conhecer melhor. O MMA tem coisas boas e coisas ruins como a maioria dos esportes. A preocupação com a saúde dos atletas aumentou. Antes era vale-tudo sem luvas. Tem mais proteção agora. Bom você comparar ao boxe e criticar os dois (pelo menos coerente da sua parte). Muita gente condena um e não condena o outro. Com a Globo na parada todo mundo noticia. O jornal para o qual você escreve também.

    • janca

      Tem razão, Fábio, o jornal para o qual escrevo também tem dado bom espaço para o MMA. E outros também, como a “Folha”, que criticou em editorial mas noticia porque o público quer saber o que acontece. Mas até sobre o comportamento da imprensa tenho minhas dúvidas. A mídia em geral suga as pessoas até não poder mais e depois as descarta de uma hora para outra. Não estou dizendo que isso é certo ou errado, apenas uma constatação. Sei lá… Bom sábado, Janca

  • Claudio

    Boa tarde Janca..Eu tambem sou contra esse esporte violento,imagina parara pra ver esse eveneto,pior ainda as duas da matina,ta louco..Por que morre esse esporte,agora estão inventando classico e misturando futebol com essa arte…Isso não vai acabar bem e dona Globo incentiva esse evento…Violencia chama violencia,passei em algumas redes sociais e ja vi gente ignorante querendo marcar briga pelas comunidades,isso é o fator chefe pra se chegar aos caos,a dona Patricia Amorim em vez de arrumar a casa fica inventando esse tal de Aldo..

    • janca

      Oi Claudio, desculpe responder só agora, mas também acho que violência gera violência. Mas como a modalidade tem muito público, muita audiência, parceiros comerciais, patrocinadores, mídia, enfim, a tendência é ganhar cada vez mais força. O que acho uma pena. Abs. pra você, Janca

  • Claudio

    Onde a dona Patricia amorim anda que quando as coisas pioram ela desaparece,sera que ela estara presente nesse evento de galo de brigas

    #forapatriciaamorim

  • Fogão sadio

    Bom post Janca. Concordo c/ vc, tbém não considero o mma um “esporte” não, acho uma bobagem e desnecessário….Não gosto e muito menos assisto e/ou acompanho. Audiência p/ esses caras jamais…………..

    • janca

      Valeu, Fogão. Abs. pra você, Janca

  • Luciano

    Janca, achei seu post muito infeliz. As pessoas são devidamente treinadas para qualquer situação dentro do ringue/octógono. Há um acompanhamento médico sério e todos os árbitros são orientados para conduzir a luta de forma que não haja nenhuma lesão grave por parte dos lutadores. Hoje há pelo menos trinta regras dentro do MMA que impedem golpes que possam causar danos mais sérios aos lutadores. Procure entender mais sobre a luta porque como jornalista com capacidade para ser formador de opinião não é correto se posicionar contra um esporte sem tê-lo estudado a fundo. Se conhecer bem os profissionais verá o trabalho que todos tem de desvincular a imagem de violência do esporte.

    • janca

      Não é bem assim, Luciano. Converse com neurologistas, por exemplo, vejam o que eles têm a dizer com as seguidas pancadas na cabeça. Veja os principais atletas o número de lesões e operações a que já foram submetidos. E lesões graves acontecem, sim, tanto que há lutadores que têm de ficar pelo menos seis meses longe do octógono por conta dos seguidos golpes que levaram na cabeça. E se você não acho o MMA violento… Opinião sua, direito seu. Eu acho. Abs.

      • Fabrício

        Janca e Luciano, o MMA é um dos esportes que mais mata na atualidade. As mortes não são em cima do octógono, são na preparação. Vinte e seis atletas de MMA nos Estados Unidos na faixa de 30 a 40 anos tiveram problemas de coração ou câncer no pâncreas ou no fígado. Doze morreram no ano passado. Eles tomam todas as drogas possíveis para crescer, tudo possível para perder peso, às vezes 10 quilos num dia só, depois ganham 10 quilos pra luta, é um esporte que faz mal à saúde de todos. Não só pelas pancadas na cabeça.

  • junior

    QUE FRESCURA SE NAO GOSTA NAO ACOMPANHA E NEM COMENTA PO..
    VAI ASSISTIR BALE FRESCO.VE NO MMA QUANTOS JA MORRERA NO RIQUE 1 E NO AMADOR EUA
    E NO FUTEBOL QUANTOS E LEMBRO UNS 5 ENTAO FICA QUIETO DU ASSUNTO QUE VC NAO SABE.

    • Fabrício

      Fora do octógono tá morrendo um atrás do outro. Nos Estados Unidos 26 tiveram câncer de fígado ou pâncreas por causa das drogas que tomam para crescer, ganhar e perder peso ou sofreram ataque cardíaco no ano passado. Todos entre 30 e 40 anos de idade.

  • Fogão sadio

    Quem não curte essa bobagem aí d mma é soh não assistir. Desliguem a tv ou sintonizem outro canal…simples!!

  • Everton Martins

    Existe leis contra quem apoia briga de galo, cachorros e animais em geral, mas as pessoas apoiam lutas sangrentas entre pessoas……muito dificil de entender…..

    • junior

      fresco bibibibibi homosexual dectetado.

    • janca

      Também acho, Everton. Mas se você pensar que o MMA gera muuuita grana aí passa a ser mais fácil de entender. Dizem que é o “esporte” que mais cresce no país… Abs.

  • Boa tarde Janca, novamente um belo post!
    Apesar de ser um amante de arte marciais e boxe… respeito a sua opnião!
    No momento o MMA esta tendo repercução no Brasil por um simples motivo, temos lutadores de alto nivel, como José Aldo Jr., Anderson Silva, Lyoto Mashida, Cigano, Vitor Belfort, Wanderley Silva, Minotouro e Minotauro, entre muitos outros e por este motivo o esporte tende a crescer muito pois temos vencedores no esporte! Da mesma forma só que na contra mão é a Fórmula 1, que esta ficando sem audiencia devido ao fraco desempenho dos atletas brasileiros. O voley no brasil foi assim, virou sensação somente depois das vitorias, o basquete da mesma forma, ou seja, o brasileiro gosta de ver seus semelhantes vencendo, independente do esporte, porem concordo com você quando diz que tempos modernos e tempos antigos se assemelham muito, pois apesar de sermos vitoriosos o ser humano tem a tendencia a gostar de violencia, exemplo é a fama de artistas como Arnold Schawszeneger, Bruce Willes, etc…. astros de filmes de ação com muita violencia!
    Mas o esporte evoluiu e esta evoluindo procurando novas regras e sempre o bem estar do atleta, faço o pedido Janca que você acompanhe mais o esporte e sei que esta fazendo isso, e vera que apesar de ser um esporte de muito contato e certa violencia, os riscos são mais calculados que em muitos esportes!
    Mesmo assim respeito sua opnião!
    Belo post, grande abraço Janca!

    • janca

      Oi Evandro, obrigado pelo comentário e pela maneira como você se expressou. Com muita educação e respeito. Temos opiniões diferentes sobre o MMA propriamente dito, mas concordo com sua explicação. O povo brasileiro parece carente de ídolos e há muitos lutadores brasileiros vitoriosos no mundo do MMA. Isso atrai a atenção do público. E o pessoal gosta mesmo de violência, seja no ringue, no octógono, no cinema, na TV, nos games da criançada… Sobre as regras de fato elas são importantes e têm aumentado, não é mais como antigamente quando os lutadores “brigavam” sem luvas. E o MMA era conhecido como vale-tudo. Grande abraço pra você também e desculpe a demora para responder, Janca

      • Fabrício

        MMA mata na preparação. Muita droga que causa câncer de fígado ou pâncreas e problemas de coração. Vem pesquisa boa por aí nos EUA.

  • Darcy

    O Fato de um jornal noticiar um evento não significa que concorde com ele.
    Todos os dias são noticiados roubos,assassinatos,tragédias,etc…e isso não quer dizer que os jornais concordem com esses fatos.
    Esse MMA é mesmo o fim da picada!!!!!É o BBB com soco na cara ,sangue e muita violência.
    As audiências desses dois “eventos” é o retrato desse mundo decadente.

    • janca

      E a “Folha” já colocou em editorial, por exemplo, que é contra. Mas como virou febre está todo mundo noticiando. E ao noticiar acaba atraindo mais público. Parece a história do ovo e da galinha… O público (leitor) tem interesse no assunto, a imprensa vai atrás, ganha audiência e a audiência aumenta ainda mais. Enfim, BBB com soco na cara virá mais tarde, pois o MMA será exibido num reality show, como já fazem nos EUA, também no Brasil. Abs,

  • Darcy

    Correção:
    As audiências desses dois eventos SÃO o retrato……..

  • Marcos

    Democracia! Quem não gosta não assiste, nem perca tempo comentando. Se estão sem assunto, leia alguns jornais. Nesta hora estará passando diversas coisas na TV, Rodrigo Faro, Mega Senha, filmes etc.

  • walter felipe

    estamos voltando para roma antiga,que venha os gradiadores.
    isto e uma vergonha de esporte

    • janca

      E os lutadores já ganharam o apelido de gladiadores mesmo. Gladiadores do terceiro milênio.

  • Lígia Maria dos Santos Carvalho Lopes

    Concordo com vc!!! Rinha,lutas(qualquer uma),também não vejo como esporte!! Pessoas se socando, se ferindo…. é o ser humano!!Enquanto evolui em algumas áreas, em outras involui!!(principalmente se tiver grana no meio).Fico triste com isso! Abraços

    • janca

      É, quanto mais grana envolvida, mais complicado fica. E perigoso… Abs. e bom domingo pra você.

  • Helder

    Eu acompanho, não sou fanático como a maioria, detesto rinhas e coisas do tipo, não me acho melhor ou pior por gostar de UFC, lá só tem maiores de idade, vacinados e extremamente treinados para lutar, o problema são as competições clandestinas acho.

    Acho que lutar faz parte da natureza humana, por isso atrai tanta atenção e mídia, até de quem diz abominar a prática.

  • Renato

    Janca, essa selvageria não tem, rigorosamente, NADA a ver com artes marciais.

    Chamar isso de artes marciais é uma desinformação e uma ofensa ao nobre espírito das artes marciais.

    Qualquer autêntico artista marcial vai concordar comigo.

    Comecei a praticar jiu-jitsu aos 15 anos com professores egressos da Academia Gracie e hoje tenho 67.

    Embora tenha abandonado a prática há muito tempo, conheço a filosofia e a intenção, que é sempre de defesa pessoal e nunca de ataque e demonstração desse machismo nojento e ultrapassado. O próprio Hélio Gracie se revoltou quando viu a coisa degringolar.

    Num momento em que o mundo clama por paz e entendimento o aparecimento dessa praga é de revoltar qualquer pessoa com um mínimo de bom senso.

    Mas níveis de consciência são níveis de consciência.

    Só espero que eles só se aleijem e matem entre eles.

    Quanto a isso vai ser uma boa maneira de contribuir pra um mundo melhor: nos livrando dessa raia miúda.

    Um abraço e parabéns.

    PS-Quanto às ofensas que você recebe dos que defendem essa prática, acho que não poderia esperar outra coisa. Eles não têm capacidade pra nada melhor do que isso.

    • janca

      Oi Renato, é por essas e outras que eu defendo artes marciais como o jiu-jitsu e sou contra o MMA. Era vale-tudo, mas o próprio termo ficava forte demais, mesmo que o antigo vale-tudo também tivesse regras. Artes marciais mistas soa mais moderno… Mas eu não consigo torcer para ninguém se machucar, aliás tendo a torcer sempre pelo mais fraco seja no futebol, seja em basquete, enfim… Mas ver essas lutas e tanto sangue acho complicado, como deve ser complicadíssimo para a maioria subir no octógono, ver seu adversário vencendo, enchendo seu rosto de hematomas e depois dizendo que foi Cristo quem venceu. Que a vitória é Dele. Abs.

  • BATISTA

    Bom dia Janca:
    Olha eu não consigo ver esse esporte como exemplo de educação. Talvez seja por isso que nas escolas até meninas já estão saindo no tapa. Mas infelizmente, esse esporte já esta sendo associado por grandes clubes de futebol. infelismente.

    • janca

      Como você também não vejo como exemplo para a criançada, Batista. Abs.

  • Fabrício

    Bom dia Janca. Comentei acima, comento aqui outra vez. MMA causa muita morte na preparação. Muita bomba tomam os atletas, muita bomba. 26 tiveram câncer de fígado ou pâncreas nos EUA só no ano passado ou tiveram parada cardíaca. Perdem 10 quilos num dia, recuperam no seguinte, você acha que é saudável? Numa luta ontem, Janca, um brasileiro deu pancada na nuca de outro e o narrador e os comentaristas do Premiere diziam que foram umas duas ou três porradas ilegais então vale. Dá para acreditar? Carnificina pura.

    • janca

      Não tinha e não tenho informações a respeito, mas como disse estou estudando um pouco da modalidade, dos treinamentos etc. etc. etc, à medida em que o estômago permite (rs) e a preparação parece cruel. Quero ver o que os médicos dizem sobre isso… Mas esporte de alto rendimento em geral não é necessariamente sinal de saúde. Se bem que, nesse caso, atingindo fígado, coração etc. etc. etc. a história é muito mais pesada. E cruel. Abs.

  • sandrofla

    Janca e amigos comentaristas deste blog, não consigo enxergar esporte em meio a essa violência toda. Eu já não assistia lutas de boxe pois já as comparava a rinhas de galo ou de cães. A mesma maldade praticada com os animais agora mega empresários praticam com seres humanos que são apaixonados pela violência.
    Janca, televisão vende pornografia e violência e a grande emissora entendeu que pode empurrar tudo isso goela abaixo por meio de seu principal instrumento: suas novelas!
    Lesões irreversíveis e crianças crescendo aprendendo a amar a violência, achando-a emocionante, legal e normal!

    • janca

      Algumas lesões provocadas são irreversíveis mesmo, Sandro. É uma atividade muito cruel, mas que rende dinheiro. Aí está o “x” da questão. Abração pra você, Janca

  • roberto

    >nilú disse:

    >Eu li na Folha de São Paulo, que o Eike Batista vai formar os “galos” para o MMA, não da para >entender, ou tem algo que não estamos realmente vendo por trás disso. Comentário infantil, mas >sempre achei que ele tem cara de pessoa ruim, impressão minha, só minha. Um bom dia.

    Nilú eu também não vou com a cara desse tal de Eike(marido da Luma) Baptista, mesmo que agora agora esteja querendo mudar a sua imagem de pessoa desalmada fazendo caridade aqui e ali.

    Mas voltando ao MMA é claro que a GLOBO vendeu sua “alma” em troca dos enormes lucros que estas lutas vão render à ela. É apologia à violência , ainda que maquiada de “esporte” sadio. E para tentar mudar a imagem da violência intrinseca das lutas, ela vai tentar dar uma rotulagem amenizante da brutalidade e já começa a criar ícones do “esporte” como pessoas normais , tentando desvinculá-los da imagem de brutus. Mas a coisa não vai funcionar por que pessoas vão sair dalí muito machucadas e talvez mortas. É só esperar para ver!

    • janca

      Com a Globo por trás e reality show à vista o “esporte” tem tudo para bombar mesmo, o que acho uma pena. E que há tentativa de mostrar que é feita por bons cidadãos etc. etc. etc. há. Outro dia conversando com um jornalista ele me dizia que não considera MMA esporte mas que como os lutadores são bem casados, bons pais de família, a grande maioria no primeiro casamento, enfim, que isso pode ajudar a mudar a imagem que a modalidade tem para alguns. Como o fato de você nunca ter passado por uma separação ou divórcio ser sinal de boa conduta… E pergunto: Como ele sabe que são bons pais de família? O que é ser bom pai de família? A imagem pública pode ser uma, mas a privada só quem convive pode opinar, não quem está fora… Abs.

  • werner

    Prezados, sou praticante de Karate, faixa preta, há anos. Já pratiquei judo, e sou também faixa preta em Tae Kwon Do. Acredito nas artes marciais puras como ótima forma de cultivar a saúde mental e física e excelente instrumento de educação e formação para crianças e jovens. Por isso mesmo, após acompanhar por muito tempo tanto o UFC quanto seus predecessores e congêneres, como o K1, vejo essa popularização do “show de gladiadores modernos” com crescente preocupação. Acho que há uma série de equívocos e de falta de reflexão cercando o “fenômeno UFC”. Em primeiro lugar, há que se considerar o termo “artes marciais”. De forma alguma, em qualquer dojo respeitável no mundo, se pratica qualquer coisa similar ao que se vê no UFC. Aliás, a apropriação do termo “artes marciais mistas” é em sua essência, indébita. Um título apropriado seria “tecnicas de combate mistas”, pois o que se vê nos octógonos, das artes marciais, é apenas este aspecto, na maior parte das vezes de forma rudimentar, de aplicação prática de técnicas, nada mais que isso. A relativa “cortesia” apresentada por grande parte, talvez a maioria dos lutadores, não basta para conferir “marcialidade” a este universo. Representa profissionalismo, por certo. Cumprimentar o oponente derrotado ou vencedor é o mínimo, mas torna-se totalmente inócuo, se o lutador antes disso encerrou um duro combate correndo em triunfo, saltando sobre o alambrado, “indo pra galera”, gritando guturalmente para as câmeras. Lembremos que o objetivo das verdadeiras artes marciais é muito mais profundo e vai muito além do combate físico, da submissão do oponente, do triunfo sangunário. Essa distorção é na verdade um grande insulto à memória dos verdadeiros mestres, como Kano, Funakoshi, Ueshiba e tantos outros, Acredito que, da forma como se está dando, a popularização do UFC presta um desserviço ao conceito e a toda uma tradição humanista e formativa intrínseca à verdadeira prática das artes marciais. Não podemos deixar que o lucro puro e simples justifique tudo. Alguém tem alguma dúvida de que se começarmos a transmitir imagens de acidentes com mortes reais e ultraviolência, isso não gerará audiência e atenção? Não é questão de moralismo, mas de moralidade. Não é questão de falta de liberdade, mas de discernimento. OSS.

    • janca

      Sensacional seu depoimento, Werner. Grande abraço, Janca

  • Matheus

    Janca, antes de emitir uma opinião forte a respeito disso, é preciso entender porque há pessoas que gostam disso e quais os motivos delas pra isso. O primeiro passo pra entender o MMA de maneira positiva e não como violência é praticando uma arte marcial. Só quem luta consegue compreender a complexidade de estar lutando, o quão difícil é aplicar as técnicas e a beleza da luta em si.
    Outra sugestão que eu dou pra enxergar o MMA de maneira diferente é assistir às lutas do Pride, um finado evento japonês que foi o melhor do mundo até 2006. O público japonês enxerga as artes marciais de maneira completamente diferente dos ocidentais, então a atmosfera do evento é outra, pois o povo realmente entende a complexidade das técnicas e possui uma profunda admiração pelos lutadores, na verdade, uma verdadeira idolatria por eles. Pra se ter noção de como os lutadores eram idolatrados, em uma vitória épica do Minotauro sobre o americano Bob Sapp em um evento realizado num estádio de futebol lotado, 93 mil pessoas aplaudiram de pé a chave de braço aplicada pelo brasileiro, numa demonstração de superação sensacional, pois o brasileiro estava sendo severamente castigado na luta.
    Sou judoca desde criança e entrar num ringue, tatame ou octógono para lutar não é apenas uma questão de derrotar o seu adversário, mas também de vencer a si mesmo e seus próprios medos, receios e limites, o que é uma sensação única para um praticante de artes marciais.
    Além disso, num país em que se cultua ídolos como Adriano e BBBs, lutadores como Minotauro (que foi atropelado por um caminhão na infância e ficou um mês internado), Wanderlei Silva, José Aldo, Cigano e Shogun são com certeza melhores exemplos para as pessoas do que muitos caras que o povo idolatra…

    • janca

      Entendo o que você diz, Matheus, e agradeço as sugestões, mas ainda vejo judô como uma arte marcial completamente diferente do MMA. Completamente diferente. Repare nas lutas de MMA como os lutadores que ganham sobem no alambrado, nem olham para o adversário estendido, com o rosto deformado, a nuca machucada, só depois vão lá dar um alô. E dizem que foi Cristo quem fez isso, quem deformou o rosto do rival. Não todos, claro, só os que atribuem tudo a Jesus. E os danos ao físico, como no boxe, são imensos, especialmente por conta dos golpes na cabeça. Como se fosse um desastre de automóvel. Mas entendo seu ponto de vista, Matheus, e sua observação sobre os japoneses é interessante. Grande abraço, Janca

MaisRecentes

A dívida do Verdão



Continue Lendo

O clima para Rodrigo Caio



Continue Lendo

Timão x Odebrecht



Continue Lendo