A volta do ex-ministro



Orlando Silva, político que largou a pasta de Esporte atolado por denúncias de corrupção, é o nome em que o PCdoB aposta para puxar votos para o partido nas eleições municipais de São Paulo.

A ideia, que nasceu após ele ter deixado o ministério, é que seja candidato a vereador e atue com afinco para viabilizar a candidatura de Netinho de Paula a prefeito.

Mesmo com as denúncias, Orlando Silva também tem sido assediado pelo PT, que já o sondou para montar o programa de Fernando Haddad no tocante a projetos esportivos para a capital paulista.

Lula, que aprecia muito o trabalho do ex-ministro, vê nele um interlocutor do PT, que ainda tenta demover o PCdoB de lançar candidato próprio em São Paulo.

Na campanha paulistana, Orlando Silva deve defender a implementação na cidade de programas idealizados pela pasta de Esporte, como o Segundo Tempo e o Pintando a Cidadania.

Curiosamente os dois foram responsáveis pela saída do ministro, já que recursos da pasta teriam sido desviados para ONGs e empresas de fachada envolvidas tanto com um quanto com outro.

O Segundo Tempo tem como objetivo democratizar o acesso à prática de atividades esportivas, enquanto o Pintando a Cidadania incentiva a distribuição gratuita de material esportivo para comunidades carentes.

Detalhe: o provável candidato e nome forte do PCdoB no esporte de São Paulo responde inquérito no STJ, o Superior Tribunal de Justiça, e deve usar seu espaço na TV e nos palanques para defender sua gestão.

Detalhe 2: Orlando Silva também quer retomar os estudos em 2012 e concluir Ciências Sociais na USP, curso que iniciou em 1998. Não entendo como não foi jubilado…



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo