Ontem e hoje, lá e cá



Trechos de colunas de jornais escritos sobre Istambul e publicados no livro de Orhan Pamuk, Prêmio Nobel de Literatura, que leva o nome da maior cidade turca:

“Estamos cansados de ver toda a praça da cidade inundada cada vez que chove. A quem competir cuidar disso devia disso logo cuidar.” (1946)

“Nossa ansiedade em sermos os primeiros a descer de um barco ou de qualquer veículo é tanta que não conseguimos controlar os passageiros.” (1910)

“É só desistindo de nosso antigo modo de nos comportar nas ruas e nos logradouros públicos da cidade e só obedecendo às leis de trânsito que podemos esperar livrar-nos do caos do trânsito. Mas se alguém perguntar quantos habitantes da cidade sequer sabem quais são as leis de trânsito, bem, aí o assunto muda de figura.” (1949)

“Ontem nevou e alguém na cidade embarcou nos bondes pela frente ou deu qualquer sinal de respeito pelos mais velhos? É com pesar que assinalamos como a cidade esquece depressa as regras da vida educada em sociedade que tão poucos de nossos habitantes de qualquer maneira conhecem.” (1927)

“Especialmente nos anos modernos nossos edifícios “modernos” vêm consumindo como traças os lugares mais bonitos de Istambul.” (1922)

Alguma semelhança com a mentalidade vigente nas principais cidades brasileiras de hoje? Ontem e hoje, lá e cá, o ser humano é o ser humano. Para o melhor e o pior. Vida que segue e que pode ser melhorada. Ótima quarta a todos, João



  • Dani

    Oi João. Preferi ficar de fora da discussão sobre MMA, os defensores desse esporte ou seja lá sua definição não são tão fáceis de lidar, né? Sorte pra você que a conversa não era cara a cara (hehe). Estou com sua posição e a do Maltrapa que fez a pergunta mais certa de todos quando falou do Anderson Silva. Nem ele sabe responder a mensagem do MMA para a sociedade. Mas como você mesmo diz “vida que segue”. Não consegui ler todos os comentários, você sempre ponderado e meio brincalhão em uma resposta ou outra, nunca mal educado. Bjs. Dani

    • janca

      Valeu, Dani. Mas não são os defensores do MMA, o antigo vale-tudo, que são difíceis de lidar. É o ser humano _rs. Bj. e bom dia pra você também, João

    • Oi Dani, oi Janca!

      Caramba, já estava exausto, no canto do ringue, após todos aqueles rounds! (hehehe…)

      Mas resolvi não me manifestar após o armistício proposto pelo Janca; é sempre bom ter equilíbrio antes de assumir a responsabilidade de criar um blog e se abrir ao diálogo, como tão bem faz este que aqui nos abriga para esses bate-papos.

      Quanto às cidades, ora bolas, “as cidades não param; as cidades só crescem!”. E para não incorrer em leviandades fáceis, não sei se o problema são as cidades ou (olha ela aí, gente!) a nossa reincidente cretinice humana.

      Moro em Brasília desde sempre e, guardadas às desmedidas proporções, já sinto no peito a dor dos que viveram um outro tempo, como aqueles que viram Rio ou São Paulo deixarem de ser o que eram para serem o que são – o que, por sua vez, nos faz refletir, sartreanamente, sobre o que faremos com nossas cidades a partir do que já foi feito. Não são elas as maiores provas da presença e da genialidade do bicho-homem? Por que, então, as tratamos sem qualquer desvelo?

      Deixo aqui, aproveitando o ensejo, um oportuno jabá, no intuito de lhes revelar meu pensamento sobre a capital do nosso País.

      http://oantropolicomaltrapilho.blogspot.com/2009/05/declaracao-de-amor-brasilia-49-anos.html

      Abração do Maltrapa nesta quarta de pura graça!

      Ps: O Neymar é espetacular, mas o Ganso – herdeiro já empossado do Doutor Sócrates – é extraordinário! Como é lindo este garoto! Estou apaixonado…

      • janca

        Grande Maltrapa, vou ler seu texto sim, depois de ter ficado exausto de discutir sobre MMA. Mas não me dou por vencido _rs_ e vou continuar minha campanha contra a modalidade. Abração, Janca

        • Neste caso, o texto que escrevi não é lá grande coisa, mas achei boa a colocação que fiz na entrevista que o videozinho mostra – mais crítica – dentre tantos elogios “chapa-branca”.

          João, quando um dia vieres a Brasília, terás neste seu xará um grande guia!

          Abraço,

          O Maltrapa

          • janca

            Valeu, Maltrapa, ano que vem vou ver se dou um pulo aí. Mas foi bem legal sua colocação na entrevista e seu blog está bom demais. Abraço procê, Janca

          • Obrigadão, Janca! Aliás, por se falar (ainda) em MMA, olha só a manchete do UOL, que lindeza:

            19h41 Sangue e rostos inchados fizeram a festa dos amantes do MMA em 2011; veja!

            Pois é, que me relevem esses amantes, mas AMOR, pra mim, não tem muito a ver com pessoas ensanguentadas e rostos disformes.

            Abração!

          • janca

            Para mim também não, Maltrapa. E a impressão que passa é que para muita gente quanto mais disforme o rosto melhor. Quanto mais sangue, idem. E amor não tem mesmo a ver com isso. A questão é a essência do esporte, a mensagem _para mim negativa_ que ele passa. Claro que há ótimos cidadãos entre os praticantes como há péssimos também, como há bons e maus cidadãos entre os não praticantes também, mas sigo dizendo que a essência do MMA é de trazer o que há de pior no ser humano. Um lado sádico e perverso. Respeito opiniões contrárias, desde que abalizadas, mas sigo com as minhas. Grande abraço e ótima quinta pra você, Janca

  • Dani

    MMA de lado. Que interessante o post de hoje. Confesso que não li Istambul, fiquei notando as datas dos textos, parece mesmo que está falando das metrópoles brasileiras, dos cidadãos brasileiros, do controle urbano desenfreado, do convívio social caótico. Parece o Brasil de hoje. Era a Turquia de décadas, décadas e põe décadas nisso atrás, né João? Bjs. e bom dia pra você também, Dani

    • Dani

      João, socorro! Onde escrevi controle urbano leia desenvolvimento urbano, tá? Bjs.

      • janca

        Ok, faz parte. Ato falho _rs. Mas parece mesmo o Brasil de hoje. Depois, em algum momento, quem sabe não cite aqui ou na minha coluna no L! algum outro trecho dos colunistas turcos de outrora? Porque há declarações preconceituosas também. Pelo menos eu achei. E preconceito existe até hoje. Talvez desde os tempos em que o homem é homem e talvez até os tempos em que o homem continue sendo homem. João

  • Ferdinando

    Ser humano é isso aí. Civilidade zero. Respeito pelo outro zero também. Na Turquia e no Brasil. Em 1900 e em 2011, em 1800 e 1900, em 1700 e 1600 e assim caminha a Humanidade. Marcha a ré total.

    • janca

      Assim caminha a humanidade, Ferdinando. Abração, Janca

      • Johannes

        Humildemente discordo da marcha ré total, eu diria que evolui a passos de tartaruga, bem devagar…fazer o q né?…paciência e bola pra frente…

        • janca

          Humildemente sigo você, Johannes, e discordo. Evoluímos a passos de tartaruga, acho que é mais por aí também. Então discordo de mim mesmo porque quando postei o blog pensei que andamos, andamos e não saímos do lugar. Damos volta. Mas você tem razão. De fato não andamos para trás. Talvez para a frente em passos muuuito lentos mas andamos. Grande abraço e ótima quarta pra você, Janca

          • Johannes

            João Carlos, na temática da evolução da humanidade/pensamento humano recomendo ler “a grande tranformação “de Karen Armstrong, fala sobre a evolução do pensamento das religiões/filosofia na India, Israel, China, Grécia, baseia-se no estudo da era axial, conceito criado por Karl Jaspers, acho que é um livro que você gostaria de ler…

          • janca

            Valeu pela dica, Johannes, vou atrás deste livro sim, espero ter capacidade para entender o conceito ou os conceitos que ele trouxer. Valeu mesmo. Abração, Janca

  • SANTOOOS

    Santooos! Foda início do jogo, Janca. Tensão no trabalho. Ganhamos hoje? Santos é Brasil!!!!!!

    • Santos Sempre Santos

      Foda??? Neymar decide. 1 a 0. Caio, na Globo: Pra mim Neymar é craque. O cara descobriu a América. Só pra ela? Borges, 2 a 0. O cara vai fazer propaganda da chuteira na comemoração do gol? Que é isso, Janca?

      • janca

        Intervalo, Santos 2 a 0, Santos hoje é Brasil mesmo. Todo mundo quer ver Santos x Barça domingo, vamos ver se dá a lógica mesmo, o confronto entre os dois. E sabe que também achei estranha, para dizer o mínimo, a comemoração do Borges? Abs. Janca

        • Santos Sempre Santos

          Segundo tempo aberto, não podemos bobear na defesa domingo. Vai Neymar! Valeu Santos!

          • Barcelusa 2012

            Segundo tempo foi perigoso. O time tá bem no ataque, mas achei falho na defesa, marcação frouxa. Contra o Barça a postura tem que ser diferente. Sou Barcelusa, mas domingo como todo mundo serei Santos. Abraços, Barcelusa 2012

  • Barcelusa 2012

    Janca, viu que a Lusa não está conseguindo segurar os jogadores? Sabe se o Jorginho vai sair? Ouvi dizer que sim. Um abraço, Barcelusa 2012

    • janca

      Pelo que vi saíram Mateus, Marco Antônio e Ananias, não? Mas li que o Jorginho ameaçou sair se a debandada continuar, o que não pode acontecer se a ideia da Lusa é se manter na Série A. E imagino que seja, não? Grande abraço, Janca

  • Adriano

    Neve, outro livro do Pamuk, também é muito bom. Istambul nota dez.

MaisRecentes

Protestos à vista



Continue Lendo

Ajustes no São Paulo



Continue Lendo

Mattos em xeque



Continue Lendo