Custo Copa sobe de novo



O governo ainda não sabe quanto será gasto com a Copa de 2014, mas o orçamento não para de subir, agora por conta do setor aeroportuário.

Como os leilões dos aeroportos de Guarulhos, Brasília e Campinas, que deveriam ocorrer em dezembro, ficaram para março devido a questões burocráticas, será incluída uma cláusula no programa de privatização para acelerar as obras. É que com o atraso no processo aumentou o risco de elas não ficarem prontas até o Mundial.

Para acelerar as obras será colocada mais gente para trabalhar na reforma dos aeroportos, sem falar na necessidade de pagamento maior de horas-extras que serão necessárias para ajeitá-los até o evento.

O programa de privatização, que inicialmente previa investimentos de 10 bilhões de reais nos três aeroportos, subiu para 11,9 bilhões de reais e agora ultrapassou a fronteira dos 13 bi, o que dificulta o processo e deixa a Fifa ainda mais inquieta com a demora dos brasileiros em aprimorar o setor.

Lamentavelmente essa não é a única preocupação. Em mobilidade urbana, por exemplo, quase nada foi aplicado até aqui e devem ser tomadas medidas paliativas, como decretação de feriado em dias de jogos da Copa para melhorar o transporte. Já os estádios só ficarão prontos graças à enxurrada de dinheiro público que está sendo investido nas arenas, ao contrário do que prometera Ricardo Teixeira quando o Brasil foi escolhido sede. Na ocasião, o presidente da CBF dizia que não haveria um centavo de verba pública nos estádios. Alguém acreditou???



MaisRecentes

O discurso de Tite



Continue Lendo

A reeleição de Galiotte



Continue Lendo

Cadê os patetas?!?



Continue Lendo