Confusão no Atlético-PR



Já não basta a difícil situação em que se encontra no Brasileirão, tentando fugir do rebaixamento nas duas rodadas finais, os conselheiros do Atlético-PR estão rachados e uma parte não poupa críticas de bastidores à atuação do presidente Marcos Malucelli.

As cifras sobre quanto terá que ser gasto com a Arena da Baixada para adequar o estádio aos padrões da Fifa variam de R$ 130 milhões a R$ 280 milhões, o que só aumenta a bagunça.

Malucelli bate o pé em R$ 220 milhões, mas há conselheiros que acreditam na redução do valor caso haja uma negociação ponto a ponto com a Fifa e o Comitê Organizador Local da Copa, o que o presidente não fez até aqui.

O dirigente tem se defendido dizendo que não era favorável ao Atlético receber jogos da Copa, o que, segundo ele, só dará prejuízos ao clube, mas alega que teve de ceder à pressão do conselho.

No meio de um processo eleitoral, a situação de fato não está fácil. O próprio Malucelli lembra que, sem a Arena da Baixada no ano que vem, além de prejuízo financeiro há o risco de prejuízo técnico, como aconteceu neste ano com Atlético-MG, Cruzeiro e América-MG, os três obrigados a jogar longe do Mineirão.

É o custo-Copa, mais uma vez, causando polêmica…



  • Guilherme

    A situação no Brasileiro é culpa dessa diretoria. Se não cairmos este ano bem capaz de cairmos ano que vem. Vamos ficar um ano sem estádio e o clube vai gastar muita grana, é o contrário do Corinthians que ganhou do governo um estádio de presente. País de dois pesos duas medidas.

  • Marcos A. Freire

    Ponto positivo disso tudo, caro Janca: no Atlético as coisas são debatidas e o presidente respeita o conselho, não é um ditador como em outros clubes do Brasil. Abraço do Marcos A. Freire

    • janca

      Confesso que não sei exatamente como as coisas funcionam por lá, mas segundo o presidente foi decisão do conselho que ele respeita. Acho que há um comitê gestor no Atlético, não? De qualquer jeito a coisa está bagunçada e fica mais complicada com a situação delicada do time no Brasileiro. Abs.

  • Fred

    Por falar em custo Copa tem hoje mais denúncia no Estadão. Tá foda. Põe foda nisso.

    • Fred

      Quero dizer mais uma coisa. Tudo bem que o Atlético talvez tenha prejuízo, mas se não fosse por causa da Arena da Baixada como Curitiba iria receber a Copa?

      • Pedro Furacão

        Fácil o Atlético ter prejuízo pra Curitiba receber jogos da Copa. Tá de brincadeira? E o Corinthians com um estádio novo? Foda como você disse no seu primeiro comentário. Mas por que raios temos que fazer tudo o que D. Fifa e seu Ricardo Teixeira querem?

        • janca

          É, situação complicada mesmo… Mas sobre denúncia hoje no “Estadão”, agora quem tem que se explicar é o Ministro das Cidades… Abs.

  • Pedro Furacão

    E a festa com seu Galvão Bueno ao lado de Ricardo Teixeira e Andrez Sanchez? Só o Corinthians estava lá? Estranho, muito estranho…

    • janca

      Pelo que vi de dirigente esportivo, sim. O Andrés Sanchez, que saiba Santos, São Paulo e Palmeiras não estavam representados, se bem que não se tratava de nenhum evento oficial… E Mano Menezes estava presente, apesar do pífio trabalho na seleção… Abs.

  • ANDERSON

    Joao, eu já disse aqui que é capaz de Curitiba não receber a copa de 2014 por causa desta confusao do Atletico PR.

    Tá na cara q eles nao tem de onde tirar dinheiro para esta obra! Nao tiveram nem 20 milhoes pra montar um bom time, quem dirá 220 milhoes!

    O estádio q era o mais adiantado e mais adaptado, pode acabar por nao entrar na Copa. Aí se vê a questão política… vontade política.

    Deveriam ter feito a conta na ponta do lápis: qto vai se investir na cidade (incluindo estádio) para a Copa e qto deve entrar por conta dos benefícios da Copa. Avaliar o custo beneficio. Se positivo, paga-se, senao deveriam ter dito: nao queremos/podemos… como Tóquio fez!

    Simples assim, mas aqui no Brasil, tudo é motivo de titit, papo, conversa de dondoca, disse-me-disse. Oh povinho ENROLADO!!!! Vou te dizer!!!

    Eu disse e reforço: se o Atlético PR cair pra segundona, Curitiba não terá Copa. E digo isso, pq vão cair brutalmente as receitas com patrocínios e cotas de TV… aí os 220 milhoes serão MUITO PESADOS pro time. Uma pena, uma cidade como Curitiba ficar de fora….

    Ficará, se o governo nao bancar… aí entra o que falei: analisar na ponta do lápis o CUSTO BENEFÍCIO.

    • janca

      Oi Anderson, concordo com seu ponto de vista, que também é o meu, mas acredito que no final o governo acabará bancando a conta, como tem feito nas demais sedes. O que é uma pena, porque antes da Copa Ricardo Teixeira garantia que não haveria um centavo de dinheiro público nas arenas do Mundial. Mas palavra de Ricardo Teixeira… Bem, melhor deixar pra lá… Abração e obrigado pelo comentário, Janca

MaisRecentes

Fuga de patrocínio



Continue Lendo

Verdão vai às compras



Continue Lendo

Contas corintianas



Continue Lendo