Meirelles e a Copa-2014



Sondado por Ricardo Teixeira para assumir o comando do Comitê Organizador Local da Copa-2014, o ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles confidenciou a um amigo que vê com sérias preocupações os preparativos do Brasil para o Mundial.

Foi além. Disse que não acha impossível a Fifa retirar a Copa do país se as coisas continuarem no ritmo atual.

Lembrou até do Mundial de 1986, que seria na Colômbia, mas acabou transferido para o México, já que os sul-americanos não se prepararam adequadamente para recebê-lo.

A principal inquietação de Meirelles, representante da União no Conselho Público Olímpico da APO (Autoridade Pública Olímpica), diz respeito ao setor aeroportuário e à mobilidade urbana, já que o transporte nas 12 sedes da Copa é caótico, para não falar outra coisa.

Com a anuência de Lula, ele recentemente se filiou ao PSD, partido do prefeito Gilberto Kassab, que faz péssima administração em São Paulo. A avaliação da gestão de Kassab na capital paulista é do blogueiro que vos escreve, não de Meirelles, que tem apreço pelo prefeito.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo