Um homem simples



Chama a atenção a postura de Givanildo no comando do América-MG. Destoa da de outros técnicos do Brasileirão pela simplicidade. Mesmo sob os holofotes após as vitórias sobre o líder Corinthians e o Fluminense em pleno Engenhão, mantém a serenidade e segue humilde. Não é a falsa humildade a que estamos acostumados e que vemos no discurso de tantos que estão aí. É a humildade de quem quer apenas trabalhar e parece saber que a vida e a fama são passageiras.

Se me perguntarem se acredito na salvação do América-MG, continuo dizendo que não, está seis pontos atrás do primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Cruzeiro, e faltam apenas quatro jogos a disputar. Mas que a determinação do elenco, incentivado por Givanildo, continue nas próximas rodadas e sirva de exemplo para a próxima temporada, esteja o América na Série A ou na B.

E amanhã, antes que me esqueça, é dia de protesto contra a corrupção nas principais cidades do país. Porque a política, queiramos ou não, faz parte da nossa vida. E o direito de protestar, desde que pacificamente, idem.

Uma boa segunda para quem emenda o feriado e para quem não emenda também, como é meu caso, hoje viajo a trabalho, viagem vapt-vupt, amanhã espero seguir na labuta nas teclas deste computador, João



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo