O filme em Paraty



Depois da polêmica entre defensores de Pelé e de Romário, hoje mudo o foco.

O documentário que fizemos em Israel e nos territórios palestinos durante a Copa de 2010 estreia em Paraty, depois de ter passado por Florianópolis e São Paulo. A sessão de “Sobre Futebol e Barreiras” será às 18hs, precedida pelo curta “Bailão”, como parte do Festival Internacional de Cinema de Paraty.

Uma oportunidade para quem mora na cidade ou estará por lá pra relaxar, afinal amanhã é sábado, início de feriado prolongado, e Paraty começa a encher já hoje à tarde.

Como disse em outras oportunidades o documentário discute o conflito no Oriente Médio tendo como pano de fundo o futebol e a Copa do Mundo. Não estarei lá devido a outros compromissos, mas os demais diretores, Arturo Hartmann, José Menezes e Lucas Justiniano, sim.

O filme é polêmico, alguns gostam, outros não, geralmente por questões políticas, mas a vida é polêmica e às vezes temos de nos posicionar. Não estamos aqui a passeio. Viver com cara de paisagem não dá, é passar pela vida como se não estivéssemos nela.

Aproveito, então, para indicar um blog. É o do Arturo, um dos diretores de “Sobre Futebol e Barreiras”, justamente sobre o Oriente Médio. Ele tem várias posições das quais discordo, mas entende do assunto (muito mais do que eu), escreve com propriedade, pesquisa e é um sujeito que respeito muito. Muito mesmo. Para verem que podemos conviver bem apesar das diferenças. Ou justamente por causa delas. O endereço, para quem se interessar, é https://1territorio.wordpress.com/

Putz, não é que até do endereço do blog discordo? Por que não dois territórios? Será porque ele defende um Estado e eu dois? _risos. Sei não… Mas como judeus e palestinos são um só ou deveriam ser talvez “1 território” como título seja de fato melhor… Desejo vida longa ao blog, mas curta ao conflito, embora isso pareça utopia nos dias malucos que vivemos hoje e sempre. Ótima sexta a todos, João



  • Dani

    Quem manda ter outros compromissos? Perdeu uma boa viagem, Parati é linda. Estive lá três vezes por causa da Flip. Sucesso pro filme de vocês e vou dar uma olhada no blog do Arturo, me interessa muito a questão de Israel, ainda mais depois da Primavera Árabe, tão mal analisada pela imprensa ocidental. Você não achou? Boa sexta pra você também, Dani

    • André Freitas

      Sei que perguntou pro Janca, mas como estudante de relações internacionais acho que o mundo ocidental e a imprensa principalmente têm uma visão simplista. Caiu o Gadaffi e todos festejaram. O que vem depois? Isso ninguém pergunta. E por que tanto interesse na região e no mundo árabe e tão pouco no africano? O que seria se a África tivesse o petróleo que os arabes têm? O buraco e esse jogo de interesse são muito mais embaixo. A mídia faz parte disso tudo. André

      • O buraco é muuuuuuuuuuito mais embaixo, André… Agora se vê o sucesso da empreitada cultural dualista norte-americana disseminada mundo afora, desde o fim do séc XIX: por eles, só tem mocinhos e bandidos nesta estorieta, e sempre alguém morre no final.

        Mas, mudando o foco, quando é quevai passar em Brasília, Janca?

        • janca

          Ainda não temos data, Antropólico, mas assim que for passar te aviso, pode deixar. Depois de Paraty vai pro Rio, vamos tentar um festival em Recife, deve ir pra cinema comercial ainda este ano, mas SP-RJ, talvez Porto Alegre, os produtores estão vendo, essa não é minha praia. Mas gostaria muito que passasse aí. Muuuuuuuito mesmo. Abração e valeu pelo comentário, de fato o buraco é muuuuuuuito mais embaixo, Janca

          • janca

            Ah! E respondendo a pergunta da Dani acho que a imprensa ocidental segue na onda do oba-oba, falta reflexão. Alguns poucos fazem esse papel, o resto vai na onda mesmo, na história dos bons contra os malvados, como bem colocou o Antropólico Maltrapilho. Boa sexta também, João

  • André Freitas

    Também me interessa muito o assunto e vou dar uma olhada no blog que você recomendou, Janca. Gostei do filme de vocês porque mostra que o cidadão comum quer a mesma coisa, seja judeu, seja palestino, que é viver em paz. Mas o conflito é muito pesado pois envolve uma série de interesses, principalmente territoriais, e política e religião e história se misturam como em lugar nenhum do mundo. Todos acham que têm mais direito do que os outros. Sem falar que boa parcela da sociedade não pensa como os entrevistados de vocês, os mais conservadores, principalmente, tanto de um lado quanto de outro são um câncer, como temos no Brasil, nos Estados Unidos, na Europa, nos países árabes. É complicado mesmo. Valeu

    • janca

      É, infelizmente tumores malignos lá como cá não faltam na sociedade, André. Valeu pelo comentário. De verdade, Janca

  • Johannes

    Bom Dia João Carlos,
    O blog me pareceu bem informativo João Carlos, e a próprio formato do blog é diferente também em relação a abordagem do conteúdo…gostei, embora só tenha lido a ultima postagem, afinal de contas estou no escritório e não quero abusar do meu direito as “pausas para resfriamento do juízo” …grande abraço a todos

    • janca

      É _risos_, tem que ler com moderação, Johannes. Grande abraço, João Carlos

  • Pedro Augusto

    Boa tarde, Janca. Tem alguma previsão de lançamento do filme em Salvador? Como faço pra ver? Grato pela sugestão do blog, li dois textos e achei bem interessantes. A história do Berlusconi conhecia. Precisamos de textox com informação e também opinião, concordando ou não com ela. Desde que tenham fundamentos as opiniões são mais do que válidas. Abraços, Pedro Augusto (Salvador, BA)

    • janca

      Também acho, opiniões bem fundamentadas têm que ser discutidas mesmo e o Arturo tem posições firmes e humanistas, por isso o respeito muito. Sobre o lançamento do filme em Salvador, não há previsão, infelizmente. Mas tendo alguma novidade, inclusive se for passar em algum canal de TV, aviso, fique tranquilo. E pode acompanhar informações sobre o filme no site http://www.sobrefutebolebarreiras.com.br. Grande abraço, Janca

  • Olá Janca, gostaria muito que o conflito chegasse ao fim. Defendo os dois lados. Na minha cabeça é possível, gostaria que na dos chefes de estado também. Verei seu documentário no Rio, Virgílio me levará. Tenha um bom fim de semana. Fique bem. Beijo grande

    • janca

      Obrigado pelo comentário e parabéns pelo seu blog. Bj. Janca

MaisRecentes

Santos na bronca



Continue Lendo

A tática da CBF



Continue Lendo

Itaipava no Timão



Continue Lendo