Fogo cruzado no Esporte



A bola da vez parece ser o Ministério do Trabalho, nas mãos do PDT, mas o fogo cruzado no Esporte continua.

Funcionários da pasta ligados ao PCdoB, o partido de Orlando Silva e do atual ministro Aldo Rebelo, procuram indícios que liguem o atual governador do Distrito Federal e ex-homem-forte do ministério, Agnelo Queiroz, às irregularidades no Programa Segundo Tempo.

Detalhe: Agnelo trocou o PCdoB pelo PT e entrou em choque com Orlando Silva, que foi seu secretário-executivo, seguiu no PCdoB e assumiu a pasta em seu lugar.

Em Brasília, o DEM, partido de oposição, quer pedir o impeachment de Agnelo, que deve ter de ir ao Congresso explicar as denúncias sobre o Ministério do Esporte.

Na defensiva, o governador do DF pretendia se encontrar com Lula, de quem foi ministro em seu primeiro mandato, para pedir apoio. Com a descoberta do câncer do ex-presidente, os contatos foram interrompidos.

Já Orlando Silva, que deixou o ministério após a saraivada de denúncias de corrupção, além de preparar sua defesa não vai se afastar da política. A tendência é se lançar candidato a vereador pelo PCdoB em São Paulo e trabalhar para a eleição de Fernando Haddad, o candidato de Lula na capital paulista, em 2012. Mas a mágoa em relação a Agnelo continua…



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo