O ministério e a CBF



O Ministério Público Federal quer investigar possíveis repasses do Ministério do Esporte na gestão Orlando Silva para projetos ligados ao COB e à CBF.

A entidade comandada por Ricardo Teixeira, ao contrário da dirigida por Carlos Arthur Nuzman, sempre se gabou de não receber um centavo de dinheiro público.

Entrou na mira do MPF, no entanto, exposição realizada durante a Copa da África, no ano passado, com acervo da CBF sobre a participação do Brasil em todos os Mundiais de futebol.

O evento foi realizado sem licitação, segundo o Ministério, seguindo pedido da confederação. Como quem pagou a conta foi o Esporte, ou seja, o governo, tanto Orlando Silva quanto Ricardo Teixeira terão de dar explicações.



MaisRecentes

Elogios a Loss



Continue Lendo

Não vai ter Copa?



Continue Lendo

O escândalo de Platini



Continue Lendo