Ceni x Leão



Emerson Leão quer novas vozes comandando o São Paulo dentro de campo, pois a de Rogério Ceni não é eterna.

Está certo. A insistência do goleiro em jogar mesmo contundido ou fora das condições ideias mais prejudica do que ajuda o São Paulo. Ajuda quem? O próprio Ceni, que passa para a torcida a imagem de que faz tudo pelo time, quando faz tudo por ele mesmo, não pelo Tricolor.

Com um técnico fraco como Adilson Batista, Ceni mandava e desmandava, poís é ídolo no Morumbi e um ótimo goleiro. Mas acho que jamais se colocou na pele de quem está no banco e sempre tive a impressão de que em primeiro lugar vinha sua própria imagem, em segundo, terceiro e quarto, idem. Só em quinto aparecia o São Paulo.

O problema é que Leão também é assim. Quer jogar para a torcida, por isso começou a falar grosso no Morumbi. Jogar a responsabilidade nos jogadores é fácil, quando ela cabe em parte a eles, mas não só. A diretoria tem grande parcela de culpa pelo que está ocorrendo _a principal, diria eu.

Achei desrespeitoso quando o técnico disse publicamente desconhecer o tom de voz de Cícero, insinuando que o jogador não se impõe dentro do gramado. Da mesma forma que Rogério Ceni não se coloca no lugar de Denis, o reserva para o gol, e nunca se colocou na pele de Bosco, que já deixou o Morumbi, para Leão pouco importa o que pensam ou sentem os outros. Sua preocupação é com o próprio umbigo. Nos campos de futebol sempre foi.



MaisRecentes

Naming rights em 2019



Continue Lendo

Zé Ricardo sob desconfiança



Continue Lendo

CBF e a Copa-2018



Continue Lendo