A volta da Lusa



Ao abrir 16 pontos de vantagem sobre o quinto colocado, agora o Sport, faltando apenas sete rodadas para o término da Série B e com confrontos previstos entre times do G4 ou candidatos a, a Lusa pode começar a festejar sua volta à elite do futebol.

Um feito para um clube que há poucos anos quase caiu para a Série C e, atolado em dívidas, chegou a cogitar fechar o departamento de futebol.

Com um planejamento simples, traçado pelo competente Jorginho, técnico de primeira divisão que não faz marketing pessoal, ao contrário de tantos que conhecemos por aí, a Portuguesa mostra um lindo futebol, marcado pelo poder ofensivo, com média de mais de dois gols por jogo.

Agora é pensar no título. Tem dez pontos de vantagem sobre a Ponte Preta, seu rival daqui a duas rodadas no Canindé.

Os próximos quatro jogos serão complicados, mas os últimos três, em tese, mais fáceis, especialmente as partidas contra Vila Nova e Duque de Caxias, times fincados no Z4, a faixa dos quatro que caem. O Icasa, na última rodada, em jogo fora, até pode complicar.

Temerosa de perder atletas para 2012, o que deve acontecer, já que o próprio capitão Marco Antônio deu a entender que não fica para o próximo campeonato, a diretoria tenta se mexer e reforçar o elenco, suprindo eventuais perdas.

A principal seria Jorginho, técnico que chegou a ser assediado por são-paulinos com vistas à próxima temporada.

Ainda endividada, a Lusa fez um planejamento de reestruturação financeira, ajudada pelo banco que a patrocina, e tem conseguido pagar os salários em dia. Sonha grande para 2012. Quer aumentar sua torcida, expandindo-a além da comunidade portuguesa, e tenta finalmente tirar do papel o projeto de transformar o Canindé numa arena multiuso.

Isso é pensar grande, algo que outros times da elite não têm feito. E alguns de tradição, como o Guarani, que volta à zona de rebaixamento para a Série C, também não. Tanto que até cozinheiras e ajudantes de cozinha não têm recebido pagamento e ameaçam nova greve, deixando os jogadores de estômago vazio. Pois de bolso vazio já estão há um bom tempo…



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo