Brasília é modelo para Fifa



Das 12 cidades que vão abrigar jogos da Copa de 2014 a modelo para a Fifa é Brasília. A entidade é só elogios para a capital federal, que considera modelo para o Mundial.

De acordo com o departamento de comunicação da entidade, Brasília é a única que envia relatórios atualizados à Fifa sobre os andamentos das obras, além de já ter reiterado intenção de atender a todas às exigências feitas.

Nas demais, exceto o Rio, há relutância em seguir as ordens da Fifa, que teme prejuízo com a meia-entrada, por exemplo. Assim como o Distrito Federal, os cariocas já manifestaram intenção de ressarcir a entidade caso seja mantido o desconto no preço dos ingressos para idosos, como quer o governo federal. Só que, ao contrário de Brasília com o Mané Garrincha, o Rio ainda não sabe quando entregará o Maracanã, cujas obras sofreram novo atraso após paralisação de funcionários.

Agnelo Queiroz, ex-ministro do Esporte e atual governador do DF, é esperado em Zurique para anúncio das sedes da Copa das Confederações, bem como dos palcos de abertura e encerramento do Mundial. O mesmo Agnelo que foi um dos artífices do Pan de 2007, marcado por estouro no orçamento, que cresceu de 400 e poucos milhões de reais para quase 3,8 bi, deixando legado medíocre para a cidade do Rio. Se este for o exemplo para a Copa e a Olimpíada de 2016, como parece estar sendo, estamos perdidos.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo