Pan às escuras



As confederações brasileiras evitam detalhar quanto foi gasto para preparar seus atletas ao Pan de Guadalajara, que começa na próxima sexta.

A posição é a mesma do Comitê Olímpico Brasileiro, que não só evita fazer projeções sobre o número de medalhas que espera conquistar no México, como tem se esquivado a falar sobre cifras para a preparação.

O motivo? Receio de críticas porque, mesmo num Pan esvaziado e marcado por desfalques dos principais atletas internacionais, o COB imagina uma diminuição no número de medalhas em relação aos Jogos de 2007, no Rio, e possíveis críticas da mídia e do público brasileiro. Para o Brasil, portanto, o Pan será às escuras.

Outra possível e já esperada crítica é em relação aos custos do evento. Enquanto os cariocas estimavam gastar pouco mais de 400 milhões de reais e terminaram o Pan com investimentos de quase 3,8 bilhões de reais, com legado mínimo para a cidade, Guadalajara, mesmo enfrentando uma série de problemas de organização, inclusive atraso em várias obras, espera deixar um legado maior. E por um custo menor.

O México imagina fechar a conta na casa de 900 milhões de reais, gastando menos de um quarto do que os brasileiros em 2007. O investimento previsto era pouco superior a 650 milhões de reais, tendo sofrido um aumento de 40%. Fichinha para o Brasil onde acabou sendo dez vezes maior. Sim, dez vezes maior. Antes fosse piada. Não é.

 



  • Daniel

    Isso mostra a diferença de planejamento entre os dois países. Na Copa e Olimpíadas estamos tendo o mesmo problema, na verdade parece que o governo nem mesmo fez um planejamento realistico. Parece que o governo escreveu os planos de ambos, sem nem a mesmo consultar as plantas ou engenheiros sob os possíveis problemas, algo que acontece em toda obra. Não fizeram isso não por incompetência, mas sim para garantir a os eventos, já que o comitê olímpico e a FIFA preferem fazer os eventos em países que gastam menos àqueles que gastam um fortuna.

    • janca

      E no final, Daniel, vamos acabar gastando mesmo uma fortuna, seja na Copa, seja na Olimpíada, né? O que é uma pena. Mas a responsabilidade não é só dos governos, também dos dirigentes esportivos, que comandam não só o COB e a CBF, mas os comitês organizadores dos dois eventos _Jogos Olímpicos e Copa do Mundo, respectivamente. Grande abraço e valeu pelo comentário, Janca

  • Barcelusa 2011

    Oi João, gostei muito da sua coluna hoje no Lance. A Portuguesa ainda não subiu mas tá quase. O time merece mais espaço nos jornais, a Série B tá muito disputada e a Lusa faz uma campanha muito boa. Rumo ao título. Obrigado em nome de todos os torcedores da Portuguesa pela homenagem que nos prestou. Barcelusa rumo à Série A, cada vez mais perto, João

    • janca

      Oi Barcelusa, valeu pelo elogio. E o empate hoje com o Boa não foi mau resultado. Com um a menos no segundo tempo, o time segue com vantagem de 14 pontos sobre o quinto colocado e agora só faltam oito rodadas para o final. E Americana e Náutico também só marcaram um ponto. A coisa tá indo. Abs.

  • Dionísio

    Isso significa falta de transparência, caro Janca. Ao contrário da CBF, COB vive de verba pública. De onde vem o dinheiro da Lei Agnelo-Piva?

    • janca

      O dinheiro da Lei Piva vem das loterias. Dinheiro público, portanto, Dionísio. Abs. João
      PS. Mas isso não quer dizer que a CBF não tenha que prestar contas pois a seleção brasileira é um patrimônio nosso, não do Ricardo Teixeira.

  • Dionísio

    Fiquei horas tentando acessar o Lancenet hoje e não consegui. Sabe dizer o que aconteceu? Parabéns pelo blog que mostra as mazelas do esporte brasileiro. Abraços, Dionísio

    • janca

      Obrigado, Dionísio. Sobre o Lancenet hoje também fiquei várias horas tentando acessar e não consegui. Confesso que não sei o que aconteceu. Mas agora está tudo ok. Abs.

  • André

    As confederações estão todas nas mãos do Nuzman. Ele decide como distribuir o dinheiro das loterias e são elas que votam nele para presidente do COB. Mesma relação que existe entre CBF e federações estaduais de futebol. Cansei. Fui

    • janca

      É, em relação à distribuição das verbas das loterias é isso mesmo. Idem em relação ao processo de eleição no COB e na CBF. Resultado: dirigentes que se perpetuam nos cargos por anos e anos, décadas e mais décadas… Abs.

  • Lily Martins

    Oi João, ontem não consegui acessar seu blog. Sabe que os mexicanos estão certos em fazer um Pan mais enxuto? Falhas e atrasos são uma marca do Pan de 2011, mas será que foi tão diferente assim em 2007? Com a diferença que os cariocas gastaram mais, né não?

    • janca

      Nem eu consegui acessar _rs. Concordo que falhas e atrasos houve nos dois casos, mas nós, brasileiros, gastamos bem mais. E legado, repito, mínimo. E não foram só os cariocas que pagaram a conta, o país todo, pois não faltou verba da União. Como diz o ministro Orlando Silva, do Esporte, para evitar um fiasco Um fiasco maior? Fica a pergunta no ar. Boa quarta, João

  • Johannes

    Boa Noite João Carlos,
    Mais uma vez você discorre, e muito bem, sobre os absurdos do nosso país…Mas vou pedir licença e falar sobre algo legal que vi agora há pouco, Hoje a tarde pedalava um pouquinho em Fortaleza perto da minha casa quando me deparei com a marcha contra corrupção, que não sabia se realizava hoje por aqui, parei a magrela e fiquei por lá mesmo, não era uma multidão mas havia um bom número de pessoas, foi legal ver aquelas pessoas lá, fazendo algo de relevante para a sociedade, muitas bandeiras do Brasil, carro de som… Dia 15 de Novembro na Beira Mar em Fortaleza haverá uma nova manifestação, tenho certeza será bem maior, …Tenho certeza que no dia 15 haverão outras manifestações pelo país, espero que as pessoas compareçam e mostrem sua indignação em relação a coisas como essas que você relatou aqui na postagem….estarei lá ! Grande Abraço.

MaisRecentes

Os estádios do Santos



Continue Lendo

Defesa do Palmeiras



Continue Lendo

Grupo rachado



Continue Lendo