Segurança privada



O Ministério da Justiça apresentou projeto que permite a contratação de empresas de segurança privada para zelar por jogos de futebol e shows, entre outros.

A ideia não é nova mas é boa. Seria uma forma de deixar mais à vontade a Polícia Militar, que em vez de destacar parte do seu aparato para coibir a violência dentro de estádios poderia atuar em regiões mais necessitadas de seus serviços.

A segurança passaria a ser responsabilidade dos organizadores dos jogos, que teriam de contratar uma empresa privada para garantir a tranquilidade dos torcedores e dos protagonistas do evento.

O Estado não pode mesmo cuidar de tudo, ainda mais de jogos de futebol _há outras prioridades que considero mais importantes. Alguns podem até argumentar que clubes sem expressão não terão condições de contratar um esquema privado de segurança. Mas em suas partidas a tendência é a menor presença de público.

Apesar de ainda estar em fase de discussão, o projeto, por si só, é interessante. E o próprio debate que gera também. Pois daí pode sair coisa boa. É o que espero.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo