Ainda o MMA



“No fim das contas este esporte (o MMA) inspira todos os outros. Quando um jogador chuta com raiva para o gol, vibra como se estivesse chutando o traseiro de alguém. Mas ele apenas colocou a bola no gol. Quando o jogador de basquete enterra, age como se tivesse chutado o traseiro de alguém. Mas ele pôs a bola na cesta. Quando Anderson Silva chuta o rival, ele de fato chutou seu traseiro.” Dana White, presidente do UFC, em declaração a “O Globo”, prevendo a explosão do esporte no Brasil.

É por isso que sigo dizendo: MMA é violência pura. Por mais que tenha regras seu intuito é arrebentar literalmente o oponente, destruí-lo, desfigurar seu rosto. O espírito do esporte, pra mim, é outro. E o MMA pode ser qualquer coisa menos esporte.

Deveria ser banido, como chegou a ser em determinados períodos em algumas cidades e Estados brasileiros e norte-americanos. Mas como envolve muito dinheiro, acabou liberado. Pra variar a grana falou mais alto.



  • Paulo

    A declaração mostra o nível dos dirigentes do MMA, o Vale Tudo dos tempos atuais. Por isso a sociedade está como está. Você viu o número de políticos, empresários, artistas e pseudocelebridades que estavam lá? Tudo modinha, tudo modinha. E muita grana rolando. Até aposta, é só investigar. Bom dia, Paulo

    • janca

      Oi Paulo, admito que desconheço este lance das apostas, se bem que elas estão em diversos campos, no futebol, no basquete, vide o que aconteceu no futebol turco e no italiano. É um mal a ser eliminado, um mal tão grave quanto o doping. Sobre personalidades presentes foram várias mesmo, desde Eike Batista até Aécio Neves, Ronaldo, artistas da novela das 21hs da Globo, um até pego depois em blitz da Lei Seca, tinha de tudo, enfim. Abs. e bom dia pra você também, Janca

  • Rossetti

    É quase uma briga de rua. Precisa dizer mais? Este Dana White não entende nada de futebol, de basquete e da essência do esporte. Quando você faz um gol ou uma cesta não pensa que está chutando o traseiro do seu “inimigo”, só faltou o cara chamar adversário de inimigo. Ele devia entrar em alguma organizada. Mas aí o mano levava tiro. O que ele quer é grana mesmo, Janca. Muito claro pra mim. Rossetti, de BH

    • janca

      Também acho uma espécie de briga de rua com regras. Não vale morder nem arrancar os olhos do adversário, por exemplo. Chutar o traseiro pode, mas a cabeça não sei. Sobre organizadas, prefiro não opinar agora, fica para um outro post, provavelmente no final de semana. Abs.

  • Rossetti

    Meu comentário aguarda moderação, é isso? Pra completar o que dizia os bares de BH ficaram lotados pra ver a luta e cobraram um extra por isso, sabia? Tem público, tem grana, tem TV, fudeu.

    • janca

      Era isso, já foi liberado. Sobre os bares que exibiram o MMA, a direção do evento parece que quer investigar porque não seria permitida (a exibição em locais como bares, restaurantes e afins). Mas não foram só os de BH que ficaram lotados, os de SP, RJ e provavelmente outras cidades também. Sinal de que há público, sim, e dinheiro para o evento e para a modalidade no país. Infelizmente. Abs.

  • Johannes

    Bom Dia João Carlos,

    Acho que a carência de ídolos é um dos fatores que contribui para a audiência do MMA no Brasil, o histórico de sucessos de lutadores brasileiros somado a ausência de ídolos em evidência na F1, Seleção Brasileira em baixa deixou um vácuo que acaba sendo preenchido pelo MMA.
    Em relação ao MMA acho que é violento sim, especialmente quando o adversário vai ao chão e geralmente a intervenção do arbitro é demorada, o que faz com que o lutador que está no chão seja castigado por golpes quando muitas vezes já perdeu a consciência do que se passa no ringue.
    Em todo o caso cada um escolhe o canal que sintoniza, por mais que não simpatize com o Dana White ele nunca me obrigou a assistir o evento…penso em relação ao MMA como penso em relação a Jaqueline Roriz, 277 deputados votaram pela não cassação dela, mas um número ainda maior de eleitores colocou ela e os outros 277 lá na câmara. Enfim… enquanto houver audiência e eleitor…

    • janca

      É verdade, há público para esse tipo de evento. E também acho que o histórico de sucesso de brasileiros, num país carente de ídolos, contribui para o sucesso do MMA por estas bandas. Infelizmente… Abs.

  • http://futebolcomoscurcinos.podbeancom/
    MELHOR PODCAST DO FUTEBOL BRASILEIRO!
    NOSSO 2º PROGRAMA COM COMENTARIOS SOBRE A 19º RODADA DO BRASILEIRAO. PALPITES, HEROIS E VILOES DA RODADA, NOVO QUADRO.. A CULPA É DE QUEM??!, HUMOR E PAIXAO PELO FUTEBOL!
    CURTA E DIVULGUE, PORQUE FUTEBOL COM OS CURCINOS FOI FEITO PRA VC!

  • Tarcísio Rezende

    Caro Janca, a violência banalizada, querendo ser considerada esporte, retrato de uma sociedade podre, sem respeito entre os cidadãos, e sem qualquer noção de ética. Esse UFC, MMA, ou qualquer outra sigla, não tem nada a ver com esporte !!

    • janca

      Também acho que não, Tarcísio, mas o pior é que o público parece gostar e o MMA tem crescido no Brasil em termos de audiência, ainda mais com as vitórias dos brasileiros, como Anderson Silva no final de semana. Abs. João

  • Tiago

    O conceito de esporte é muito vago. Acho que o MMA, por ter regras bem definidas, é esporte. Sangrar todos podem sangrar. Podem ficar paralíticos com uma queda de cavalo. Daí dizer que hipismo não é esporte tá errado. O que não é esporte é o automobilismo, porque depende mais da máquina e menos do homem. O MMA depende só do atleta, portanto é esporte.

    • janca

      Hipismo acho que é esporte, sim. E automobilismo também depende do piloto. E as próprias máquinas são construídas por seres humanos _rs. Claro que sangrar você pode sangrar em qualquer esporte, risco sempre há, viver é um risco, mas o objetivo do MMA, mesmo com regras bem definidas, de aniquilar seu adversário acho o mesmo da Roma antiga, da Roma dos gladiadores. Sinceramente não gosto. Abs.

      • Alexandre

        Janca,
        Nesta eu estou com o Tiago.
        O fato de ser (muito) violento não o desqualifica como esporte.
        Para mim, qualquer disputa atlética com regras definidas e igualdade de condições é esporte. Daí a gostar de MMA é outra história…
        Quanto ao automobilismo, o problema é a total falta de igualdade de condições. A máquina é mais decisiva que o piloto.
        Por fim, sabe qual o esporte com a maior taxa de mortalidade? Ciclismo de estrada.

        • janca

          Não sei se qualquer disputa atlética com regras definidas e igualdade de condições é esporte, não. O objetivo do esporte não pode ser aniquilar seu adversário e no MMA como no boxe é, mesmo que a taxa de mortalidade seja menor do que em outras modalidades. Mas e as sequelas na cabeça? Respeito sua opinião, mas aqui divergimos. Abs.

  • Valter

    Janca,

    Parabéns pelo blog. MMA pode até ser esporte, mas é violento demais e não acrescenta nada em desenvolvimento e educação. Já imaginou uma escolinha de MMA direcionada à crianças? Eu não curto e não assisto.
    Nem todas as lutas são violentas, como por exemplo judô.

    • janca

      Oi Valter, obrigado pelo elogio ao blog e estamos de acordo em relação ao MMA. Nem toda as lutas são violentas, caso do judô ou da luta estilo livre ou greco-romana. O MMA dizem que tem uma função social, chegando às periferias e dando uma oportunidade de vida à garotada, mas vejo tudo com um pé atrás. Acho que serve mais para formar “pitboys” que usam o esporte para sair brigando nas ruas, em bares, boates, o que for. Abs. e obrigado pelo comentário mais uma vez, Janca

  • Nilú

    Que tal jogar boliche, da para extravasar toda “raiva”, relaxar o que estiver contido dentro do nosso ser, e o que é melhor, não machuca ninguém, nem a nós mesmo!!! Nilú

    • janca

      Por que não? Lembro que conheci a equipe que representou o Brasil no Pan de 2003, em Santo Domingo, e eles estavam contando sobre como é bacana extravasar a raiva praticando boliche, falando sobre as vantagens e também as dificuldades de praticar a modalidade no país. Bom sábado pra você, João

  • Nilú

    Olha só, hoje à tarde, sentado ao meu lado no cabelereiro, estava um rapaz, cabeça raspada, nariz com um curativo, grande, forte, contando que iria lutar à noite nesse troço ai, MMA, então comecei a prestar atenção no dialogo dele, e percebi que nem nexo tinha e que ele já era meio abobado, quem sabe de tanto levar porrada na cabeça, e me pergunto como mãe, quem pode incentivar uma locura dessas? Nilú

  • Foice

    Boa tarde Janca. Lendo seu texto fiquei com uma duvida. Qual exatamente o motivo pelo qual você acha que o MMA deveria ser “banido”? Pois no texto você discute sobre ele ser ou não esporte, até ai entendi e em parte até concordo (acho que metade dos “esportes” que estão nas OLIMPÍADAS não são esporte) com você. Mas minha duvida segue. Seria por causa da violência? Por que supostamente pode incitar a violência em jovens?

    • janca

      Boa tarde. Na verdade o MMA _ou eventos de MMA_ chegou a ser banido em estados (ou províncias) do Canadá e Estados Unidos, bem como em algumas cidades brasileiras, mas acho que o sucesso de público e a consequente audiência e entrada de dinheiro acabaram falando mais alto. O que questiono, de fato, é a violência. A mim não agrada. Considero selvageria pura, por mais que digam que há regras _e é verdade_, que requer técnica, tática, não só força bruta, mas as pessoas vibram com o outro apanhando, sangrando, tendo o rosto arrebentado e realmente acho que é a violência pela violência. Sede de sangue do público. Isso não me agrada. Como não me agradam as touradas, rinhas de galo, nada disso. Sei que há público para o “esporte”, mas entre MMA e boliche, sou mais boliche. Abs. Janca

  • pps

    não fala oq vc não sabe seu jornalista de merda!!!!

  • Paulo

    “Boa tarde. Na verdade o MMA _ou eventos de MMA_ chegou a ser banido em estados (ou províncias) do Canadá e Estados Unidos, bem como em algumas cidades brasileiras, mas acho que o sucesso de público e a consequente audiência e entrada de dinheiro acabaram falando mais alto”.

    Assim como negros não podiam entrar no mesmo banheiro de brancos. Tudo evolui, assim como a mentalidade de alguns tem de evoluir. Você tem que entender que todos que entram no “ringue” estão preparados para lutar, são profissionais. Pode acontecer acidentes? Pode, mas com certeza morre mais gente no ramo de corridas de carros, motos, etc. do que no MMA.

    • janca

      Em nenhum momento disse que não são profissionais, Paulo. De fato acidente pode acontecer em um jogo de futebol ou em qualquer outro ramo de atividade. O que me incomoda é que no MMA você entra para destruir seu oponente, não para simplesmente vencer. A torcida quer isso: sangue. Quando o Anderson Silva ganhou em questão de segundos do Belfort houve grande decepção. Pois faltou sangue. Faltou pancadaria. É o que acho. Veja o comentário antes do seu, de alguém que deu e-mail falso, mas mesmo assim aprovei, como aprovo os demais. Você acha bacana? Eu não. É o “argumento” de alguém que defende o MMA. Abs.

MaisRecentes

Prass na Seleção



Continue Lendo

Críticas a Dorival



Continue Lendo

Calote olímpico?



Continue Lendo