Ainda o MMA



“No fim das contas este esporte (o MMA) inspira todos os outros. Quando um jogador chuta com raiva para o gol, vibra como se estivesse chutando o traseiro de alguém. Mas ele apenas colocou a bola no gol. Quando o jogador de basquete enterra, age como se tivesse chutado o traseiro de alguém. Mas ele pôs a bola na cesta. Quando Anderson Silva chuta o rival, ele de fato chutou seu traseiro.” Dana White, presidente do UFC, em declaração a “O Globo”, prevendo a explosão do esporte no Brasil.

É por isso que sigo dizendo: MMA é violência pura. Por mais que tenha regras seu intuito é arrebentar literalmente o oponente, destruí-lo, desfigurar seu rosto. O espírito do esporte, pra mim, é outro. E o MMA pode ser qualquer coisa menos esporte.

Deveria ser banido, como chegou a ser em determinados períodos em algumas cidades e Estados brasileiros e norte-americanos. Mas como envolve muito dinheiro, acabou liberado. Pra variar a grana falou mais alto.



MaisRecentes

Nova caminhada



Continue Lendo

O desabafo de Cuca (ainda)



Continue Lendo

As críticas de Cuca



Continue Lendo