Faxina em gastos com Copa



A presidente Dilma Rousseff insiste num levantamento preciso de todos os ministérios envolvidos com a Copa-2014 sobre quanto já foi gasto até aqui e qual a previsão de investimentos de cada pasta até a realização do evento.

A primeira que iniciou uma auditoria interna, embora sofra uma externa também _a pedido do Tribunal de Contas da União_ é a do Turismo.

O ministério, que está nas mãos do PMDB, trabalha com diferentes previsões de gastos com programas ligados ao Mundial. Para treinar cerca de 300 mil pessoas para a Copa, as cifras oscilam entre 360 e 520 milhões de reais. O Turismo costumava divulgar a “cifra do meio”, 440 milhões de reais, como a mais realista, embora cogitasse elevá-la a mais de 500 milhões de reais, pois estaria defasada.

Pressionado pelo TCU, que apontou uma série de indícios de irregularidades, o ministério está levantando dados de todos os convênios firmados até aqui, já que o mesmo será feito pela Controladoria-Geral da União e Pedro Novais, o ministro que está na berlinda, tem receio de ser pego de surpresa com novas acusações.

Até que todos os convênios firmados sejam analisados, nenhum centavo será liberado para programas ligados à Copa.

O receio é que uma parte da grana tenha sido repassada a entidades privadas e ONGs e nada tenha sido realizado com ela _pelo menos nada para o Mundial.

O próprio programa de treinamento de pessoal para a Copa _300 mil pessoas seriam preparadas para receber o evento_ é alvo de contestação, já que seria muito vago. A tendência é que ele seja refeito a três anos do torneio e apresente metas mais específicas.

Falta de planejamento dá nisso. Mas deixar a responsabilidade toda nas costas de Pedro Novais não acho correto, embora não tenha simpatia pelo ministro, que caiu de paraquedas no Turismo. Lembro que ele entrou no ministério em janeiro e o Brasil ganhou a sede da Copa em 2007, se bem que extraoficialmente a CBF já soubesse disso desde o início do ano anterior. Ou seja, quem estava lá antes de Novais, incluindo a ex-ministra Marta Suplicy, também deve explicação.



MaisRecentes

Tite questionado



Continue Lendo

A falta de um líder



Continue Lendo

Haja coração!!!



Continue Lendo