Tardes musicais



Como futebol também é cultura, vamos mudar um pouco o foco e deixar nossos dirigentes esportivos, pelo menos por algumas horas, de lado.

Ontem cheguei a dar uma dica a quem mora em SP ou estaria na cidade hoje, sábado (27), uma visita ao Museu do Futebol, no Pacaembu, onde acontece encontro de colecionadores de camisas de times de futebol.

Uma outra opção, essa para quem gosta de música e instrumentos antigos, é uma visita à Fundação Cultural Ema Gordon Klabin. Às 16hs30 acontece a apresentação de um duo formado por Cecília Moita e Clarissa Bomfim, que tocam cravo e flauta transversal de madeira.

O evento, “Do Barroco ao Clássico, uma Nova Leitura”, faz parte das tardes musicais da fundação, é gratuito e para quem quiser chegar uma hora mais cedo o acervo da casa é lindíssimo. Para mais informações o telefone da fundação é (11) 3062 5245.

Tive oportunidade de frequentar o local com minha mãe e especialmente com minha avó materna quando criança, já que as duas eram contraparentes da dona da casa, e a impressão que tinha era de que tudo era gigantesco, enorme.

Depois de revê-la, a casa, não a dona, que morreu em 1994,  achei tudo menor do que imaginava. Há só dois quartos na casa. Mas que quartos, com quadros de Chagall, Segall e tantos outros artistas de renome.

O piano é de 1911, completou 100 anos de vida. De vida, pois ainda é utilizado. Os jardins são belíssimos.

Só pena que quem estiver lá irá perder o jogo da Lusa, que se vencer o Icasa no Canindé, termina o primeiro turno da Série B com 40 pontos, o que seria o recorde do torneio, hoje em mãos do Corinthians. Quando o Timão disputou a Segundona somava 39 pontos antes de iniciar o segundo turno, pontuação que nenhum time superou até hoje. Quem sabe a Lusa não consiga?

É, a vida é feita de escolhas. Algumas mais fáceis, outras mais difíceis, mas é feita de escolhas, embora do acaso também. Um bom sábado pra todos, boas escolhas, hoje e sempre, João



  • Claudia Rossini

    Parabéns pelo blog de nível, pelas dicas e pelas curiosidades de um mundo que é um pouco mais do que uma bola e nem todos têm a capacidade ou a sensibilidade de perceber. A fundação é linda mesmo e as tardes musicais são imperdíveis. Quando posso, vou, pena que hoje não dê pois estarei no interior do Estado. Claudia Rossini, de São Paulo, capital

    • janca

      Obrigado, Claudia, obrigado mesmo. A fundação é realmente muito bonita, o acervo, incrível, o ambiente, extremamente agradável, o que mostra que em SP ainda há muitos cantos de lazer e de graça. Abs. João

  • Dani

    Deixe mesmo um pouco os dirigentes de lado e se divirta _rsrsrs. Cravo é meu instrumento preferido e o período barroco é maravilhoso. Um radiante sábado pra você, Dani

    • janca

      É o que vou fazer _risos. Também adoro cravo e o período barroco e a fundação. Embora seja fã de piano ainda mais do que do nosso velho e querido cravo. Bjs. João

  • Barcelusa 2011

    Tem Lusa batendo o recorde do Corinthians!!! Portuguesa rumo à Série A. Estarei no jogo como sempre. Legal você sempre dar um jeito de citar nossa Lusa porque a imprensa faz pouco caso dela. A Portuguesa pela história e tradição que tem merecia mais espaço na mídia. Abraço pra você e bom sábado também

    • janca

      Espero que dessa vez não queimemos a língua. Fico feliz que você vá ao jogo, também gostaria muito de ir. Sobre o espaço da Portuguesa na imprensa também acho pequeno, mas por mais que goste do time se tem pouca torcida, se não está em boa fase (o que não é o caso atual), não vai ter muito espaço mesmo. Oferta e procura, Barcelusa, essa ainda é uma questão chave no mundo capitalista. Mas bom jogo pra você, Janca

    • janca

      Ops, Barcelusa, não é que a Portuguesa ganhou chamada de capa hoje no L! e foi reportagem de página inteira? Ótima matéria de Maurício Oliveira, um excelente jornalista. Se puder, leia. Vale a pena. Abs.

      • janca

        Barcelusa, sorte que fui à Fundação Ema Klabin e assisti a uma interessante apresentação de música barroca. Não fui ao jogo da Lusa vê-la ficar no empate com o Icasa e deixar escapar dois pontos em casa. Mas que deve ter sido emocionante, deve. Terminou há pouco, escutei o finalzinho no rádio, o time conseguiu um empate aos 44min do segundo tempo, 3 a 3, terminou o primeiro turno com 38 pontos, em primeiro lugar, mas não superou a pontuação do Corinthians, que quando disputou a Série B entrou no returno com 39 pontos, um a mais do que a Portuguesa em 2011. Apesar da raça do time no segundo tempo, perdia por 3 a 1, chegou à igualdade no final, conseguiu apenas dois pontos em nove disputados nos últimos três jogos, sendo duas partidas em casa e uma fora, contra o lanterna do campeonato. Saiu de campo hoje aplaudido de novo, mas está na hora de acender o sinal amarelo e não desperdiçar pontos bobos pois ainda há 19 jogos a fazer. E a coisa pode se complicar, embora torça, claro, para que isso não aconteça. Abs. Janca

  • Timão ê ô, Timão ê ô

    O que voc~es naõ diseram é que o Corinthians so disputou a serie b uma vez e foi campeao direto. A Lusa já disputou, nao subiu, subiu, caiu, disptuo de novo, nao da pra comparar um time grande com um pequeno. E tambem naof alaram que o sao paulo ja caiu pra segundona do paulista e viirou a mesa pra ser campeao. Valheu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Fala serio, meu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • janca

      Já falei várias vezes na Lusa, que quase caiu para a Série C, ao contrário do Corinthians que subiu da B para a A com tremenda facilidade. Quanto ao Paulista vencido pelo São Paulo a que você se refere, o São Paulo não chegou a disputar a segunda divisão estadual, mas de fato o regulamento no mínimo maluco o ajudou, pegou um grupo de times de segunda, chegou às semifinais, venceu os grandes e foi campeão. Salvo engano foi isso. Abs.

  • http://futebolcomoscurcinos.podbeancom/
    MELHOR PODCAST DO FUTEBOL BRASILEIRO!
    NOSSO 1º PROGRAMA COM COMENTARIOS SOBRE A 18 RODADA DO BRASILEIRAO. PALPITES, HEROIS E VILOES DA RODADA, HUMOR E PAIXAO PELO FUTEBOL.
    CURTAM AI GALERAA!!!!

  • janca

    E só para completar umas informações sobre a Fundação Ema Klabin, entre os vários artistas que têm obras na residência, além de Chagall e Segall, estão Renoir, Portinari, Vernet, Rembrandt, Di Cavalcanti, Bruegel, Brecheret, Tarsila, Vlamink… Há até figuras funerárias da dinastia Tang, da China, século 8, acreditem ou não. Um belo acervo. E a fundação, para escolas interessadas, tem um setor educativo com projetos específicos para visitas de grupos estudantis. O e-mail para professores obterem informações é educativo@emaklabin.org.br
    Fica dado o recado. Abs. a todos, insistindo que arte, cultura, educação e esporte são instrumentos importantíssimos de inclusão social, Janca

MaisRecentes

Ainda dá?



Continue Lendo

Saída de Lucas Lima



Continue Lendo

Dorival bombardeado



Continue Lendo