A novela do Beira-Rio



Os conselheiros do Inter estão divididos sobre a reforma do Beira-Rio para a Copa de 2014.

Ou seja, a confusão não está só em Natal, Curitiba, São Paulo, Belo Horizonte, Rio… Parece ser a tônica de todas as cidades que vão receber jogos do Mundial, inclusive Porto Alegre.

O orçamento do estádio, que terá uma cobertura de primeiro mundo, toda metálica, e atenderá aos padrões da Fifa, começou em 150 milhões de reais, mas já chegou ao dobro, o que é contestado por parte do conselho, que acha que com 200 milhões de reais o estádio fica pronto para a Copa.

As discussões seguem e já foram “ouvidas” três construtoras, entre as quais a Andrade Gutierrez.

Apesar de ser uma arena privada, parte dos recursos deve vir do setor público. Mas a polêmica não para por aí. Parte do conselho acha que o estádio tem que abrigar uma das semifinais ou a disputa do terceiro lugar. Outra acha que se Porto Alegre receber cinco jogos, entre os quais um das quartas-de-final, já estará de ótimo tamanho.



  • Colorado 100

    O Beira-Rio é um dos estádios mais preparados pra Copa. Resta saber o que acontecerá com as cadeiras dos sócios e sócios-torcedores que a diretoria ainda não explicou.

  • Colorado 100

    Dinheiro público o Grêmio também vai receber então ninguém pode falar nada. O maior escândalo é o Corinthians.

  • Nilú

    A confusão está por todas as partes.
    O que fazer, o que concluir!!!
    Nilú

    • Anderson

      Não se trata de confusão. É que em todas as cidades e estádios da Copa vai ter dinheiro público, então é um direito do Inter. Com a inflação o orçamento subiu de 150 milhões de reais, que era o orçamento no ano passado. É simplesmente isso.

      • Nilú

        A tá!
        Simples assim!!!
        Muito bom isso, colocar dinheiro público.
        Direito teria nosso povo de usar esse dinheiro em setores de maior necessidade, como saúde e educação.
        É isso que eu acho!!!!!
        Nilú

        • janca

          Caro Anderson, se o orçamento subiu de 150 milhões de reais para pelo menos 200 milhões de reais em um ano tem boi na linha. Pois essa subida no preço não se justifica pela inflação, que foi bem menor do que 33%. João

          • Queria colocar um aparte, pois construção civil faz parte da minha area. O custo da construção, pelo menos na minha região subiu muito nos últimos 2 anos. Não sei precisar quanto, mas é bem mais do que inflação. A mão de obra pra terem ideia subiu até 80%. Isto mesmo 80%. Pedreiro que pegava obra a 120, 130 reais o metro. Hoje cobra 200 reais ou até mais. Vão dizer, mas são obras particulares, não publicas. E eu digo, pior ainda. Nas públicas é que tem a roubalheira. Na particular é a lei da oferta e procura. O que quero dizer é que, com o boom imobiliario que se observa no brasil, é natural que os custos da construção subam.
            As grandes construtoras hoje em dia, funcionam como montadoras de automoveis. Praticamente só montam a obra, os projetos, a terraplenagem, as fundações etc etc etc, são praticamente todas feitas por empresas tercerizadas. E estas empresas estão atuando no mercado onde a procura por serviços aumentou consideravelmente. Isto sem falar no preço do material de construção que subiu muito.
            É importante frizar que, não estou defendendo qualquer majoração absurda, nos custos das obras para a copa, mas aqui aplicasse a lei da oferta é procura.

  • Marcelo Moraes

    O Beira-Rio está devagar quase parando. Nem lugar para centro de imprensa tem. Vai ter que ser fora do estádio. O Olímpico seria melhor, tem mais estrutura.

    • janca

      O centro de imprensa será montado ao lado do estádio, no centro de eventos, que eu saiba. Sobre qual teria sido o melhor estádio do Sul para a Copa sinceramente não saberia opinar. Gosto dos dois pra ficar bem em cima do muro. Mas é verdade. Abs.

MaisRecentes

Santos em SP



Continue Lendo

Fuga de patrocínio



Continue Lendo

Verdão vai às compras



Continue Lendo