Andrés protege Teixeira



O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, tenta frear as manifestações de rua contra o presidente da CBF.

Ele quer agendar reuniões informais com líderes de organizadas corintianas na semana que vem para pedir que não participem de passeatas pedindo a saída de Ricardo Teixeira, de quem voltou a se reaproximar no último mês.

Os dois tinham um relacionamento muito próximo tanto que Andrés foi chefe da delegação brasileira na Copa da África do Sul e apoiou Kleber Leite para a presidência do Clube dos 13, o candidato de Teixeira, indo contra Fábio Koff, que acabou vencendo.

Chegaram a se distanciar quando o presidente da CBF passou a defender o Mineirão como palco de abertura da Copa de 2014, mas depois que recuou e começou a apoiar o Fielzão, os dois voltaram a se unir.

Sanchez não descarta suceder Teixeira na CBF depois da Copa no Brasil.

Enquanto isso a Frente Nacional dos Torcedores e o Movimento dos Torcedores Paulistas preparam novas manifestações, inclusive dentro dos estádios, pedindo a saída de Teixeira da presidência do Comitê Organizador Local para o Mundial de 2014 e da CBF, que ele comanda desde 1989.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo