Elio Gaspari e Caio Ribeiro



Em sua coluna na “Folha de S.Paulo” de ontem, Elio Gaspari trouxe a seguinte nota, intitulada “Conta da Festa”. Pensem no que ele escreveu pois é muito grave. “Da linha de partida à de chegada, os oitos dias de Jogos Mundiais Militares custaram à Viúva 1,8 bilhão de reais. O investimento do governo federal para formação de alunos do ensino profissionalizante, incluindo transporte e alimentação, será de 2 bilhões de reais.” No mínimo é pra gente parar e pensar…

Já meu amigo Caio Ribeiro, o comentarista politicamente correto da Globo, afirmou o seguinte: “Queria que o povo cobrasse os políticos com a mesma energia com que cobra os jogadores.” Eu também.

Sobre a rodada do final de semana do Brasileirão para mim as surpresas foram o Botafogo, com Loco Abreu, um jogador que acho extraordinário, desengonçado, oportunista, divertido, e o São Paulo. Claro, o América-MG também. E o campeonato segue pegando fogo, está bem interessante, bem interessante mesmo.



  • Nilú

    Nunca havia pensando nisso que o Caio Ribeiro colocou, mas seria ótimo se nosso povo fosse capaz de fazer com os políticos o que fazem com os jogadores. Porém o acesso do povo a educação, o que poderia conduzi-los a essa atitude, não é pelo radinho de pilha_rs, nem pela tv, e sim através de boas escolas, que não existem para todos. Nossos dinheiro deveria sim, ser usado para construi-las, eu não me importaria, pelo contrário, mas já para a Copa e Olimpíadas me revolta. Acho que é isso. Nilú

    • janca

      E às vezes acho que a capacidade de mobilização do povo brasileiro não é a mesma da que tem o povo argentino ou o chileno, que está nas ruas, por exemplo, defendendo os estudantes e uma política melhor de ensino para o país. João

MaisRecentes

Vila x Pacaembu



Continue Lendo

Walter no Fla



Continue Lendo

O futuro de Ceni



Continue Lendo