A vitória do Fielzão



Até Aécio Neves, ex-governador de Minas e amigo de Ricardo Teixeira,  jogou a toalha. O senador pelo PSDB-MG já dá como certo que o jogo de abertura da Copa será mesmo no Fielzão.

Apesar da intenção inicial do presidente da CBF de levar a partida inaugural para o Mineirão e das declarações de João Havelange à revista “Piauí” de que o primeiro jogo seria em BH, o favoritismo agora é todo do Corinthians. O clube deu garantias à Fifa de que o estádio ficará pronto até o final de 2013, embora a entidade aceite que seja finalizado até fevereiro de 2014. Além do jogo de abertura, o Timão quer receber uma das semifinais do Mundial.

Ciente de que as chances de BH ficaram mínimas, Aécio luta para receber a disputa do terceiro lugar, já que a final da Copa será mesmo no novo Maraca, que deve ser entregue em dezembro de 2012.

Tanto o Mineirão quanto o Fielzão irão receber pelo menos quatro jogos da Copa. O anúncio definitivo da Fifa, no entanto, será em outubro próximo.

Agnelo Queiroz, governador do Distrito Federal, e o ministro do Esporte, Orlando Silva, ainda têm esperanças de que a abertura seja em Brasília, mas pelo sim, pelo não, Agnelo avisou Fifa e CBF que, perdendo a abertura, gostaria que a disputa do terceiro lugar e de uma das semifinais fosse na capital federal. A briga com BH promete ser feia, pois as duas cidades têm o mesmo objetivo. Uma delas dança.



MaisRecentes

A matemática do futebol



Continue Lendo

A melhor do mundo



Continue Lendo

Aprender a perder



Continue Lendo