Líder isolada



Não, não vou falar do tão badalado Corinthians, líder isolado da Série A, mas da Lusa, a líder isolada da Série B, que acaba de empatar com o Americana, 0 a 0 0 no Canindé.

O que me deixou feliz foi saber que a torcida da Portuguesa reconheceu o empenho dos jogadores e aplaudiu o time de pé, coisa raríssima quando perde pontos em seu estádio e mais rara ainda depois de um jogo sem gols.

Com esse resultado chega aos 27 pontos e se mantém em primeiro lugar até a rodada do próximo final de semana, quando pega a Ponte Preta no Moisés Lucarelli.

Bem que gostaria de ir ao jogo, mas tenho uma missa de sétimo dia bem no sábado, ficando impossibilitado de comparecer ao estádio ou mesmo ver a partida pela TV. Como não consegui ver o confronto contra o Americana, embora tenha escutado boa parte da transmissão pela rádio Estadão/ESPN e a transmissão, como de costume, foi bárbara. Parecia que eu estava no Canindé.

Escutando o jogo fiquei lembrando das inúmeras partidas que acompanhei da Lusa na infância, ainda nos tempos em que o presidente era Osvaldo Teixeira Duarte, um time que tinha como ídolo Enéas, um brilhante jogador que lamentavelmente já se foi, como se foi Dêner, que viveu pouco, mas nos deu inúmeras alegrias.

A Portuguesa é assim, vive de momentos fugazes, como todos nós, por que não? Momentos fugazes, mas marcantes. Mesmo quando perde, como aconteceu na final do Brasileirão de 1996, em Porto Alegre. Uma derrota doída, doída, doída, o título escapou no finalzinho. Mas uma derrota marcante. Porque nas derrotas pode-se aprender até mais do que nas vitórias. E como vimos agora há pouco com os empates também aprendemos. Porque reconhecer o esforço de um time que não sai do 0 a 0 com o Americana é importante. Sinal de que não só o time está evoluindo, mas a torcida da Portuguesa também. E ao lado dela sigo na expectativa de que voltemos à Série A em 2012. Onde, cá entre nós, é nosso lugar.



  • Gonçalo

    Finalmente uma homenagem à nossa querida Portuguesa de Desportos. Ela merece mais espaço nos jornais. Continue falando dela sempre que possível, Janca.

  • Flávio Alcântara

    Você e o Flávio Gomes são dos poucos que se lembram da Lusa. Mas fiquei com uma dúvida. Sabe porque a torcida continua com as faixas de cabeça pra baixo se o time vem jogando bem como você escreveu aqui?

  • Flávio Alcântara

    Faz tempo que não vou ao Canindé. Quero ver se me animo depois do seu texto a ver um joguinho lá se a Portuguesa continuar na liderança.

  • janca

    Obrigado pelos comentários, mas que eu saiba, Flávio, a faixa de “cabeça para baixo” é porque o time está na Série B, quando (e se) subir à Série A tudo volta ao “normal”. Abs. Janca

  • janca

    Ops, e como a Ponte ganhou do Paraná fora de casa, o jogo de sábado vai colocar em disputa a liderança. Se vencer em casa, ela fica com a Ponte. A Lusa tem que empatar para seguir em primeiro. E bom que o Guarani goleou, segue na zona de rebaixamento, mas não quero que caia. Torço para times como o Guarani e o Santa Cruz, que está na Série D, quem diria!, voltarem a crescer. Abs. e vamos ver o que acontece sábado em Campinas, Janca

  • janca

    Ah! E com a punição _perda de mando de campo_ para Ponte e Guarani, devido aos “incidentes” ocorridos no derby campineiro, o jogo da Lusa não deve ser em Campinas, o que é uma vantagem pra ela.

  • janca

    Ops, o jogo contra a Ponte acabou sendo no Moisés Lucarelli, sim, em Campinas. A Ponte recorre da perda de dez mandos de campo por conta dos “incidentes” na partida contra o Guarani. E a Lusa venceu mais uma, grande atuação, 3 a 0, gols de Leandro Silva, Mateus e Raí, ótimas atuações do goleiro Weverton, de Marcelo Cordeiro e de Edno, que hoje não marcou mas auxiliou seus companheiros lá na frente. Agora a Portuguesa tem 30 pontos, segue em primeiro sozinha, quatro a pontos de vantagem em relação à própria Ponte, segunda colocada. E o Guarani conseguiu boa vitória fora de casa, de virada, 3 a 1 contra o Grêmio Barueri, segunda vitória consecutiva na luta para fugir da zona de rebaixamento. Abs. a todos, Janca

MaisRecentes

Verdão vai às compras



Continue Lendo

Contas corintianas



Continue Lendo

Timão em 2018



Continue Lendo