A vida não é justa



A Colômbia acaba de ser eliminada da Copa América, levou 2 a 0 do Peru na prorrogação.

Volta a velha pergunta, a de sempre no futebol quando o time que faz a melhor campanha, cria as maiores chances de gol e domina a partida é eliminado. O resultado foi justo? A desclassificação foi merecida?

A resposta não é tão difícil assim, é? A vida é justa? Não, então por que o futebol seria?

Cá entre nós, a Colômbia perdeu o jogo pois desperdiçou um pênalti no segundo tempo, não aproveitou as oportunidades que teve e seu goleiro falhou duas vezes. Simples. O Peru aproveitou e venceu.

O regulamento não era esse? A campanha na primeira fase já não valia mais. Vale quem ganha o mata-mata. E quem ganhou foi o Peru, que tem um time inferior ao da Colômbia, mas soube jogar fechadinho, teve a felicidade de ver os colombianos perderem um pênalti e marcou duas vezes na prorrogação.

Justo _acho que foi_ ou injusto não interessa. Interessa que fez seu papel, os jogadores cumpriram o que o técnico determinou e a estratégia deu certo. E lá seguem os peruanos para as semifinais. Fico contente por eles. E deixo que Argentina e Uruguai meus colegas do LANCE! e do Lancenet, certamente mais competentes do que eu para comentar futebol, analisem. Pois vou ver pela TV e… torcer para a Celeste, ok? Abs. a todos, Janca

 



  • Vicentinho

    É hora de que se reconheça que defender tambien é un arte…É frase común entre os journalistas brasileiros a frase “é time superior, é time inferior” tomando o criterio de habilidade ofensiva.Si tinhan superioridade técnica mais no sirveu pra desarticular un dispositivo defensivo, entao no son superiores, e por tanto é justo que o Perú ganhou.Foi “superior” defensivamente.Isso tambein é un arte.Time inferior qe no sabe defenderse perde por goleada.

    • janca

      Você tem total razão e aprendi isso em 1994, durante a Copa dos Estados Unidos. Também acho que defender bem é uma arte e o Peru está de parabéns por ter chegado às semifinais da Copa América. E pode ir mais longe, por que não? No Mundial do ano passado achei um dos melhores jogos _não o melhor, este foi Uruguai e Gana, pois futebol para mim é fundamentalmente emoção_ o confronto Uruguai e França, logo na primeira rodada. A partida terminou 0 a 0 e achei fantástica a forma como os uruguaios se defenderam. Enfim, você está mais do que certo. Não é “culpa” do Peru se a Colômbia foi mais ofensiva, perdeu pênalti e não marcou nenhum gol. É mérito. Defender-se bem também é uma arte, sim. E bonita. Grande abraço, Janca

  • Renato Rasiko

    Erro crasso Janca. A vida é justíssima. Você só colhe aquilo que plantou. “A vida não é justa” é conversa pras vítimas e perdedores como forma de se justificar. Acontece que foi ele que plantou. E colheu. Pense nisso. Abraço.

  • janca

    Oi Renato. Sinceramente não concordo com você. Não acho a vida justíssima, não, e tampouco ahco que isso seja conversa de perdedores como forma de se justificar. Até porque a distância entre vitória e derrota é tão tênue… E às vezes é tão difícil diferenciar uma da outra. Para nos ater ao mundo do futebol podemos dizer que a seleção de 82 do Brasil foi uma seleção perdedora? Tenho minhas dúvidas… Diria que foi vencedora, apesar de ter sido eliminada nas quartas-de-final. Mas respeito sua opinião, claro. Valeu pelo comentário, abs. Janca

MaisRecentes

Vanderlei na Seleção



Continue Lendo

Vila x Pacaembu



Continue Lendo

Walter no Fla



Continue Lendo