Jennings x Teixeira



No lançamento do livro “Jogo Sujo _O Mundo Secreto da Fifa: Compra de Votos e Escândalo de Ingressos”, o jornalista escocês Andrew Jennings não poupou críticas a Ricardo Teixeira, Joseph Blatter e cia., chegando a chamá-los de ladrões antes da sessão de autógrafos num shopping em São Paulo.

Indagado que pergunta faria ao presidente da CBF, se tivesse a oportunidade de lhe fazer apenas uma única questão, disse que gostaria de saber se Teixeira não tem vergonha do que fez com o Brasil e o povo brasileiro.

A resposta é fácil. Teixeira, certamente, diria que não, embora devesse ter vergonha sim por, entre outras coisas, estar gerindo extremamente mal a organização da Copa no Brasil _sem falar das denúncias de corrupção.

Mas Jennings, um jornalista investigativo que penetrou nas entranhas da Fifa depois de atacar a administração de Samaranch no COI, acaba com Blatter e seus aliados. Pude apenas dar uma olhada na obra, depois vou lê-la com calma, só que deu para sentir que o britânico tem esperanças de que Blatter não sobreviverá muito como presidente da Fifa. Na conversa com jornalistas e estudantes de jornalismo chamou a última reeleição do suíço, em junho passado, de uma grande farsa. E diz que os patrocinadores da Fifa estão p… da vida com a imagem mais do que arranhada da entidade e de seus dirigentes, atolados em denúncias de corrupção. Um mar de lama que não acaba mais.

Jennings diz ainda que tem ânsia de vômito cada vez que Teixeira dá um beijo em Jérôme Valcke, o secretário-geral da Fifa. Apesar de os dois quererem o cargo de Blatter, já que almejam suceder o suíço na presidência da Fifa, estão concatenados sobre a Copa no Brasil. Que vai dar muito dinheiro. Valcke pede urgência nas obras e Teixeira corre para o governo para pedir mais dinheiro.

Só que o autor de “Jogo Sujo”, livro da Panda Books, cujo diretor editorial é o brilhante jornalista Marcelo Duarte, tem gostado da posição de Dilma Rousseff. Acha que a presidente do Brasil tem evitado aparecer ao lado de Teixeira, deixando de posar em fotos com o dirigente e está abrindo os olhos para o que pode acontecer na Copa de 2014.

Para ele, não há necessidade de construir tantos estádios, isso interessa apenas para as grandes empreiteiras. E o povo brasileiro, bem, o povo brasileiro vai acompanhar a Copa… pela TV, diz Jennings. Porque os ingressos serão caríssimos e ficarão quase todos em mãos dos donos do futebol. Não do público brasileiro.

Mas há pontos em que discordo do jornalista. Ele pode não gostar de Havelange _e não gosta com toda a razão, aliás põe razão nisso_, mas admira seu antecessor, o britânico Stanley Rous, que comandou a Fifa de 1961 a 1974 quando perdeu a eleição para o brasileiro. Só que Rous não era flor que se cheire.

Rous comandou a Copa de 1966, na Inglaterra, vencida todos sabemos como… pelos ingleses. Recusava-se a aprender outras línguas pois achava que todos tinham que falar… inglês. Tinha preconceito contra o futebol africano e chegou até a cogitar fazer uma Copa só com países europeus mais Brasil, Argentina e Uruguai. Tinha um pensamento bem ultrapassado. Era Sir, o que não quer dizer muita coisa, mas para Jennings parece que quer… Rous não se opôs ao regime do apartheid na África do Sul e não era muito fã de Mandela.

Jennings prefere concentrar suas críticas nos alemães, suíços, argentinos e brasileiros, o que me deixa com um pé atrás. Apesar de reconhecer que é um baita jornalista, o que é indiscutível. Mas mesmo os grandes jornalistas não deixam de ser parciais, porque a neutralidade absoluta simplesmente não existe.



  • cambito caçapava s.p

    NÃO PRECISA SER JORNALISTA PARA SABER QUEM COMANDA CBF..FIFA..COI…COB…GLOBO…FEDERAÇÃO PAULISTA…KASSAB..ANDRES SANCHES….. ORLANDO SILVA…É UMA QUADRILHA ORGANIZADA…MAFIA….GANGUESTERS…E POR AI VAI TUDO QUE ENVOLVE CORRUPÇÃO

  • Nilú

    Oi João.
    Não li o livro, óbvio, e não sei como Jennings, coloca todas essas acusações, mas acho que ele
    pode se preparar para um “processinho” na justiça.
    Pelo que sei, esses dois aí, Blatter e Teixeira, gostam de processar jornalistas.
    Não suporto nem ve-los, para mim, eles são piores que o pior político que esse Brasil já teve.
    E como a lista é grande, nem sei quem escolher_rárárá.
    Mas não é para rir não!!!
    Nilú

    • Marcel

      Processam nada… Jennings não faria tais acusações, ainda mais por um livro, sem ter provas contundentes ou no mínimo pessoas que as tenham, contra Blatter e Teixeira… esses dois estão com o cú na mão, querendo pegar esse jornalista, mas não podem… e concordo com você… Teixeira é a pessoa mais podre que existe no momento nessa porra de país…

    • rogério ratão

      O vereador paulista Aurélio Miguel (PR) denunciou o prefeito Gilberto Kassab por improbidade administrativa ao Ministério Público pelas “regalias” ao Corinthians e à Odebrecht para a construção do Fielzão em Itaquera. Ele destaca que o clube não cumpriu com as contrapartidas da concessão do terreno e a construtora só terá bônus e não ônus com o estádio

      !

  • vinicius leal

    O Nilú, eu acho que você não acompanha esse jornalista a muito tempo né, ele não sofre processo algum do Ricardo Teixeira e nem do Blatter, ele ja chamou os 2 de ladrões na cara deles e mesmo assim os 2 não o processam, sabe porque? porque ele tem documentos que provam as fraudes, ja mostrou esses documentos na TV diversas vezes, e contra provas não há argumentos ou processos, falta é a justiça brasileira tomar vergonha na cara e investigar essas denúncias, mas será que alguem aqui está interessado em investigar isso? eu acho que não.

  • janca

    Obrigado a todos pelos comentários e aproveito para colocar aqui mais uma coisa. Jennings disse que está banido das coletivas da Fifa há quase dez anos e quando tenta fazer alguma pergunta a Ricardo Teixeira conta que o dirigente brasileiro foge dele. E conversando conosco fez mais acusações. Afirmou que teve seu sigilo bancário e telefônico quebrado por alguém ligado à Fifa, que ele diz saber quem é, mas não revelou o nome e completou declarando que vingança é um prato que se come frio (é assim que se fala?). Enfim, ele não fica em cima do muro, vai para o ataque mesmo, diz que a Fifa tentou proibir a publicação do seu livro, mas continuo achando que idolatra em vários pontos o antecessor do Havelange porque era britânico. Comentou sobre o erro de arbitragem que prejudicou a Inglaterra na última Copa, acha que foi proposital, mas nada falou sobre o erro de arbitragem na administração de Stanley Rous, a quem faz questão de chamar de Sir, que deu o título de 1966 aos ingleses… E acha que o melhor futebol do mundo está na Europa. Até brincou que a Copa de 2018 deveria ser na Holanda e na Bélgica por terem a melhor cerveja do mundo e que futebol é diversão, mas depois falou sério, que deveria ser na Europa ocidental, que teria mais condições de receber uma Copa do que Brasil, Rússia ou Qatar. Mas e a Copa na França, não foi lá o maior escândalo de ingressos que já vimos num Mundial? Com certeza está no próprio livro dele. Admiro muito o jornalista, mas não gosto de seu eurocentrismo, não. Parece que os demais continentes são periféricos e ponto. Que a Grã-Bretanha é a tal e o resto é o resto. Disso definitivamente não gosto. Abraço e bom dia a todos, João

  • Luis Garcia

    Acabo de me mudar da Inglaterra ao Brasil. E sabendo que a BBC esta por traz explica tudo. A BBC antes um exemplo de independencia jornalistica, hoje se transformou em orgão defensor dos interesses do governo. Afinal a empresa pertence ao Estado. Lembremos que tudo começou depois da Inglaterra perder a Copa de 2018, Copa essa que eles pensavam que já estava no “papo”. Pois é tomarão uma rasteira de Blatter, Ricardão e cia. E isto nada mais é que retaliação. Não sei no caso do Sr. Jennings (mas desconfio),mas tenho a mais absoluta certeza que a BBC não diria nada no caso de a Inglaterra sediar a Copa 2018. Seria até capaz de estar fazendo materias sobre abondade e competencia dos mesmos. Mais um caso de alguem fazendo a coisa certa pelos motivos errados.

    • janca

      Oi Luis, neste ponto eu concordo com você, o ponto, que digo, é o fato de a imprensa britânica estar fazendo este auê todo depois de ter perdido a disputa para a Rússia pela Copa de 2018. Por que não fez antes? Por que não apresentou as denúncias antes da escolha da sede? E para a escolha do Brasil, apesar das críticas do Jennings, a quem respeito muito, não houve denúncia de compra de votos nenhuma, a sede seria na América do Sul e o Brasil foi o país que se apresentou como candidato. Como você desconfio da imprensa britânica e da imprensa em geral. E de mim mesmo porque sou, como já disse antes, a contradição em pessoa. Mas muito interessante o que você escreveu, parabéns pelo comentário. Abs. João

      • rogério ratão

        O vereador paulista Aurélio Miguel (PR) denunciou o prefeito Gilberto Kassab por improbidade administrativa ao Ministério Público pelas “regalias” ao Corinthians e à Odebrecht para a construção do Fielzão em Itaquera. Ele destaca que o clube não cumpriu com as contrapartidas da concessão do terreno e a construtora só terá bônus e não ônus com o estádio

        Leia mais no LANCENET! http://www.lancenet.com.br/corinthians/Vereador-denuncia-Kassab-MP-Corinthians_0_511749109.html#ixzz1RKsh3sQ8
        © 1997-2011 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

    • POLACO

      LUIS,ACHO QUE VOCE DEVE SER CUPINCHA DO RICARDO TEIXEIRA,FALA A VERDADE?PROTEGER UM CORRUPTO DESSES?VÁ PRO INFERNO,QUERER DESMERECER UM TRABALHO DE INVESTIGAÇÃO,QUE A MAIS DE DEZ ANOS ESTÁ SENDO FEITO,QUE É BEM ANTERIOR A VOTAÇÃO PARA A COPA DE 2018.TALVEZ NÃO TENHA SIDO DENUNCIADO ANTES POR FALTA DE PROVAS E HOJE .COM AS PROVAS NA MÃO,RESOLVEU DENUNCIAR.NÃO PROTEJA CORRUPTO!

  • Fábio

    Campanha contra a realização da Copa no Brasil. Vale a pena conferir!

    http://www.youtube.com/watch?v=tQHvFtQGkOw

MaisRecentes

Walter no Fla



Continue Lendo

O futuro de Ceni



Continue Lendo

O preço justo



Continue Lendo