Clubismo



É impressionante como o clubismo impregna a cultura do futebol. Também é impressionante como as pessoas vêem aquilo que querem ver. Apenas aquilo que querem ver.

O futebol continua sendo uma das válvulas de escape para os torcedores colocarem lá suas frustrações. Por isso acho que a pressão em cima de jogadores tão novos chega a ser desmedida, inclusive por parte da mídia, e que os clubes precisam se preocupar em dar um suporte psicológico a seus jogadores. Para os que dão certo na profissão, mas também para os que ficam longe do topo.

Com a internet, agressões, xingamentos e hostilidades ganharam um outro meio para serem manifestados. Normalmente por gente que se esconde no anonimato.

Isso me fez lembrar de um texto que escrevi para um livro, ainda quando estava na escola, livro este chamado “Tinta Fresca e Papel Novo”, uma criação coletiva do colégio onde estudava. Meu artigo tinha o nome de “Tragédia e comédia”, escrito a partir de uma matéria publicada no “Jornal da Tarde” que tinha o título: “Incêndio. E o sofrimento vira motivo de diversão.”

A partir daí escrevi sobre como via o comportamento de grupo. Sobre como alguém vira valentão quando está cercado por pessoas da mesma turma, time ou partido, seja lá o que for, mas como esta mesma pessoa agiria diferente se não estivesse escondida entre seus pares. Se estivesse só. Como as coisas mudam quando muda o contexto…

O tempo passou mas o mundo não mudou tanto assim, não. Ganhou novas tecnologias, mas o ser humano… O ser humano continua sendo o ser humano, com suas qualidades e seus inúmeros defeitos. E com sua agressividade, seus xingamentos, sua visão estreita da realidade, se bem que é sempre bom ver que há vida inteligente no planeta. Sim, apesar dos pesares ainda há vida inteligente por aqui, tem muita gente que pensa e que anda contra a corrente.

Boa noite a todos, João



  • Leonardo

    É impressionante como as pessoas temem o futuro!No fundo, todos sabem que o corinthians é muito forte. E a construção de seu estádio trará receitas inimagináveis para os padrões brasileiros. Conseguimos nos tornar o clube mais amado e mais odiado, devido ao imenso amor que os corinthianos sentem pelo mesmo. E para quem está reclamando dos incentivos fiscais, fiquem cientes que o morumbiba foi construído com verbas públicas. Para quem tem dúvida, é só entrar no próprio site do são paulo. Sr. Laudo Natel na época, deu uma pequena ajuda!

    • Fabrício

      Com apenas os frutos dos novos patrocinadores já deu pra monta o elenco mais forte do Brasil, isso tudo sem estádio, imagine quando tiver então..

      Os antis já estão vendo que ninguém mais vai parar o Corinthians e estão desesperados kkkkk

  • janca

    Ninguém está questionando a força do Corinthians, clube pelo qual tenho a maior admiração. Mas como disse e repito cada um vê o que quer ver. Não emiti nenhum juízo de valor sobre Corinthians, São Paulo ou Palmeiras ou mesmo sobre os times cariocas. Mas realmente cada um vê o que quer ver. Abs. pra você, Leonardo, João

  • paulo teixeira

    VC FALA MUITO,VC FALA MUITO………………………………………

  • Jorge

    O Corinthians é o clube mais importante do Brasil.

    A maior comprovação desse fato é, mais do que números, ou estatísticas, ou cifras; mais até do que esse fenômeno único do futebol, a Fiel; é a referenciação obsessiva dos torcedores dos demais times ao Timão.

    É o anticorinthianismo o que melhor comprova e reafirma o fato de o Corinthians ser o clube mais importante do Brasil.

    A inigualável grandeza corinthiana prescinde da galeria de títulos, não obstante o cartel de títulos corinthianos seja invejável: 26 títulos do campeonato estadual (maior campeão paulista), 5 títulos do Torneio Rio-São Paulo (maior campeão do torneio), 7 títulos nacionais (4 Brasileirões e 3 Copas do Brasil), e a honra pioneira (simplesmente insuportável para os anticorinthianos) de haver conquistado o 1° Mundial de Clubes.

    Mesmo o incomparável poderio econômico do Corinthians, cada vez maior e mais evidente no cenário crescentemente comercializado e economicamente globalizado do futebol, que impressiona e causa ciúmes nos rivais, não é o motivo principal da inveja anticorinthiana.

    O que causa mais inveja nos torcedores rivais do Corinthians, o principal motivo do anticorinthianismo, é a torcida corinthiana, a Fiel. O que distinguiu o Corinthians no futebol, praticamente desde o seu surgimento, há 100 anos, foi a multidão crescentemente maior de seguidores apaixonados incondicionalmente pelo time de uniforme alvinegro, nascido para ser, nas palavras de seu primeiro presidente, o alfaiate Miguel Bataglia, “O Time do Povo”.

    E assim foi, e assim é: o Corinthians é o Time do Povo. O time da Fiel. A Fiel é o motivo do anticorinthianismo. Em outros tempos, o preconceito social (e, inclusive, racial) era mais evidente no anticorinthianismo; tempos em que o futebol era ainda um esporte associado à elite econômica, sendo o popular Corinthians um intruso desagradável, encarando e vencendo os seus oponentes da oligarquia; mais recentemente, quando a sociedade brasileira ainda não havia iincrementado o seu processo de democratização econômico-social, quando o Corinthians era estigmatizado (sim, ainda é, mas cada vez menos) como o “time dos pobres”, “dos maloqueiros”, “de ladrão”.

    O Corinthians é invejado, essencialmente, porque não existe outra torcida como a Fiel. Nenhum outro clube brasileiro possui tantos e tão apaixonados torcedores. De fato, a coisa mais bonita do futebol não é o futebol, é a torcida. E não existe torcida mais bonita do que a Fiel (e isso explica o processo anticorinthiano observado em São Paulo de limitar e/ou nivelar por baixo a beleza das torcidas, proibindo bandeiras, bateria, fogos, faixas, e estabelecendo cotas). Mais do que títulos, mais do que craques, mais do que patrimônio, o que faz grande (e invejado) um clube de futebol é a sua torcida. Ainda mais uma torcida como a Fiel. Daí a grandeza do Corinthians. Daí o anticorinthianismo.

    • Fabrício

      O Corinthians virou uma máquina de fazer dinheiro, e logo logo vai se tornar uma das maiores potências do futebol mundial, é só esperar pra ver…

MaisRecentes

Saída de Lucas Lima



Continue Lendo

Dorival bombardeado



Continue Lendo

A grana de Nuzman



Continue Lendo