A bolha no futebol europeu



A Uefa prepara um pacote de socorro aos clubes europeus. Só em Portugal, Espanha, Irlanda e Grécia, quatro dos países que mais sofrem com a crise e a paralisia da política econômica do continente, cerca de 65% dos clubes da Série A estão com dívidas, metade dos quais sem perspectivas de quitá-las.

Atual campeã do mundo, a Espanha vê a soma das dívidas de seus clubes de futebol chegar à casa dos 500 milhões de euros.

O problema é que nações economicamente mais fortes como a Alemanha já disseram que não querem que a Uefa se intrometa e utilize verba própria para ajudar os clubes dos países em pior situação.

É a mesma postura que os alemães já adotaram em relação ao Banco Central Europeu. Até agora os países mais ricos vinham ajudando com pacotes os que estão em maiores dificuldades, caso dos quatro citados acima. Os alemães não querem mais continuar arcando com a parte da conta que não lhes cabe.

Cada um que se vire a seu modo.

O futuro dirá se a Uefa conseguirá mesmo levar adiante o pacote de ajuda que formula ou se a postura da Alemanha é que irá prevalecer.

Culpados, cá entre nós, há vários. Entre eles a gestão temerosa de vários clubes, que gastaram mais do que podiam, e também dos bancos. Assim como na bolha imobiliária, eles acabaram fazendo diversos empréstimos duvidosos. E agora começam a levar calote. É a bolha do futebol explodindo…

 



  • Fernando

    E a imprensa que babava ovo para os clubes europeus?

MaisRecentes

Vanderlei na Seleção



Continue Lendo

Vila x Pacaembu



Continue Lendo

Walter no Fla



Continue Lendo