Vascão



E não é que o Vasco, que chegou a ser um dos times mais odiados do Brasil nos tempos de Eurico Miranda, voltou a cair nas graças do povo? A festa pelo título foi comemorada por torcedores de outras equipes _com certeza não por rubro-negros_ até em São Paulo, onde estouraram rojões após a conquista vascaína.

Um time simpático, que jogou com muita garra a final, uma decisão incrível, um dos melhores jogos do ano. E foi de emocionar a alegria dos torcedores do Vasco e a recepção aos jogadores na chegada do Rio. Desta nem preciso falar, as imagens falam mais do que qualquer coisa. Lindas como a despedida do Pet do Flamengo, que recebeu uma homenagem da torcida mais bonita do que a de Ronaldo no adeus de terça no Pacaembu.

 

 

 



  • Grande Janca! Post sobre o meu Vascão merece um agradecimento. Boa sorte com o novo blog. Abração!

    • janca

      Valeu, Louzada, a chegada do Vasco ao Rio foi uma das coisas mais bonitas do futebol brasileiro em 2011. Torcida, aliás, é um dos temas que pretendo abordar neste blog. Pois é ela que faz o esporte ser o que é. Abs.

  • Fernando

    Você é incoerente. Depois da ditadura Eurico, a ditadura Dinamite, que não sai do poder. Por que um pode e outro não? Porque é simpático e foi um bom jogador? A festa do “Pet” foi medíocre, aquela bandeira da Sérvia é sinal de terceiromundismo, meu.

    • janca

      Obrigado pelos comentários, Fernando, mas aqui vale uma observação. Sou favorável à limitação dos mandatos dos dirigentes de clubes como sou favorável à limitação dos mandatos de dirigentes de federações e confederações, aqui incluindo CBF, COB, Fifa e COI. Não defendo mandato “permanente” para Roberto Dinamite, não, como não defendia para o Eurico. Abs.

      • Tarcísio Rezende

        Acredito na alternância de poder, e o Dinamite não deveria se candidatar para um terceiro mandato, jamais. Temos gente muito boa, que tal Juninho Pernambucano presidente em breve !

        • janca

          Concordo com você, Tarcísio, e também defendo a alternância de poder, sem exceções. Não importa se se trata do Roberto Dinamite ou do Eurico Miranda. Abração.

  • Tarcísio Rezende

    O Vasco sempre foi alegria e liberdade, até surgir aquela figura bizarra e gorda, mas o tempo passou, ele virou passado, e o Vasco retoma sua trajetória de time campeão simpático e amado por grande parte dos brasileiros. Sua bela história foi retomada !

    • janca

      Também concordo com você. A bela história do Vasco realmente agora foi retomada. Abs. e valeu pelos comentários, João

MaisRecentes

O futuro de Ceni



Continue Lendo

O preço justo



Continue Lendo

Pedido pelo Pacaembu



Continue Lendo