Na estreia de Ceni, Sidão faz a diferença e São Paulo vence o River nos pênaltis




Maior goleiro-artilheiro da história do futebol, Rogério Ceni acostumou-se a comemorar gols marcados seja de falta seja de pênalti. Foram 131. No entanto, quis o destino que em sua estreia como treinador, nesta quinta-feira diante do River Plate (ARG), fosse a pontaria ou a falta dela seu maior obstáculo. O São Paulo de Ceni jogou direito, sobretudo no primeiro tempo com uma formação mais “titular”, mas não conseguiu fazer aquilo que seu mestre sabia tão bem no tempo normal: gol. Mas como Ceni tem estrela, quis o destino que fosse o goleiro indicado por ele o responsável por lhe conceder a primeira alegria na nova trajetória. Isso porque depois do 0 a o no tempo normal, Sidão entrou em ação, defendeu dois pênaltis e classificou o Tricolor à final da Florida Cup.



MaisRecentes

Jogadores que retornaram ao Brasil nesta temporada



Continue Lendo