Mano explica que não basta vencer em casa para garantir o G4