Emily Lima assume a Seleção feminina e projeta trocar experiências com Tite




Ela é a primeira mulher a comandar a Seleção Brasileira feminina. Mas antes de falar sobre machismo, preconceitos e obstáculos da modalidade, Emily Lima – que recebeu de Marco Polo Del Nero o recado “trabalho, trabalho, trabalho” – avisou como pretende montar a equipe brasileira no período em que estiver responsável por comandar Marta, Cristiane e Cia. Logo na primeira resposta na coletiva de apresentação desta quinta-feira, a treinadora usou uma expressão que virou corriqueira nas entrevistas da Seleção principal masculina, graças a Tite: “Jogo apoiado”.



MaisRecentes

Veja os melhores momentos da vitória do Fluminense sobre o Atlético-MG



Continue Lendo

10 maiores transações da história do futebol brasileiro



Continue Lendo