Eduardo Baptista pede paciência com Borja: ‘Diamante a ser lapidado’




Sem marcar há quatro partidas, Borja treinou nesta segunda-feira entre os reservas no Palmeiras. Eduardo Baptista diz que ainda estuda se usará o colombiano ao lado de Willian ou apenas o camisa 29 contra o Jorge Wilstermann (BOL). Independente do jogo, o treinador considera que o reforço ainda é um “diamante a ser lapidado”.



MaisRecentes

Confira o aproveitamento dos 20 clubes da Série A na temporada



Continue Lendo

Relembre jogadores brasileiros que se naturalizaram para defender outras seleções



Continue Lendo

Os maiores artilheiros sub-23 do mundo



Continue Lendo