Uma inédita ‘confusão’ contra a degola



São Paulo segue na zona da degola (foto: Maurício Rummens)

A 25ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017 vai terminar com uma inédita diferença de três pontos entre o décimo colocado e o 17º, hoje o São Paulo, primeiro clube dentro da zona do rebaixamento. Nunca houve uma distância tão curta, nesta etapa, na história da competição, desde 2006. Isso significa que metade dos clubes está ameaçada de rebaixamento após 25 jogos. O Tricolor, que ocupou o Z4 em 13 das 25 rodadas, pode, por exemplo, ultrapassar Fluminense (12º) e Atlético-MG (11º) se vencer o Sport no domingo, no Morumbi, e os concorrentes perderem para Grêmio e Atlético-PR, fora, respectivamente. Resultados totalmente normais.

Há 11 anos, na primeira edição do Brasileirão por pontos corridos com 20 clubes, o Fluminense fechou a 25ª rodada em 10º, com 34 pontos, quatro a mais do que o Goiás, o primeiro na zona da degola. Em 2007, a distância ficou em seis. Desde então, ela nunca foi inferir a sete pontos. Em 2011, o décimo colocado tinha 11 pontos de vantagem para a entrada da zona do rebaixamento.

A “confusão” na tabela de classificação é uma boa notícia para o torcedor do São Paulo, que vê seu time sofrer para deixar o buraco. Se por um lado o Tricolor conseguiu bons quatro pontos nas duas últimas rodadas e nem saiu saiu do Z4, por outro a distância da saída ficou em apenas um ponto e há vários “interessados” em disputar a Série B de 2018. Os números do São Paulo ainda apontam para um clube seriamente ameaçado de queda, é claro. Mas o desempenho recente dá esperança de reação, enquanto que torcedores de Flu e Galo começam a entrar em pânico com times que não vence e despencam.

Com 28 pontos, o São Paulo precisa de seis vitórias em 13 rodadas para escapar. Chegaria aos 46 pontos, o que deve ser suficiente para evitar a degola. São sete jogos em casa: Sport, Atlético-PR, Flamengo, Santos, Chapecoense, Botafogo e Bahia. O Brasileirão de 2017 aponta para uma briga contra o rebaixamento que será emocionante até a última rodada. O Atlético-GO, lanterna, com 22 pontos, é o único que parece entregue. As outras três vagas na Segundona estão abertas. E gigantes do futebol brasileiro irão lutar pela permanência na Série A.



MaisRecentes

Um voo de Copa e a frustração de um ‘quase jogador’ peruano



Continue Lendo

WTorre é procurada para repetir ‘modelo Palmeiras’ e diz não



Continue Lendo

Torcida gera receita recorde ao Palmeiras em 2017



Continue Lendo