UFC Utica: 'Velhinho pedreira', Johnny Eduardo promete 'enfiar a mão na cara' de jovem estreante - Blog Do Coutinho

UFC Utica: ‘Velhinho pedreira’, Johnny Eduardo promete ‘enfiar a mão na cara’ de jovem estreante



Johnny Eduardo é parte do plantel do Ultimate desde 2011, mas acumula uma média fraca de aparições no octógono. Em quase sete anos, o lutador apareceu apenas seis vezes no cage. Nesta sexta, pelo UFC Fight Night Uitca, em Nova York (EUA), ele encara Nathaniel Wood determinado a aumentar a frequência de apresentações. Mais do que isso, ele quer lembrar ao membros da categoria dos galos que apesar da experiência conquistada aos 37 anos, ele ainda é uma “pedreira”e está pronto para “enfiar a mão” na cara do rival de 25 anos.

– Estou bem preparado para fazer uma grande luta, enfiar a mão na cara dele e sair de lá com a vitória. Observei muito o que ele tem de bom. Percebi que ele é um cara que gosta da trocação. Se ele gosta, eu amo. É a minha praia, então estarei em casa. Será uma grande luta, do jeito que os fãs gostam – anunciou o lutador da Nova União.

Questionado sobre os motivos que o fizeram ficar tanto tempo afastado do octógono, o que lhe rendeu uma média de apenas uma luta por ano no UFC, Johnny relata as dificuldades que vem enfrentando para se manter em atividade, mas projeta novos tempos e até três lutas em 2018.

– Convivi com algumas lesões, algumas dificuldades do UFC de casar luta também. Não é todo mundo que quer me enfrentar, sabem que o velhinho aqui é pedreira (risos). Eu quero sempre trabalhar, lutar sempre, mas nem sempre é possível. Mas estou bem preparado agora, pronto para emplacar uma sequência de lutas que me possam fazer subir no ranking, figurar entre os melhores. Quero lutar três vezes neste ano. Não sei se será possível porque depende muito da próxima luta, mas é o que eu quero fazer – afirmou.

O que os fãs podem esperar de Johnny Eduardo em seu retorno ao octógono do UFC? Um lutador empolgado por completar nesta sexta 40 lutas no MMA.

– Os fãs podem esperar o mesmo Johnny de sempre, aquele que começou a lutar vale-tudo ainda, sem regras, sem luvas, sem nada, só com a vontade de sair na mão. Farei minha 40ª luta na carreira, é uma marca especial para mim. Acredito que poucos no UFC têm essa marca ou conseguirão alcançar esse número. Eu já vivi de tudo nesse meio, sou experiente e pegarei um cara estreando no UFC. Isso é legal demais, mostra que o MMA é um esporte para todos. Eu me sinto como um menino, tenho gratidão por tudo que vivi e pelo que ainda vou viver. Chegar aos 37 anos e lutando, competindo em alto nível, é uma felicidade grande para mim. Me faz olhar para trás e ver que tudo o que fiz valeu a pena, todos os obstáculos que enfrentei, tudo o que eu abri mão, essas coisas. Tenho uma carreira vitoriosa, que poucos têm, e farei de tudo para sair do octógono na sexta com mais uma história boa para contar. Quero pedir a torcida de todos, que vocês lutem comigo na sexta. Vamos vencer juntos meu 40° combate – finalizou.



MaisRecentes

Top 5: os maiores falastrões do UFC



Continue Lendo

Finalizações , nocautes e muito mais: confira os resultados do UFC 225



Continue Lendo

Antes do UFC 225, Rafael Dos Anjos dispara: ‘Colby Covington dá uma de durão, mas é um frouxo’



Continue Lendo
%d blogueiros gostam disto: