Santos do Elano ou dos jogadores? - Blog do Capretz

Santos do Elano ou dos jogadores?



É claro que Elano tem os seus méritos na vitória santista por 3 a 1 em cima do Atlético-MG neste sábado.

O Peixe estava mais solto, “gostando” mais de ter a posse de bola, com menos chutões e ligações diretas e com os laterais avançando mais.

Ideias bem diferentes da época de Levir Culpi. E é claro que esses comandos partem do treinador.

Mas a principal mudança do Peixe foi a atitude.

Futebol não é só técnico, tático e físico. É tudo isso e mais o emocional. Tudo ao mesmo tempo.

Dentro de um modelo de jogo, interações inesperadas aparecem das relações entre os jogadores. Algo que não se treina, mas que emerge em decorrência do caos imprevisível que é o jogo.

Elano assumiu para ser tampão. Para “ver no que vai dar”. Assim, sem nenhum planejamento e critério. Nessas circunstâncias, o simples é a melhor opção.

 

 

 

 

 



MaisRecentes

Análise de trabalho multifatorial



Continue Lendo

O ambiente do Flamengo não instiga alta performance



Continue Lendo

Ambiente do Flamengo não gera alta performance



Continue Lendo