A péssima estreia do Brasil na Copa do Mundo - Blog do Capretz

A péssima estreia do Brasil na Copa do Mundo



Os problemas dos clubes brasileiros apareceram na estreia da seleção na Copa do Mundo: as grandes dificuldadse em executar ideias ofensivas.
Não adianta ter jogadores de qualidade. Não adianta ter atletas colocados nos melhores clubes do mundo. Se não for criado um ambiente coletivo em que as individualidades se potencializem teremos sempre esse ‘bumba meu boi’ e ficaremos mais do que nunca reféns do acaso.
Na estreia contra a Suiça, tivemos o melhor Neymar, o melhor William, o melhor Gabriel Jesus, o melhor Coutinho, o melhor Firmino que poderíamos ter? Nem de longe. Nos clubes eles fazem parte de um todo em que a soma das partes faz o time parecer ter 13, 14 jogadores. No jogo deste domingo, vi cada um buscar um jeito de resolver os problemas do jogo, sem obedecer qualquer padrão coletivo.
O Brasil foi prejudicado pela arbitragem. Miranda foi empurrado no lance do gol. Tite foi previsível nas substituições e em nada colaborou com um plano B para furar a boa marcação da Suiça.
Tite ainda reflete o que temos no futebol brasileiro: defesas organizadas, mas dificuldades no momento ofensivo.  A equipe pode crescer durante a competição. Mas esse primeiro jogo não me animou em nada. Ou melhor, a surpresa seria algo diferente. É Copa, amigo. Não Eliminatórias.Os adversários e o clima são outros. Será preciso mais. Muito mais para vencer.



MaisRecentes

Formação de times campeões



Continue Lendo

O Brasil não é o país do futebol há tempos



Continue Lendo

Fatores de análise no futebol



Continue Lendo