Avaliação e critério para Dorival no São Paulo - Blog do Capretz

Avaliação e critério para Dorival no São Paulo



Avaliar resultado no futebol é fácil. Qual a dificuldade em apontar que quem ganhou é bom e quem perdeu é ruim? Nenhuma! Prefiro, porém, buscar a todo o momento entender porque ganhou e porque perdeu. E entender as inúmeras variáveis do jogo, sendo que algumas são aleatórias e até incontroláveis, é um desafio gigantesco.
Entendo a pressão em torno de Dorival Júnior no São Paulo. Até concordo com várias críticas a execução das ideias e conceitos de jogo dele. Mas não consigo enxergar a troca no comando técnico como a solução imediata dos problemas.
Ainda há uma dificuldade em se enxergar o conceito de equipe no Brasil. Temos a míope tendência de avaliar prematuramente uma escalação no papel e achar que bons jogadores juntos formarão uma boa equipe. Só que esquecemos que na concepção de time a característica de um indivíduo deve potencializar o que seu companheiro tem de melhor. E nisso necessariamente os melhores não se complementam. É simples e didático entender: um time com os três melhores atacantes do mundo porém os zagueiros do último colocado da última divisão da Finlândia formariam uma boa equipe?
O São Paulo tem excelentes jogadores. Mas todas as contratações foram feitas aleatoriamente. E não para formar um time. Dorival Júnior é bom treinador. Mas não é mágico. Para a consolidação de um jeito de jogar é necessário minimamente tempo de trabalho. Em um grau de evolução, o coletivo do São Paulo se encontra em uma posição 4 dentro de uma escala de 0 a 10. Por isso, a dificuldade em enfrentar equipes com jogadores inferiores tecnicamente, mas que como conjunto estão em um estágio mais avançado de evolução.
Se a diretoria tricolor virou o ano com Dorival é porque havia minimamente uma convicção no trabalho dele. Mudar agora, com pouco mais de um mês de temporada, é dar um tiro no pé e não compreender a dinâmica do processo.



MaisRecentes

O conhecimento no futebol é de todos



Continue Lendo

A péssima estreia do Brasil na Copa do Mundo



Continue Lendo

A mente de campeão de CR7



Continue Lendo