ESPN vai transmitir próxima luta de Pacquiao



 

A ESPN vai transmitir a próxima luta de Manny Pacquiao, dia 1º de julho, contra o australiano Jeff Horn, direto e ao vivo de Brisbane, na Austrália. O evento terá início às 21h de Brasília e são esperados 60 mil fãs no Suncorp Stadium. Estará em jogo o cinturão dos meio-médios, versão Organização Mundial de Boxe.

“Trabalhar com Top Rank é um momento significativo para a ESPN e para os fãs de boxe”, disse o presidente da ESPN, John Skipper, referindo-se ao acordo com a empresa de Bob Arum, que cuida da carreira do lendário pugilista filipino.  “Esta luta se junta a Wimbledon, Home Run Derby e o ESPYS em uma estrelada programação de julho do canal.”

A transmissão terá aproximadamente 3 horas e meia hora e também será exibida no ESPN Deportes e nos aplicativos da ESPN. A hora da luta foi acertada para permitir uma transmissão no horário nobre para os Estados Unidos. Brisbane está 13 horas à frente do horário de Brasília.

A narração será de Joe Tessitore e os comentários de Teddy Atlas. Timothy Bradley Jr. – que enfrentou Pacquiao três vezes – participará como convidado.

“O mundo seguiu o incrível Manny desde que ele entrou em cena em sua estréia nos EUA em 2001, quando nocauteou Lehlo Ledwaba para ganhar o segundo de um recorde de oito títulos mundiais”, disse Bob Arum. “Estamos entusiasmados com o fato de a ESPN transmitir essa luta em todo o país, tanto em inglês como em espanhol. Será um evento inacreditável”.

A cobertura da ESPN para a “The Battle of Brisbane” (Batalha de Brisbane) começará dia 30 de junho com a cobertura ao vivo no SportsCenter. Além disso, durante a semana de 26 de junho, serão repassadas várias lutas de Pacquiao – Ricky Hatton, Juan Manuel Marquez III e Bradley II.

A transmissão do evento terá como primeira luta o duelo entre os médios Shane Mosley Jr – filho do ex-campeão mundial de três divisões Shane Mosley – e David Toussaint. Em seguida será a vez da apresentação do irlandês peso pena Michael Conlan frente a Jarrett Owen.

Na sequência, o filipino Jerwin Ancajasas, primeiro campeão mundial promovido pela Promoções MP (empresa de Pacquiao), fará sua segunda defesa de título diante do japonês Teiru Kinoshita.

Resta saber se a ESPN Brasil também terá direitos de transmissão.

 



MaisRecentes

Canelo x GGG: boxe ganha. MayMac: boxe perde



Continue Lendo

Cala a boca, McGregor!!!



Continue Lendo

Yamaguchi e Esquiva sobem no ranking. Patrick é 28º



Continue Lendo