Derrota de Pacquiao lembrou lutas de Eder Jofre



 

 

A polêmica derrota de Manny Pacquiao diante do australiano Jeff Horn, sábado, em Brisbane, me fez lembrar de algumas lutas de Eder Jofre. Assim como ocorreu com o filipino, o lendário brasileiro também participou de combates com decisões muito discutidas.

Em 1965, Eder foi defender pela nona vez o título mundial dos galos, em Nagoya, Japão. Seu adversário era o novato Masahito “Fighting” Harada. O favoritismo do brasileiro podia ser notado pelo valor das bolsas: US$ 30 mil para Eder e US$ 2,5 mil para Harada.

No ringue, Harada impôs ritmo forte desde o início e abusou de cotoveladas, empurrões e agarrões. Eder, com problemas para dar o peso, cansou rápido, mas conseguiu equilibrar a disputa nos rounds finais.

Ao final de 15 eletrizantes assaltos, diante de um público de 12 mil pessoas, o juiz  Barney Ross lançou 71-69 para Harada (sistema de cinco pontos). O jurado Masao Kato do Japão marcou seu compatriota à frente 72-70, enquanto o outro juiz Jay Edson, dos EUA, apontou Jofre como vencedor por 72-71.

Eder nunca engoliu a derrota.

Em 1973, em Brasília, Eder, já com 37 anos, desafiou o supercampeão José Legra, dono de um cartel com 132 vitórias. Legra era um negro enorme, forte, braços longos e chamado de “Mini MUhammad Ali”.

O duelo foi equilibradíssimo. Eder chegou a dobrar os joelhos no quarto round. Sofreu golpes duros para encurtar a distância e castigou o então campeão dos penas.

No final, o juiz Jay Edson apontou 146 a 141 para Eder. O jurado Newton Campos viu 148 a 43, enquanto o espanhol Lorenzo Sanchez indicou empate em 143 pontos.

Eder sagrou-se campeão mundial pela segunda vez. Jose Lobatto, técnico de Legra, considerou o resultado um “roubo” e foi impedido de ver as papeletas dos jurados.

Como se vê, as discussões no boxe sempre vão existir nas decisões por pontos.



MaisRecentes

Valdez é como Chavez, Barrera, Morales….



Continue Lendo

“Filho, seja valente como Jake La Motta”



Continue Lendo

GGG x Canelo não merecia um empate



Continue Lendo