Como será que Wladimir Klitschko será lembrado?



 

Eu tive o prazer de falar rapidamente com os irmãos Klitschko. Foi em 1999, no MGM Hotel, em Las Vegas, antes da luta entre Mike Tyson e Frans Botha. Wladimir foi mais acessível, simpático e se esforçou para entender o meu precário inglês.

Eu sempre tive muito respeito pelos dois pesos pesados ucranianos dentro e fora do ringue. São inteligentes, politizados, carismáticos e preocupados com o futuro da humanidade.

Com as luvas calçadas, Vitali foi melhor. Nesta quarta-feira, Wladimir, aos 41 anos, anunciou a sua aposentadoria, quando discutia uma possível revanche com o britânico Anthony Joshua para novembro.

Mas o tempo mostrou-se mais uma vez inexorável e o “Martelo de Aço” pendurou as luvas após 69 combates.

Wladimir ostentou o cinturão mundial por mais de uma década, graças ao seu excelente preparo físico, ao fortíssimo jab de esquerda e ao sempre bem colocado direto de direita.

Mas não o coloco entre os maiores pesos pesados de todos os tempos. Ele não teve culpa de pertencer a pior geração da principal categoria do boxe. Talvez, se fosse mais exigido, poderia ter atingido degraus mais altos.

Seria interessante vê-lo diante de Mike Tyson, Evander Holyfield, George Foreman ou Lennox Lewis. Só para citar grandes nomes recentes do boxe.

Com isso, o campeão olímpico dos superpesados de Atlanta-1996 e seus fãs tiveram de se contentar com vitórias sem sal e sem açucar frente a tipos horrorosos como Alex Leapai, Francesco Pianeta, Mariusz Wach, Jean Marc Mormeck, Ray Austin, Fabio Eduardo Moli, e tantos outros.

É preciso reconhecer que mostrou determinação e garra ao superar derrotas traumáticas frente a Ross Purity, Corrie Sanders e Lamon Brewster. Ao mesmo tempo teve consciência ao sentir o peso da idade após Tyson Fury e Anthony Joshua.

Em 20 anos de carreira, Volodymyr Volodymyrovych Klychko somou 64 vitórias (53 nocautes) e cinco derrotas.

 



MaisRecentes

Cala a boca, McGregor!!!



Continue Lendo

Yamaguchi e Esquiva sobem no ranking. Patrick é 28º



Continue Lendo

Maguila x Quebra-Ossos: 30 anos



Continue Lendo