MVP pode sair das mãos dos favoritos



Com a temporada regular da NBA chegando ao fim, a disputa pelo prêmio de MVP parece polarizada entre James Harden, ala-armador do Houston Rockets, e Russell Westbrook, armador do Oklahoma City Thunder. E é justamente essa polarização que pode permitir que uma terceira força surpreenda e acabe condecorada. Em uma era em que as redes sociais potencializaram discursos de ódio e que é cada vez mais comum atacar pontos de vistas opostos para defender o seu, o formato de votação da liga profissional americana pode ajudar quem vem atrás dos dois.

Os jornalistas que são convidados para a eleição têm o direito de indicar seus três preferidos para o MVP, em ordem: o primeiro ganha cinco pontos, o segundo recebe três, e o terceiro leva um. Quem termina a votação com mais pontos leva o prêmio de melhor jogador da temporada. O formato, por incrível que pareça, pode tirar os favoritos Harden e Westbrook da disputa.

Atacar um ponto de vista oposto ao seu sempre foi uma estratégia de debate. Mas com as discussões ficando menos pessoais com a criação das redes sociais, a tática parece ter virado regra. O discurso de ódio é cada vez mais comum, e há um esforço cada vez maior para diminuir quem não é seu predileto. Isso vai dos temas mais banais, com defensores de Harden duelando com protetores de Westbrook, até os mais importantes, com defensores ao golpe contra Dilma Rousseff enfrentando quem foi contrário.

É por isso que a soma da polarização com o formato da escolha pode prejudicar os astros. Digamos que Kawhi Leonard, ala do San Antonio Spurs, se consolide como terceiro favorito ao prêmio. Quem defende Harden, por exemplo, pode tirar Westbrook da lista, votando, por exemplo, em o astro do Rockets, Leonard e LeBron James, astro do Cleveland Cavaliers. Já quem prefere o armador do Thunder pode colocá-lo em primeiro, completando sua relação com Leonard e James.

O astro do Spurs tiraria seis pontos dessa situação, contra cinco de Harden e Westbrook. Claro que é uma possibilidade remota, mas quem acompanha nas redes sociais o esforço que os defensores de um astro fazem para minimizar o outro sabe que é, sim, uma possibilidade.

Harden tem médias de 29,4 pontos, 11,2 assistências e 8,1 rebotes em 36,5 minutos por exibição, guiando o Rockets, até aqui, à terceira colocação na Conferência Oeste. Westbrook sustenta 31,2 pontos, 10,5 rebotes e 10,4 assistências em 34,6 minutos por partida, levando o Thunder à sexta posição. São os dois favoritos ao prêmio de MVP. E é por isso que podem perdê-lo.



  • matheus leandro

    Golpe… Hahahaha até aqui bicho

MaisRecentes

Tiago Splitter joga para garantir futuro



Continue Lendo

Jogo das Estrelas e as opções da Seleção



Continue Lendo

Dawn Staley e o Dia Internacional da Mulher



Continue Lendo