Marcelinho Huertas e o azar na NBA



Mais uma vez, o azar de Marcelinho Huertas, presente desde o começo de sua ida para a NBA, veio à tona. Enviado do Los Angeles Lakers para o Houston Rockets na última semana em que trocas foram permitidas na liga profissional americana, o armador brasileiro acabou dispensado pela franquia texana e está desempregado. E agora?

De acordo com reportagem do blog Bala na Cesta, quando Huertas foi para a NBA, em 2015, seu destino original era o Dallas Mavericks, do técnico Rick Carlisle, adepto do uso de dois armadores ao mesmo tempo. Porém, o pivô DeAndre Jordan, que também estava acertado com a franquia, deu para trás e renovou com o Los Angeles Clippers. Com isso, a diretoria, que viu suas chances imediatas de título diminuírem consideravelmente, decidiu investir em jogadores mais jovens e não formalizou o acordo com o brasileiro.

Livre no mercado, Huertas acabou indo parar no Los Angeles Lakers em um momento de transição para a franquia. Ao mesmo tempo em que queriam resultados dignos na temporada de despedida do ídolo Kobe Bryant, os angelinos, distantes da briga pelo título, tinham de priorizar o desenvolvimento de seus principais jovens jogadores, como D’Angelo Russell e Jordan Clarkson, que brigaram com o brasileiro por tempo de quadra.

Em sua primeira temporada na NBA, Huertas entrou em quadra em 53 dos 82 jogos do Lakers, e apresentou médias de 4,5 pontos e 3,4 assistências em 16,4 minutos por exibição.

O problema é que Kobe Bryant se aposentou e, com ele, foi embora a necessidade de resultados imediatos para o Lakers. O técnico Luke Walton chegou e resolveu dar ainda mais espaço para os jovens armadores. Na temporada 2016/2017, Huertas disputou apenas 23 partidas, com médias de 2,7 pontos e 2,3 assistências em 10,3 minutos por exibição.

Para o Lakers, não fazia sentido ter um jogador como Huertas, que, aos 33 anos de idade, é capaz de entregar resultados imediatos, mas não tem perspectivas a médio e longo prazo. Por isso, acabou trocado. José Calderón, dispensado, e Lou Williams, também enviado para o Rockets, tomaram o mesmo caminho.

Huertas poderia fazer sentido em Houston como um dos reservas de James Harden, mas a franquia decidiu dispensá-lo para abrir espaço no elenco e tentar contratar outros jogadores. Andrew Bogut, que acertou com o Cleveland Cavaliers, foi um dos perseguidos.

O Lakers foi, para Huertas, o lugar errado na hora errado. Desempregado, o brasileiro ainda paga por isso.



  • Flavio Fantucci

    que matéria ruim…

MaisRecentes

Tiago Splitter joga para garantir futuro



Continue Lendo

MVP pode sair das mãos dos favoritos



Continue Lendo

Jogo das Estrelas e as opções da Seleção



Continue Lendo